12 setembro 2020

Clóvis no Carnaval da Zona Oeste - curta metragem de Waldir Onofre

Texto de Ronaldo Rodrigues RR Juca

Clovis, Bate-Bolas, a alegria do carnaval suburbano, faz parte da filmografia do cineasta de Campo Grande RJ, 

Waldir Onofre, cineasta e ator brasileiro, um dos primeiros cineastas negros do país.

Cineasta Waldir Onofre
Cineasta Waldir Onofre

O Cineasta Waldir Onofre, que através desse tema e bloco de carnaval, nesse curta metragem, denunciava a situação de exploração e abandono de um Vila operária, loteamento Vila Alzira em Paciência RJ, bem como destacava a insatisfação da população local com uma manifestação dos moradores de Vila Alzira. 

O grupo de musical Pé de Vento, foi convidado pelo cineasta a participar da trilha sonora e lançou no bloco de Clóvis, em passeata no calçadão de Campo Grande RJ, a música Vila Alzira em formato de marchinha, que reiterava esse protesto em praça pública. Apesar da censura e de todo aparato de segurança no entorno da caminhada do bloco de Carnaval de Clóvis.

Grupo de musical Pé de Vento

Em compasso de afrontamento a rígida conjuntura da sociedade naquele momento, o filme de Waldir Onofre, com essa  carnavalização sob  expressão popular o carnaval do  Clóvis, ou bate-bolas, tradição centenária do subúrbio do RR, resgatava o papel  crítico da arte popular e bem  na zona oeste ,  região  distante da capital  do RJ - Vila Alzira - loteamento do bairro de Paciência, Campo Grande,  Zona Oeste do RJ, uma área rural semiurbana distanciada cerca de 60 km da capital, do Rio de Janeiro  que passava por uma tensão  grave  com parte de sua população sendo despejada de conjunto habitacional e se manifestando contrária ao ato de arbitrariedade e denúncia vazia executada por imobiliárias financiadas pelo governo da época, que desrespeitava os direitos da população.

Manifestando sua revolta com a situação. O grupo musical Pé de Vento, em uma abordagem artística compromissada, engajada, e  em uma proposta de arte realista e urbano rural, cantava em apoio a população, o que é expressado nesse filme documentário. 

A música Vila Alzira, tenta, assim, expressar a luta e a esperança desses moradores, enfim, era o momento também da arte política engajada, da arte com participação social, arte enquanto instrumento de mudança, luta pela liberdade de expressão, liberdade de expressão era nosso mantra. Tempo da formação de grupos de arte, grupos do subúrbio, manifestar, expressar, pequenos sois na tempestade, grupo de jovens filhos de trabalhadores, jovens entre 16 a 20 anos experimentar arte - arte como megafone, denuncia, sem um tostão no bolso, sem qualquer apoio do Estado, pelo contrário, não interessava a existência desses - nessa região, área ainda rural, do subúrbio do RJ, laboratório de ideais-experiência-construção de projetos de arte sócio político.

Tempo dos movimentos de arte no subúrbio, movimento de cineclubes, com cinema nacional e muito debate e muita música, muita poesia e literatura que que tratava e falava da realidade brasileira. Em Campo grande, RJ, o cineasta Waldir Onofre, exercia um papel fundamental de organizar um movimento de cinema e teatro, com dezenas de jovens, envolvidos.

O grupo de musical Pé de Vento, é um dos destaques da época, com sua música urbano rural, era um grupo formado por jovens trabalhadores que se reuniam para tocar e cantar nas ruas, praças, universidades, escolas, cineclubes, espaço alternativos, teatros da região, que conseguiam sem temor expressar sua insatisfação com a situação e conjuntura opressiva em vigor.

Estamos no período final anos 70, época da terrível ditadura Médici, período de censura, de distanciamento social compulsório, imposto pela segurança nacional, são proibidas manifestações e um aparato de espionagem do governo e de sua segurança, observava e acompanhava cada expressão popular que se manifestava.

O grupo de musical Pé de Vento é um expressivo e atuante grupo musical cuja participação nesse processo de resistência cultural deve ser considerado. Salve a Vila Alzira e seus moradores!

Fontes; memoria de Ca. Grande RJ- professor Carlos Eduardo de Souza- A tradição dos Bate-Bolas      

Bairros Cariocas. Aplicativo desenvolvido pelo Instituto Pereira Passos (Prefeitura do Rio de Janeiro)

Distrito Santa Cruz

CLÓVIS NA ZONA NORTE-Categorias curta-metragem- Filmografia de Waldir Onofre. Ele foi um dos primeiros cineastas negros que a partir de seu trabalho artístico sempre lutou por justiça social.

ADRIANO DOMINGOS MONTEIRO Os territórios simbólicos do Cinema Negro: Racialidade e relações de poder no campo audiovisual brasileiro.

Um comentário:

  1. Vila Alzira era um grande condomínio de casas populares onde havia cultura de diversas formas. O bloco carnavalesco Canequinho, todo ano desfilava com seus percussionistas formados pelo próprio bloco cujo maestro era um filho do Nelson Cavaquinho. Tinha de policiais civis e militares a artistas famosos, a um povo que tinha como lazer a conversa, a amizade, a parceria na tristeza e na alegria. Dizem que ela ainda existe, mas não com o mesmo povo. Salve Mauro Reis e Ronaldo Juca que retrataram tão bem uma época sombria mas repleta de vitórias.

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG