Postagem em destaque

O Projeto Valença Troca Livros Precisa de Ajuda

Ajude no Apoia.se: https://apoia.se/valencatrocalivros O Projeto Valença Troca Livros precisa de ajuda. Victor S. Gomez - Escritor, Ato...

04 março 2019

Literatura - A chuva me Lava da Cabeça aos Pés

Pensamentos que Penso ser Poesia
Não me considero um poeta, mas algumas coisa que escrevo soam com poesia, são pensamentos poéticos. Algo que de tanto explodir dentro de mim, abriu um buraco e conseguiu sair, indo parar em um pedaço de papel. Textos saídos da alma, de lugares esquecidos da mente, pedaços do meu coração jogado na tela de um computador. Pensei em chamar isso de: Pensamentos que Penso ser Poesia.


A chuva me Lava da Cabeça aos Pés - Victor S. Gomez - Escritor

Já posso ver a tempestade se aproximando,
já posso sentir o cheiro da terra molhada,
algo me diz,
que essa chuva mudará tudo.
Gostaria de entender mais sobre as pessoas,
sobre o que elas pensam,
sobre o que elas acham da vida,
e da chuva.
Será que elas veem tudo do mesmo jeito que vejo?
Será que as formas são as mesmas?
Será que as cores são as mesmas?
Será que elas veem os pássaros como eu os vejo?
Com seus voos rasantes?
Suas cores intensas?
Mas a chuva não para de se aproximar.
É o céu descendo sobre a terra, 
e o negro das nuvens é sim o mais negro que já vi.
Os riscos que iluminam o céu já começou,
mostrando o contorno das árvores,
e a tempestade se aproxima.
Já posso ver a tempestade se aproximando,
já posso sentir o cheiro da terra molhada,
algo me diz,
que essa chuva mudará tudo.
Se toda mudança fosse renovação,
viveríamos bem melhor.
E a chuva cai,
cada vez mais perto.
Já posso tocá-la,
e ela me molha.
Ei amigo venha, 
me acompanhe nessa dança na chuva,
o que pode ter de melhor,
dançar na chuva não é para os sãos,
os loucos e as crianças sabem disso.
E vou vivendo,
seguindo o caminho da chuva, 
sempre alegre,
sempre florido,
nada mais me importa.
Adoro a chuva batendo na janela, 
que barulho bom.
E as nuvens se torcem,
se contorcem,
e a chuva vem mais forte,
sempre batendo com força no meu rosto,
e escorre pelo meu corpo,
e penetra no solo,
e traz vida para todos, 
e nos alimenta,
e nos cuida, 
e nos faz cada vez mais felizes.
E a tempestade cai,
Já posso ver a tempestade se aproximando,
já posso sentir o cheiro da terra molhada,
algo me diz,
que essa chuva mudará tudo.
Se toda mudança fosse para melhor,
viveríamos mais felizes.


Aviso: A cópia de qualquer texto sem autorização expressa do autor constitui crime de violação de direito autoral, conforme o art.184 do código penal cominado com a lei nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998.

Passo a passo de como criar uma ONG