21 abril 2019

Novos e Grandes Talentos de Valença: Anderson Thomé - Por Victor S. Gomez

A Luta pela Cultura e seu Caminhar

Tudo é mais difícil quando não se tenta realizar, Anderson Thomé é uma dessas pessoas que lutam pela cultura, muitas vezes anonimamente, mas não esquecem que o futuro é amanhã de manhã, por isso trabalha sem cansar, dia a dia para tornar seus sonhos realidade, pega no pesado e não reclama e sempre com um sorriso no rosto, que faz com que quem está ao seu lado acredite também que o impossível é apenas uma palavra, ou seja, impossível é apenas o que não temos vontade de fazer.

Anderson da Silva Thomé, Ator, figurinista, cenógrafo, produtor cultural, luthier, artista plástico, desenvolveu de 2009 até 2013 no Hospital Escola um projeto cultural dos mais significativos, o Psicoart, projeto com palhaços que levava alegria às crianças e adultos internados naquela instituição e também para o abrigo de idosos aqui de Valença
Um trabalho incrível de sensibilização, que tinha como retorno a receptividade e o carinho daqueles que eram visitados pelo grupo de palhaços.



O grupo tinha em média 06 pessoas, jovens e adultos valencianos e chegou a ter 42 pessoas que faziam um rodizio nas apresentações. Eu mesmo acompanhei e fotografei algumas dessas apresentações, que foram recebidas por crianças internadas no Hospital Escola, todas muito alegres e felizes com o carinho trazidos pelos palhaços do Psicoart.

Ajuda para o projeto foram poucas, teve a do Professor Rodrigo da Clinica Santa Clara, que doou todos os Jalecos para os palhaços, a Sonia da loja do Enir ajudou muito com as maquiagens e teve também o sentimento que todos devemos ter, para podermos superar todas as dificuldades de quem trabalha com intuito de ajudar ao próximo: O amor e dinheiro do próprio bolso.



Anderson Thomé fala que tem guardado cerca de 6.00 fotos que foram tiradas por ele e por amigos do Psicoart, em datas comemorativas como Natal, dia das crianças, páscoa, dia dos pais e de todas as visitas que eram feitas pelo projeto. O intuito  do grupo era a ideia de passar humanização, de fazer com que elas lembrassem que não estavam sozinhas, de alegrar o espírito dos doentes, e tentar através da alegria ajudar a todos na recuperação.

Hoje o Ator Anderson está trabalhando na UGB, na função de Responsável Técnico do teatro, na iluminação, produzindo toda cenografia, figurino e todo o trabalho artístico da Faculdade, no Programa Arte, Educação e Cidadania. Anderson começou no teatro da UGB como voluntário, depois passou a ser remunerado por seu trabalho e hoje é contratado pela Fundação para realização desse trabalho.



O Ator Anderson Tomé também teve uma grande participação na Secretaria de Cultura de Valença, no período de 2012 à 2016, onde desenvolveu alguns projetos artísticos como cenógrafo, que culminou com o Auto de Natal, a encenação da Paixão de Cristo, que teve a participação mais ou menos 60 moradores do Cambota. Além disso teve participação nos projetos que foram desenvolvidos pela equipe de projetos da Secretaria, assim como no Natal Iluminado, no Grade Cultural e no Projeto Canta Clementina.

Um dos sonhos do Ator Anderson tomé é que o Teatro Rosinha de Valença, recuperado pela Prefeitura de Valença, volte a funcionar a todo vapor. Faltam apenas alguns ajustes, como: Iluminação, aparelhagem de som e cadeiras para o público. O Ator já teve uma conversa com o Vice-Prefeito Hélio Suzano e com o Agente Cultural Leo, para ver da viabilização desse material, buscando uma parceria com as empresas locais.

Passo a passo de como criar uma ONG