Postagem em destaque

O Projeto Valença Troca Livros Precisa de Ajuda

Ajude no Apoia.se: https://apoia.se/valencatrocalivros O Projeto Valença Troca Livros precisa de ajuda. Victor S. Gomez - Escritor, Ato...

03 setembro 2019

Entrevista com a Artista Plástica Maria José Marchiori - Por Victor S. Gomez

Novos e Grandes Talentos de Valença: 

"A beleza está onde nosso olhar alcança, principalmente quando olhamos com o coração." 

As pinturas rupestres eram uma arte que estava a serviço da vida. Não se sustenta a tese das pinturas serem apenas decorativa ou expressiva, inclusive por muitas dessas pinturas, encontrarem-se em locais muito escuros e de difícil acesso. Era preciso colocá-las em locais estratégicos, onde eram feitos rituais mágicos. A grande importância dessa arte é que ter a posse das imagens dos animais era como possui-los e assim a caça dos mesmos seria concretizada com sucesso.
A luz é o que nos faz enxergar, tira-se a luz e vem a escuridão, sem ela nada existe. Na antiguidade alguns filósofos gregos diziam que a luz saia dos olhos das pessoas e atingiam os objetos, que assim se tornavam visíveis para nós. Verdades e incertezas afligem a todos, e o que sabemos mesmo é que a luz é quem traz a beleza até nossos olhos, que, como um prisma nos mostra a enorme variedade de cores que nela existem.
Outra coisa que meche com o ser humano é saber, porque algo é agradável para alguns e não para outros. Nesse caso eu acho que é a identificação. Quando gostamos de algo é porque nos identificamos com o que vemos, sentimos, pode ser, uma música, uma escultura, um livro, ou uma pintura. Quando essa identificação não ocorre certamente não sentiremos nada. Isso acontece por causa da nossa formação, do que aprendemos pela vida, dos ensinamentos que recebemos, da formação que nossos pais e a escola nos passam. Bem, mas devemos mesmo é ampliar cada vez mais nosso olhar, observar com carinho o que nos propõem e o que nos oferecem os artistas de forma tão honesta. A arte é uma mistura não só de técnica, mas também de muitos sentimentos como amor, carinho, paz, e vontade de passar o melhor que o artista tem para as outras pessoas.


01- Sua paixão pela pintura vem de muito tempo? Fale aqui um pouco de sua formação e de seu trabalho.
Despertei a vocação artística na infância, sempre estava rabiscando figuras de todas as formas. Natural de Petrópolis, mas valenciana de coração, busquei me aprimorar através de cursos e em   Artes Plásticas na Universidade Geraldo Di Biasi em Barra do Pirai, onde a seis anos sou professora de artes. Quando comecei, escolhi trilhar o caminho da arte acadêmica por me apaixonar pela natureza e as paisagens, transitei por diversas técnicas do clássico ao contemporâneo e posso dizer que me encanta todos os estilos de artes. Permito explorar minha intuição e retratar temáticas variadas nas minhas telas. Atualmente o que me inspira é o cotidiano, as pessoas, as praças a natureza sempre, os casarões centenários que misturam o novo com o antigo em Valença, os vários ângulos que me deparo todos os dias na minha cidade. A luz, o colorido, nem sempre é a realidade, mas sim, formas e cores que eu gostaria que estivessem ali.

02- Você tem feito exposições em Valença. Você sente que seu trabalho tem boa receptividade em nossa cidade? 
Fazemos exposições anuais, e este ano será a 35° mostra que estaremos realizando. A cada ano podemos contar com mais de 100 obras e com a participação dos alunos do nosso curso de Artes. Através destes eventos que   promovemos, com visitação de grande público, podemos confirmar a grande aceitação e o reconhecimento do nosso trabalho. Assim divulgamos novos artistas, adultos e crianças participam com desenhos pinturas pasteis e aquarelas e telas. 



03- Muitos falam que em Valença não acontece nada, e muitas vezes se deslocam daqui para outras cidades em busca de eventos culturais. O que você acha dessa afirmação?
É importante   conhecer e preservar nossa memória, o patrimônio histórico, as raízes culturais e a nossa região também é muito rica em termos de arte. As manifestações artísticas de Valença estão presentes nas artes plásticas, artesanato, nas danças, músicas e na literatura através de nossos escritores, e fomentar a arte da nossa cidade é priorizar espaço e movimentos culturais, essas atitudes seriam primordiais para manter-se conectada ao progresso cultural e valorizar o artista. Nós valencianos não temos esta realidade.

04- Fale um pouco sobre sua escola de pintura. É boa a aceitação por parte dos moradores de Valença? 
O Atelier de Artes Marchiori iniciou suas atividades em 1985 em Valença, e em 2019, comemorou um marco especial, 34 anos de história e sucesso na formação de excelentes   artistas na nossa região.   
Como professoras de artes visuais, eu e a minha irmã Inez Marchiori, somos responsáveis por levar o conhecimento e técnicas artísticas, despertar a criatividade a pessoas de todas as idades através dos cursos de desenho e pintura, entre técnicas clássicas e contemporâneas.                                       
Nosso curso tem como objetivo, além de explorar o potencial artístico dos alunos, despertar seus talentos no desenho, potencializar as propostas inovadoras, buscar sua identidade artística e capacitar com as várias técnicas do acadêmico ao contemporâneo do grafite, aquarela, pastel e pinturas em tela e cerâmica em cursos Iniciantes ou Avançados. 
Nosso compromisso é desenvolver múltiplas competências em linguagens visuais nos diferentes contextos do desenho e da pintura, fomentando o universo criativo dos alunos e suas tendências em valorizar a cultura. Atelier fica na Silva Jardim 141, centro em Valença  



05- Seu curso de pintura é pago. Se você sentir que uma criança ou adolescente tiver uma vocação acima da média, mas não possui condições financeiras para pagar o curso, você daria uma bolsa para esse aluno? Você já pratica essa ação?
Sim, temos aulas toda semana de segunda a sexta feiras, na parte da manhã a tarde e à noite, Nesses 34 anos de existência do Atelier, graças a Deus, temos como proposta levar a arte a todos, pois a arte é toda forma de expressão e manifestação do ser humano. Arte está ligada principalmente a sensibilidade e colocar em prática de alguma forma são muito saldáveis, como terapias, e traz em si uma forma de expressar todos os sentimentos. Desta forma projetos sociais são tão importantes e se confundem com os culturais. 
                               
06- Enumere aqui algumas exposições, indicações, prêmios se os tiver:
Participei mais de 35 exposições de Artes catalogadas além das individuais que  promovi ,  nas quais  obtive 12 premiações em medalhas de ouro prata bronze e menções honrosas , entre outras a  Mostra de Artes Plásticas  do Estado do Rio de Janeiro no Teatro Nacional de Brasília-Sala Vila Lobos; Bienal brasil/Japão no Rio de janeiro;13°Salão de artes Plásticas  28°batalhão militar em Volta Redonda ;Mostra Internacional do século XX ABD MEC Rio de Janeiro; Galeria TV rio Sul Resende ;Associação Brasileira de Artes Visuais  Rio de Janeiro; Salão SPEP-Sociedade Petropolitana de Pintura -Palácio de Cristal  –Petrópolis ;Bienal Nacional de Santos Artes Visuais Santos  São Paulo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG