Pesquise Modelo de Projeto Social

31 dezembro 2020

O Grafite no Império Romano

A arte supera e ultrapassa o tempo e o espaço. Coisas que no passado podem ser tidas como arte chula, mais adiante, no futuro podem ser tratadas e protegidas como arte de alta qualidade, se tornam transformadoras e estimuladoras  para o surgimento de outros tipos de arte. Arte é tudo que transformamos, e principalmente o que colocamos com nosso coração e nossa alma de modo explicito e poético.

"Em termos arqueológicos, o grafite é uma marca, imagem ou escrita riscada ou gravada em uma superfície. Houve inúmeros exemplos encontrados em locais do Império Romano, incluindo tabernas e casas, bem como em cerâmica da época. Em muitos casos, o grafite tende a ser rude, com uma linha gravada na basílica em Pompéia, com a mensagem "Lucila ganhou dinheiro com seu corpo", imagens fálicas e imagens eróticas. Estudar o grafite deixado para trás no período romano pode dar uma melhor compreensão da vida cotidiana e das atitudes do povo romano, com conclusões tiradas sobre como os romanos cotidianos conversavam, onde passavam seu tempo e suas interações dentro desses espaços."



Arte Urbana Poética

29 dezembro 2020

E o natal se foi - Um texto de Victor S. Gomez

 E o natal se foi - Victor S. Gomez

O Natal passou, mas sobraram algumas coisas além da mesa posta. A chuva que cai a noite toda, o silêncio das crianças, cada uma em seu celular. O não querer assistir  a retrospectiva do ano que passou, para não querer rever as 200.000 mortes de 2020, o desespero dessas famílias, o sofrimento de nossos médicos e enfermeiros, as falas toscas dos políticos, a falta de empatia e a ignorância de nosso Presidente. Outras coisas também sobraram, o vírus no ar que que nos persegue, o desejo reprimido, o que não se falou por ficar preso na garganta, a ausência e a saudade de quem não pode vir. A mesa posta, e nós sobre ela, com nossos medos contidos, com todo o amor sufocado e com a saudade que nos maltrata. Mas o olhar que transpassa a vidraça, espera e aguarda o que vem depois, pois tudo tem seu tempo, e é certo que o melhor virá a seguir.

27 dezembro 2020

Efeito Reciclagem, um Filme Premiado com toda Razão

A cata de material para reciclagem é um trabalho digno e todos aqueles que nela trabalham, merecem nosso respeito.

Acreditando em um mundo melhor, Claudinês Alvarenga faz a sua parte e com seu trabalho digno vem ajudando o meio ambiente e a todos nós. Se todos cumprissem o seu papel de cidadão, com certeza teríamos uma cidade mais saudável para nós e nossos descendentes.

Este é o retrato de um sistema criado por um homem.


25 dezembro 2020

Edital Prêmio Zayed de Sustentabilidade

 Prêmio Zayed de Sustentabilidade abre inscrições para a edição de 2022

Escolas secundárias, pequenas e médias empresas e organizações sem fins lucrativos são convidadas a enviar inscrições antes do prazo final de 6 de maio de 2021

Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos – O Prêmio Zayed de Sustentabilidade, o prêmio global pioneiro dos Emirados Árabes Unidos para recompensar projetos de impacto, inovação e inspiração, anunciou oficialmente que a edição de 2022 já está aberta para inscrições.

Leia mais aqui: https://mundoemeio.com/2020/12/25/premio-zayed-de-sustentabilidade-abre-inscricoes-para-a-edicao-de-2022/

23 dezembro 2020

P&J Construção, Manutenção e Reformas

 P&J Construção, Manutenção e Reformas

Preço e Qualidade

Fundação, Estrutura, Elétrica, Alvenaria, Hidráulica, Revestimento e Pisos, Pintura e Textura.

Parcelamos em 6X no cartão.

(24) 99281-3623 - (24) 99878-7069

21 dezembro 2020

A Arte de Carmem Seibert

Alguns trabalhos da artista plástica Carmem Seibert, ela graduou-se em Artes Plásticas (UFRGS) em 1991. Desde 1994, trabalha com Glass Fusing( Vidro Moldado), onde une a técnica ao talento. Utiliza garrafas em peças escultóricas e utilitárias. 


Carmem dá aulas particulares desta técnica (Fusing) , procurando atender aos interesses de seus alunos e difundindo esta arte em Vidro tão antiga. A partir de 1996 começou a se especializar em Modelagem de Vidro (fusing) profissionalisando-se no ensino desta técnica, a partir de 1997. Na confecção de suas peças (esculturas e utilitários), são utilizadas chapas de vidro de várias espessuras, com a aplicação de tintas. Elas são moldadas em formas de cerâmica e gesso numa temperatura que varia entre 810º e 830º. 



20 dezembro 2020

A arte na pré-história II

O estilo geométrico do período neolítico.

Com a mudança de comportamento, o homem passa de caçador a camponês. Os grupos nômades transformaram-se em comunidades sedentárias. Essa transformação social modifica seu comportamento, fazendo com que surja um novo estilo de arte. A arte mágica da lugar a arte meramente decorativa.


O trabalho manual repetitivo faz com que o estilo geométrico surja como uma arte mais simples e de menor valor. Passa a ser um ato diletante, quando contrastada com o estilo naturalista do paleolítico.

 A arte neolítica tem a marca de "arte camponesa", tanto por suas formas tradicionalistas e impessoais, correspondentes ao espírito conservador e convencionalista do agricultor, quanto por ela ser o produto dos períodos de ócio permitidos pelo trabalho agrícola.



fonte: História Social da Literatura e da Arte - A. Hauser

19 dezembro 2020

O Artesanato de Irene


Cores, linhas, tecidos, tudo se mistura de forma harmoniosa e precisa. A habilidade com o trabalho manual faz surgir peças agradáveis de serem vistas, que despertam em quem vê, a criança há muito adormecida. 

O lúdico e a fantasia do universo infantil são transportados pela artesã, para cada peça por ela fabricada. Do mundo de Monteiro Lobato e das fantásticas histórias infantis, surgem personagens que mexem com nosso imaginário e não a quem não sorria diante desse presente.






Irene: Artesã da Feira Hippie de Ipanema desde 1975,sempre trabalhado com artesanato, principalmente com tecidos.

Faço bonecas, flores, broches, tudo em tecido. Quando quiserem apareçam na Feira Hippie, todos os domingos, na Praça Gen. Osório - Ipanema, Rio.

Contato:
Blog: http://bonecasdairene.blogspot.com/ 

Feira Hippie de Ipanema
das 7:00 às 17:00hs,todos os domingos




17 dezembro 2020

Livro: A Insustentável Leveza do Ser

Escrito por Milan Kundera em 1984 o livro "A Insustentável Leveza do Ser", romance que se passa na cidade de Praga em 1968, foi adaptado para o cinema pelo diretor Philip Kaufman sob o nome de The Unbearable Lightness of Being.


Tomás, Teresa, Sabina e Franz vivem um grande romance, que tem como pano de fundo a invasão da Tchecoslováquia pela União Soviética. Tudo acontece em Praga e corre por mais de uma década, num clima de tensão que pairava por Praga naquela época.

Por suas escolhas ou por interferência do acaso, os personagens experimentam, cada qual do seu jeito, o peso que divide a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

16 dezembro 2020

Robert Plant, O Maior, O Melhor

Robert Anthony Plant (nascido em 20 de agosto de 1948) é um cantor, compositor e músico inglês, mais conhecido como vocalista e letrista da banda de rock Led Zeppelin. Ele desenvolveu uma imagem atraente como o carismático vocalista do rock and roll, semelhante a contemporâneos como Mick Jagger dos Rolling Stones, Roger Daltrey do Who, Jim Morrison do The Doors e Freddie Mercury do Queen. Com sua juba de longos cabelos loiros e aparência poderosa e de peito nu, Plant ajudou a criar o arquétipo "deus do rock and roll" ou "deus do rock". Embora o Led Zeppelin tenha se dissolvido em 1980, Plant ocasionalmente colaborou com Jimmy Page em vários projetos durante esse período, incluindo a formação de um grupo de estrelas de curta duração com Page e Jeff Beck em 1984, chamados Honeydrippers. Eles lançaram um álbum chamado The Honeydrippers: Volume One, e a banda alcançou o terceiro lugar com um remake da música de Phil Phillips "Sea of Love", além de um hit de acompanhamento com uma capa de "Rockin 'de Roy Brown na Meia-noite ".

Uma gama vocal poderosa e ampla (particularmente evidente em seus vocais altamente registrados) deu a Plant uma carreira de cantor de sucesso com mais de 50 anos. Em 2008, os editores da Rolling Stone o classificaram como número 15 na lista dos 100 melhores cantores de todos os tempos. Em 2011, os leitores da Rolling Stone classificaram o Plant como o maior de todos os cantores principais. Em 2006, a revista Hit Parader nomeou Plant o "maior vocalista de metal de todos os tempos". Em 2009, Plant foi eleito "a melhor voz do rock" em uma pesquisa realizada pelo Planet Rock.

https://en.wikipedia.org/wiki/Robert_Plant


15 dezembro 2020

Grupo Bicho de Pé

A Banda Bicho de Pé mostra que a boa música é para dançar e ser feliz.


"No final dos anos 90, os jovens de São Paulo descobriram o prazer de dançar juntinho nas festas das universidades e o valor artístico das canções e dos poetas nordestinos reacendeu suas luzes. Luiz Gonzaga reassumia seu trono junto a juventude.


Neste contexto surgiu a Banda Bicho de Pé (1998) com uma presença feminina no vocal.

Em menos de um ano a música "Nosso Xote", de autoria da vocalista Janaina Pereira, ficou entre as mais tocadas em todo o país e atingiu o 3º lugar nas paradas de SP, segundo a Crowley."

14 dezembro 2020

A Sensacional Clementina de Jesus

Clementina de Jesus, a rainha Quelé.

Nascida na comunidade do Carambita, bairro da periferia de Valença RJ e tradicional reduto de jongueiros no sul do Rio de Janeiro, Clementina era filha da parteira Amélia de Jesus dos Santos e do capoeira e violeiro Paulo Batista dos Santos. Mudou-se com a família para a capital aos oito anos de idade, radicando-se no bairro de Osvaldo Cruz, tendo estudado em regime semi-interno o Orfanato Santo Antonio onde desenvolveu crença católica. Criança, aprendeu com sua mãe rezas em jejê nagô e cantos em dialeto provavelmente iorubano. Destas influências resultam um misticismo sincrético e uma musicalidade marcada pelo samba e cantos tradicionais de escravizados do meio rural.


Lá acompanhou de perto o surgimento e desenvolvimento da escola de samba Portela, frequentando desde cedo as rodas de samba da região. Em 1940 casou-se e mudou para a Mangueira. Trabalhou como doméstica por mais de 20 anos, até ser "descoberta" pelo compositor Hermínio Bello de Carvalho em 1963, que a levou para participar do show "Rosa de Ouro", que rodou algumas das capitais mais importantes do Brasil e virou disco pela Odeon, incluindo, entre outros, o jongo "Benguelê". Devota da Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, participava de festas das igrejas da Penha e de São Jorge, cantando canções de romaria. Considerada rainha do partido alto, com seu timbre de voz inconfundível, foi homenageada por Elton Medeiros com o partido "Clementina, Cadê Você?" e foi cantada por Clara Nunes com o "P.C.J, Partido Clementina de Jesus", em 1977, de autoria do compositor da Portela Candeia.

13 dezembro 2020

Quem é BANKSY?

O artista as vezes se supera de forma que sua arte o ultrapasse. Quem é esse artista envolto em mistério, que coloca sua arte acima dele mesmo? As imagens são prenuncio de algo mais forte que a realidade. As vezes tão forte que se perpetuam infinitamente, levando o nome do autor o mais longe possível. Seu rosto pode ser o de qualquer um, mas sua obra só tem uma origem, e isso não se apaga nunca.


Banksy é um artista de rua anônimo, vândalo, ativista político e diretor de cinema, com sede na Inglaterra, ativo desde os anos 90. Sua arte satírica de rua e epigramas subversivos combinam humor sombrio com grafites executados em uma técnica distinta de gravação. Seus trabalhos de comentários políticos e sociais foram apresentados em ruas, muros e pontes de cidades em todo o mundo. O trabalho de Banksy surgiu da cena underground de Bristol, que envolveu colaborações entre artistas e músicos. Banksy diz que se inspirou no 3D, um grafiteiro que mais tarde se tornou membro fundador do grupo musical inglês Massive Attack.




Arte Urbana Poética

Fontes:   

12 dezembro 2020

Arte nas Imagens Poéticas


De Victor S. Gomez — em Santa Teresa - Rio de Janeiro - RJ.

Das imagens que formam palavras, coladas nas paredes, nas portas, formam também poemas, de vida, de pessoas, que ao olhar transformam essas mesmas imagens em novos poemas.


Imagens de ninfas surgidas dos lagos, riachos, bosques, florestas, prados, montanhas e que se enveredam por lugares onde arte e loucura se aproximam.


O tempo se apaga e antes as moças observadoras de suas janelas, agora não olham mais, pois deram lugar as plantas que surgem revelando o verde mais que necessário a nossa sobrevivência.


E que tal o brilho do trilho vazio, que antes traziam felizes todos que nele embarcavam, hoje surgem apenas como imagens de bondes fantasmas que vão e vem apenas em nossa lembrança.


Os riscos e rabiscos nos muros concretizam desejos e, necessidades poéticas de afirmação, vindas de uma sociedade esquecida, onde os novos grafites surgem a nossa frente trazendo com eles suas reivindicações e imagens, que parecem nos falar:
– Não nos esqueçam, nós também existimos!

11 dezembro 2020

Alavanque seu Projeto Cultural

Mais um edital para alavancar seu projeto cultural. Para qualquer cidade do Brasil. Inscrições poderão ser realizadas digitalmente. Entre o segundo semestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022.

Petrobras Cultural para Crianças, selecionando projetos de Feiras e ou Ações Literárias, somente para o público infantil, com ênfase na primeira infância (crianças de até 6 anos de idade), que lidem com temas que levem conhecimento e despertem a curiosidade do público-alvo. Os projetos poderão ser realizados em qualquer cidade do Brasil, e/ou digitalmente, e deverão ser realizados entre o segundo semestre de 2021 e o primeiro semestre de 2022.

https://ppc.petrobras.com.br/feiras-literarias/

Alteramos o prazo para recebimento das propostas até 12/02/2021 às 18h, para viabilização do cadastro dos projetos na Lei Federal de Incentivo à Cultura, que está indisponível entre 01/12/2020 a 31/01/2021

O regulamento está aqui: https://ppc.petrobras.com.br/media/filer_public/af/73/af73ffad-6160-47fb-a3ed-65308bae6d7c/regulamento_feiras_20201109.pdf

10 dezembro 2020

Livro, Um Ótimo Presente

Quer dar bons presentes de natal para quem você gosta?

Dê livros da Editora Patuá.

A leitura nos mostra um caminho mais rápido para a cidadania.

Livro Universo Interior de Victor S. Gomez

Victor S. Gomez é escritor, artista plástico, ator e educador social.
Fundador da ONG CECI – Centro Cultural Criança Cidadã – Seropédica (2002-2005). Coordenador do curso de informática das ONGs CADECS e CECI em parceria com o CDI (Comitê para Democratização da Informática), durante os anos de 2000/2005.
Participou como convidado do evento de meio ambiente TEDx-Amazônia, representando a cidade de Valença (2010). Em 2011 recebeu o Título de Cidadão Valenciano pela Prefeitura Municipal, pela imensa contribuição e relevantes serviços prestados ao município de Valença. Voluntário da AGFORV - Associação dos Grupos de Folias de Reis de Valença exercendo a atividade de Fotografia, Filmagem e Divulgação na Internet (2013).


Livro Outro Dia de Folia de Eduardo Lacerda

Eduardo Lacerda, autor do livro de poemas Outro dia de folia, nasceu em Porto Alegre em 1982, mas vive em São Paulo, cidade que ama, desde os dois anos de idade. Cursou Letras, com habilitação em Português e Linguística, na Universidade de São Paulo, mas não concluiu o curso. Como um legítimo geminiano, também não conseguiu concluir nada até hoje. Coeditou a Revista Metamorfose e O Casulo – Jornal de Literatura Contemporânea. Já trabalhou como assistente de produção cultural na Casa das Rosas - Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura e como produtor cultural no Programa São Paulo: um Estado de Leitores. Atualmente, é coeditor da Editora Patuá, onde acredita que livros são amuletos. Tem poemas publicados em revistas eletrônicas e impressas como Entrelivros, Mirante, Ventos do Sul, Cronópios, Germina e em algumas antologias, como a Antologia Vacamarela e El Vértigo de los Aires (México). Não se considera poeta, sua verdadeira paixão é fazer nascer livros e poetas. Não se leva a sério, embora leve a sério a literatura. Por fim, gosta de truco, tango, cerveja, tarot, video-games e orquídeas. Outro dia de folia foi premiado pelo ProAC 2011 - Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo.


Livro Desnorteio de Paula Fábrio

Autora do romance Desnorteio, Paula Fábrio nasceu em 1970 na cidade de São Paulo. Formada em Comunicação Social pela Faap, atuou como redatora de publicidade. No campo literário, idealizou e dirigiu a Rato de Livraria, gerenciou o acervo da Biblioteca de São Paulo e atualmente escreve artigos para revistas acadêmicas. Desnorteio recebeu o Prêmio São Paulo de Literatura - na categoria de autor estreante -.

08 dezembro 2020

Um Poema de Victor S. Gomez

Olhe para Você Mesmo - Victor S. Gomez - Escritor

Olhe para você mesmo,
o que você vê diante do espelho?
Um rosto turvo como uma noite de dor?
que imagem triste,
o tempo passou,
só você não se deu conta,
mesmo que caia de joelhos,
não importa,
o que você fez foi errado.
Olhe para você mesmo,
que triste figura,
pedaços carcomidos por todo lugar, 
dores que se espalham,
que tomam todo seu corpo,
talvez um dia você não se reconheça mais,
nem mesmo que digam seu nome,
você não saberá quem é,
seu dia se aproxima,
você envelhece como qualquer ser humano,
só você achou que isso não aconteceria.
Olhe para você mesmo,
digno de pena,
fazendo sempre a mesma coisa,
no mesmo lugar,
achando que tudo continuará do mesmo jeito,
impossível viver assim,
perceba,
tudo mudou,
entenda,
você está caindo,
nem o chão te suportará mais,
você passará por ele,
aí nem Deus poderá te segurar.


Aviso: A cópia de qualquer texto sem autorização expressa do autor constitui crime de violação de direito autoral, conforme o art.184 do código penal cominado com a lei nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998.

07 dezembro 2020

O Magnifico Templo Egípicio de Abu Simbel

Abu Simbel é um local arqueológico, abrangendo dois templos imensos de pedra no Egito a 290 km de Assuão.


Obra de arte esculpida durante o reino do Faraó Ramsés I, no século 13 a.C. em homenagem a si próprio e à sua esposa preferida Nefertari.

Nos anos de 1960 a construção de uma barragem inundaria a região e consequentemente o monumento ficaria submerso, então a UNESCO cuidou do seu translado para um local mais alto.

 




06 dezembro 2020

Projeto Valença Troca Livros no WhatSapp

Grupo Projeto Valença Troca Livros no WhatSapp direcionado para Valença RJ - Grupo para troca de livros - Grupo de incentivo à leitura.

Livro disponível para troca.

Podem marcar comigo através de mensagem ou endereço da loja parceira para troca de livros: Loja do Miúdo, Av. Nilo Peçanha 704 Valença RJ. Atendimento na parte da tarde com Bete, de 14 às 16h.

https://chat.whatsapp.com/BTggLV8bkDa89Bl1MUEf6J


Mosaico - Gilberto Monteiro

Poeta Valenciano, Presidente de Fundação Lea Pentagna.

Mosaico

Pedras, pessoas, palavras

e o tempo que passa...

Mosaico

nas pedras as cores

nas pessoas os amores

nas palavras flores e dores. 

05 dezembro 2020

A Delicada Arte Cretense

Contrariando todo tipo de arte existente no período pós-paleolítico, a arte da civilização Cretense ou Minoica, era pictórica, colorida e espontânea, fugindo ao formalismo geométrico que reinava naquele período. Durante todo tempo em que reinou o estilo geométrico abstrato, a arte Cretense evoluiu em separado, talvez por causa do culto e da religião desempenhar um papel secundário na vida dos Cretenses, ou talvez, quem sabe por essa civilização estar apenas voltada para o comercio e economia daquela ilha. O fato de o comerciante ser mais propenso as inovações e a mudanças, tivesse sido o diferencial que fez surgir essa arte

Apesar dessa arte ser ainda aristocrática e cortesã, ela estava nas mãos de artistas de origem humilde, patrocinados pelos poderosos, que praticavam o diletantismo e o divertimento, num estilo delicado e elegante, um estilo cavalheiresco, que favorecia o surgimento desse tipo de arte.

Comparada à arte Egipicia e Mesopotamica a arte Cretense é mais moderna. Esse caráter modernista talvez estivesse ligado à fabricação, tendo que produzir mais, o artista produzia obras praticamente em série, sem se preocupar com perspectivas ou sombras. Seria uma arte industrial, feita principalmente para o mercado exportador. O que em nada diminui o seu valor, como obra de arte.

fonte das imagens: mondopulpo.blogspot.com





























04 dezembro 2020

A Arte de Vicente Messias

Artesanato e Arte de Vicente Messias.


Há alguns anos venho tentando postar aqui o trabalho de Vicente Messias, expositor da Feira Hippie de Ipanema. Um artesão de qualidade, um verdadeiro artista, que transforma o imaginário da caatinga e da literatura em peças de ferro, bronze e cobre.


Suas peças são obras que refletem a vida de famosos personagens do folclore brasileiro e da literatura mundial, num processo que nos faz acreditar que os personagens tem vida própria, tamanha é a força que ele coloca em cada peça.

Esse vídeo encontrei no site www.feirahippieipanema.net 



Depois de um bom tempo esperando que o artista me mandasse algumas fotos do seu trabalho, consegui achar essa preciosidade e divido aqui com vocês. Nele o artesão explica sua técnica e mostra algumas peças em exposição na Feira Hippie de Ipanema.

03 dezembro 2020

Site Olho Vivo Entrevista Victor S. Gomez

O site Olho Vivo Entrevista Victor S. Gomez autor do livro "Universo Interior".

O que foi mais difícil para você ao escrever o livro? Ou todo o processo foi extremamente prazeroso?
Sinceramente, não tive nenhuma dificuldade em escrever esse livro, pelo contrário, foi bem fácil. Tudo saiu espontaneamente, como se ele já estivesse pronto há muito tempo, e esperasse apenas um gatilho que fosse acionado e liberasse um mar de palavras nas folhas do caderno. Tive muito prazer na hora de escrever, toda vez que terminava um conto, era como um degrau que eu subia. Sorria, chorava em determinados contos, foi muito bom.

É um livro de contos, certo? O que o leitor vai encontrar na sua obra?
É um livro de contos, realismo fantástico, hiper-realismo, ficção misturado com fantasia, mas dentro de um contexto social, de cidadania e reflexivo.
O livro "Universo interior" é formado por contos, onde são reveladas passagens de uma infância rica e cheia de fantasia, apresentadas por meninos que viveram em uma época em que tudo era possível, até mesmo acreditar que o improvável poderia ser realidade.
O livro nos remete a um passado não muito distante, de cidades interioranas, tranquilas, mas cheias de mistérios; e a um mundo interior que é o nosso interior, com problemas que não são revelados, mas que todos nós temos.
Um universo interior que pertence a todos, mas que só nós mesmos é que podemos administrá-lo.

Que análise você faz do mercado literário aqui na região, já que você é de Valença? As pessoas estão mais abertas ao trabalho dos autores locais? Ou ainda existe aquele certo preconceito de que não temos bons escritores?
Bom, só temos uma livraria, mas é a melhor, está em nível de Rio de Janeiro. Falo isso porque conheço várias livrarias do Rio e a daqui chega bem perto das melhores do Rio. Mas muitas coisas têm de ser feitas ainda, a nível de incentivo à leitura, tanto nas escolas, como em casa. Os pais precisam arranjar um tempinho para contar histórias para seus filhos, no futuro eles agradecerão muito, com certeza. Contar histórias preserva nossa cultura, conscientiza e estimula o crescimento pessoal de quem ouve.

Falar sobre preconceito é difícil. Fica muito mais fácil para as pessoas comprarem um livro, ou CD, ou seja lá o que for, que tenha sido divulgado pela maior emissora de TV do país, ou divulgado pelo artista tal dessa emissora, do que comprar o livro de um escritor de uma pequena cidade do interior. Não sei se isso é preconceito. Talvez o outro venha com mais informação, sei lá, pode impressionar mais quando já vem com "grife".

Leia o restante da entrevista no site Olho Vivo.

Com a amiga e Escritora Jô Coelho.

02 dezembro 2020

O Belo e Poderoso Artesanato Navajo


O artesanato dos índios Navajos é descrito como completamente honesto e apaixonado.  

A arte popular Navajo é muito pessoal, muitas vezes excêntrica, charmosa e reflete a vida rural. Autodidata os artesãos criam obras de tradições comuns, que fazem parte do cotidiano das pessoas. Cada peça encarna o amor pela arte que vem do artista individual e exprime a opinião Navajo do mundo e das pessoas, animais e espíritos dentro dela.  




Habilidosos artesãos com a madeira, os Navajos, também dominaram o trabalho com a prata no final do século XIX. Aproximadamente em 1872 um dos primeiros ourives Navajo, Atsidi Chon, comercializou obras em prata.

29 novembro 2020

Projeto Artesanato e Reciclagem

Artesanato e reciclagem, ou reaproveitamento de sucata, devem estar sempre ligados, dessa combinação muitas coisas boas podem surgir e isso também pode gerar bons lucros.

Reaproveitar o lixo pode trazer grandes benefícios para o meio ambiente, além de proporcionar boas ideias para peças artesanais. Aqui as rosas são feitas de garrafa PET, em um vídeo de passo a passo bastante explicativo.


Com um pouco de criatividade e reciclagem, você pode ajudar a mudar o mundo para melhor.

Reciclando garrafas PET, você evita que essas garrafas vão parar no lixo, poluindo ainda mais o meio ambiente. Além dos benefícios para o planeta, você ainda pode vir conseguir alguma renda extra e isso é muito bom.

Assista o passo a passo no vídeo da Artesã Pâmela Magalhães


fonte: http://bijupamelamagalhaes.blogspot.com.br/

28 novembro 2020

Grupo Projeto Valença Troca Livros no WhatSapp

Grupo Projeto Valença Troca Livros no WhatSapp direcionado para Valença RJ - Grupo para troca de livros - Grupo de incentivo à leitura.

https://chat.whatsapp.com/BTggLV8bkDa89Bl1MUEf6J

Livros disponíveis para troca.

Podem marcar comigo através de mensagem ou endereço da loja parceira para troca de livros: Loja do Miúdo, Av. Nilo Peçanha 704 Valença RJ. Atendimento na parte da tarde com Bete, de 14 às 16h. 


Leite Derramado - Chico Buarque

Um homem muito velho está num leito de hospital. Membro de uma tradicional família brasileira, ele desfia, num monólogo dirigido à filha, às enfermeiras e a quem quiser ouvir, a história de sua linhagem desde os ancestrais portugueses, passando por um barão do Império, um senador da Primeira República, até o descendente, garotão do Rio de Janeiro atual. Uma saga familiar caracterizada pela decadência social e econômica, tendo como pano de fundo a história do Brasil dos últimos dois séculos. A visão que o autor nos oferece da sociedade brasileira é extremamente pessimista: compadrios, preconceitos de classe e de raça, machismo, oportunismo, corrupção, destruição da natureza, delinquência.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Leite_Derramado


A Sétima Maldição Livro de Pedro Veludo

A Sétima Maldição é ambientado em um lugarejo "perdido" onde várias linhas narrativas correm paralelas: a paixão entre o personagem principal e uma jovem do lugar; os estranhos fatos que ocorrem setenta dias após Dona Eronquínea acordar com o maxilar inferior destroncado e a cabeça para os pés da cama; as descobertas e dificuldades de um autor, às voltas com a sua primeira obra de fôlego...

Beirando o realismo mágico, essas linhas se entrelaçam e enriquecem mutuamente, levando a um final surpreendente.

https://www.victorsgomez.com/2020/04/a-setima-maldicao-livro-de-pedro-veludo.html


O Repouso do Guerreiro - C. Rochefort

Literatura francesa. O repouso do guerreiro e a história de um alcoólatra inveterado e a submissão de Genieve a um amor sem limites que se desespera, aniquila e a destrói.

https://www.amazon.com.br/repouso-guerreiro-colecao-grandes-sucessos/dp/B004TIIJ20


O Fantasista - Hermán Rivera Letelier

O chileno Hernán Rivera Letelier, um dos escritores mais vendidos e premiados do Chile, fala do otimismo que sobrevive mesmo em meio à aridez de um lugar onde tudo acaba. Na trama, um inusitado time de futebol, formado por moradores de Coya Sur, uma das comunidades que sobrevivem da extração de salitre no deserto...

https://www.travessa.com.br/o-fantasista-1-ed-2008/artigo/fceb5ed8-3198-44b4-a12e-5c216c7a8e7d


Mosaico - Gilberto Monteiro

Poeta Valenciano, Presidente de Fundação Lea Pentagna.

Mosaico

Pedras, pessoas, palavras

e o tempo que passa...

Mosaico

nas pedras as cores

nas pessoas os amores

nas palavras flores e dores.

Passo a passo de como criar uma ONG