Pesquise Modelo de Projeto Social

28 fevereiro 2019

Projeto Musical

Projeto encaminhado à Prefeitura de Valença em 2012, que culminou no show de Marko Andrae, Namay Mendes e Euclides Amaral em Valença - RJ.

Proposta de Evento à ser realizado na Galeria Arte Cultura.

Sabendo da preocupação da Prefeitura de Valença com a situação dos artistas de nossa região e do o empenho de funcionários do setor de comunicação da prefeitura nesse sentido, venho propor a criação de um evento musical e literário nas dependências da Galeria Arte Cultura de Valença.

Objetivo do evento

Promover a troca de experiências e informações com artistas da região de Valença.

Provocar a união das várias modalidades artísticas e promover o intercâmbio de artistas regionais com artistas da capital do Estado do Rio de Janeiro.

Intercâmbio com o Quilombo São José para apresentação de Jongo durante o evento.

Abrir um leque de possibilidades para que a população de nossa região comece a se interessar mais pelos eventos  artísticos.

Proporcionar uma visão mais ampla das artes para desenvolver o gosto pelas atividades artísticas e com isso revelar novos artistas em nosso município.

Com esse intuito venho solicitar parceria com a Prefeitura Municipal de Valença, acreditando que ambos os lados estarão contribuindo com o amadurecimento cultural de nosso município e com o crescimento do turismo em nossa cidade.

Evento que pretendemos realizar:

Show de música com o Marko Andrade e Namay Mandes.

Apresentação de poesias do escritor Euclides Amaral e do seu livro "Alguns Aspectos da MPB".

Necessidades mínimas para a vinda dos artistas:

Conseguir patrocínio para estadia e alimentação dos artistas.

Quanto à aparelhagem, são quatro microfones duas caixas de som e uma mesinha de 12 canais.

Público Alvo:


População da cidade de Valença



26 fevereiro 2019

Literatura - Olhe para Você Mesmo

Pensamentos que Penso ser Poesia
Não me considero um poeta, mas algumas coisa que escrevo soam com poesia, são pensamentos poéticos. Algo que de tanto explodir dentro de mim, abriu um buraco e conseguiu sair, indo parar em um pedaço de papel. Textos saídos da alma, de lugares esquecidos da mente, pedaços do meu coração jogado na tela de um computador. Pensei em chamar isso de: Pensamentos que Penso ser Poesia.



Olhe para Você Mesmo - Victor S. Gomez - Escritor

Olhe para você mesmo,
o que você vê diante do espelho?
Um rosto turvo como uma noite de dor?
que imagem triste,
o tempo passou,
só você não se deu conta,
mesmo que caia de joelhos,
não importa,
o que você fez foi errado.
Olhe para você mesmo,
que triste figura,
pedaços carcomidos por todo lugar, 
dores que se espalham,
que tomam todo seu corpo,
talvez um dia você não se reconheça mais,
nem mesmo que digam seu nome,
você não saberá quem é,
seu dia se aproxima,
você envelhece como qualquer ser humano,
só você achou que isso não aconteceria.
Olhe para você mesmo,
digno de pena,
fazendo sempre a mesma coisa,
no mesmo lugar,
achando que tudo continuará do mesmo jeito,
impossível viver assim,
perceba,
tudo mudou,
entenda,
você está caindo,
nem o chão te suportará mais,
você passará por ele,
aí nem Deus poderá te segurar.


Aviso: A cópia de qualquer texto sem autorização expressa do autor constitui crime de violação de direito autoral, conforme o art.184 do código penal cominado com a lei nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998.

22 fevereiro 2019

Como Captar Recursos no Exterior para Projetos Sociais III

Continuação da postagem: Como obter recursos no exterior II

Somente com uma boa capacitação é que você poderá gerir um bom projeto.



Como obter financiamento para projetos em países da Europa

Por Carla Cristina Daher

- Preâmbulo

- Elaboração do projeto

- Identificando o tipo de parceiro e envio de projeto

- Dicas fundamentais

- Lista de parceiros em potencial



Identificando o tipo de parceiro e envio de projeto

Antes de ler esse artigo recomendo a leitura dos textos  “Preâmbulo” e “Elaboração do projeto” anteriormente postados aqui.

Após a confecção do seu projeto faz-se necessária a busca do investidor, patrocinador, financiador pela internet, caso você não disponha de contatos no exterior.

Existem inúmeras fundações/instituições que publicam seus calendários de recebimento de projetos pela internet. É preciso porém obedecer a todas as regras impostas, inclusive quanto as datas de entrega.
Lembrando...a maioria dos europeus não conhece o “jeitinho” brasileiro, os que conhecem não apreciam essa “qualidade”.

Faça uma busca intensiva por tipo de projetos, sejam eles educacionais, ambientais, culturais, emergenciais, prevenção à doenças e assistência.

Após o envio do seu projeto (em alguns casos você enviará apenas o resumo), a instituição contactada sinalizará seu recebimento. Fique atento e vigie sua caixa de spam para que você não perca uma boa oportunidade.


Caso seu projeto (ou o resumo dele) interesse à instituição, você será novamente contactado para que possa explicá-lo mais detalhadamente.
Dicas fundamentais

1- Fique atento ao calendário de recepção de projetos pela internet;

2- Não “enrole” seu parceiro em potencial com textos subjetivos;

3- Não fale de você como ator central nem se você for figura de reconhecimento internacional porque se for o caso, você deve apresentar-se como “embaixador” da instituição pleiteante, não como proponente;

4- Apresente seu projeto com textos cujo “tempo” dos verbos apresentem-se no infinitivo e no presente;

5- Não coloque as famosas “gorduras” no seu projeto, a taxa administrativa não deve exceder a 10% (teto máximo a ser seguido à risca);

6- Não comissione ninguém, lembre-se, a função de  uma organização não governamental é atender uma necessidade cultural, educacional, ambiental das pessoas carentes da sua sociedade.Comissionar é pagar a alguém para que venda a miséria humana. Não transforme seu público alvo em produto, trate-os com respeito e sem assistencialismo;

7- Se acaso tiver que lançar mão de prestação de serviços para a confecção e ou acompanhamento do seu projeto, inclua os serviços nos custos da sua instituição, não no projeto.

8- Salários administrativos não são objeto de projetos (salvo de determinados técnicos envolvidos) e seu parceiro em potencial deve inclusive, receber o curriculum vitae do técnico envolvido no projeto com antecedência.

9- O parceiro internacional não financia o funcionamento da sua instituição, o que “sustenta” uma organização não governamental são campanhas, eventos, doações, editais, etc.

Listo aqui alguns dos parceiros em potencial (na França) que recebem projetos brasileiros pela internet:



Fundação Loreal

Fundação Air France

Fundação Principe Alberto de Mônaco

Fundação ACCOR

Fundação Carrefour

Caso você não domine a lingua francesa, muitos desses sites tem links para a versão em inglês.

Desejo à todos boa sorte e que todos sejam vitoriosos em seus pedidos internacionais !

19 fevereiro 2019

Literatura - O Escritor

Pensamentos que Penso ser Poesia

Olha, o quanto eu pensei antes de postar isso aqui, ninguém imagina. 

Acho que vou começar a postar meus escritos aqui, como se fosse uma série. Não sei, de vez em quando um texto novo. Pode ser que fique legal. Não me considero um poeta, mas algumas coisa que escrevo soam com poesia, são pensamentos poéticos. Algo que de tanto explodir dentro de mim, abriu um buraco e conseguiu sair, indo parar em um pedaço de papel. Textos saídos da alma, de lugares esquecidos da mente, pedaços do meu coração jogado na tela de um computador. Pensei em chamar isso de: Pensamentos que Penso ser Poesia.

Só não reparem, é apenas um experimento.



O escritor se tortura, 
se expõe, 
tira leite de pedra, 
e chora, 
e se xinga, 
faz de tudo um pouco, 
muito mais do que pode. 
Ele traça novos caminhos, 
as vezes perde a estribeira e até o caminho. 
Coloca no papel o que pensa, 
mas nem sempre acerta, 
mas mesmo assim se rasga, 
se contorce, 
dilacera sua alma, 
se torna protagonista em muitas histórias, 
trazendo à tona as reminiscências dessa e de outras vidas. 
Se faz fraco, 
as vezes até parece forte, 
mas deseja com tal intensidade que todos o entendam, 
as vezes até consegue, 
outras não. 
Sua verdade pode ser ambígua, 
mas o amor que coloca em suas palavras é verdadeiro.

Aviso: A cópia de qualquer texto sem autorização expressa do autor constitui crime de violação de direito autoral, conforme o art.184 do código penal cominado com a lei nº 9610 de 19 de fevereiro de 1998.

18 fevereiro 2019

Ricardo Salles Precisa Sair do Ministério do Meio Ambiente

Precisamos der pessoas honestas, inteligentes, que ajudem a preservar esse bem maior que é o nosso meio ambiente, pessoas que conheçam seus problemas, que conheçam os que lutaram para preservá-lo. Que tenham compromisso com o povo, pois são funcionários da população brasileira. Precisamos de menos corruptos no governo, que protejam nossas riquezas e não que as embolsem. Ajude a colocar esse cidadão para bem longe do nosso meio ambiente.

Ricardo Salles, Ministro do Meio Ambiente, foi condenado por improbidade administrativa e teve os direitos políticos suspensos por três anos. A sentença, proferida pelo juiz Fausto José Martins Seabra, determina ainda o pagamento de uma multa e a "proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios." A condenação é resultado de uma ação civil pública ambiental e de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público de São Paulo em maio do ano passado. Salles ocupava então o cargo de secretário estadual do Meio Ambiente do governo de Geraldo Alckmin (PSDB).

A ação está hoje no STF uma vez que Ricardo Salles ganhou foro privilegiado.

https://epoca.globo.com/a-ignorancia-de-ricardo-salles-ministro-do-meio-ambiente-sobre-chico-mendes-23452042

16 fevereiro 2019

Como Captar Recursos no Exterior para Projetos Sociais II

Continuação da postagem: Como obter recursos no exterior.

Somente com uma boa capacitação é que você poderá gerir um bom projeto.

Carla Cristina Daher

Como obter financiamento para projetos em países da Europa

Por Carla Cristina Daher
Elaboração do projeto

Gostaria de “abrir” esse texto retificando o anterior.

Há poucas horas foi anunciado o salto do Brasil para a sexta potência econômica mundial, o que vai tornar ainda mais difícil a busca de recursos na Comunidade Européia se seu projeto não conseguir contextualizar exatamente o problema que o objetiva e a necessidade de recursos para executá-lo.

Provar aos “bailleurs de fonds” (investidores) a desigualdade social e a massa de pobreza existentes em todos os países emergentes passa a ser a partir de então, tarefa para técnicos ainda mais especializados e talentosos na arte da escrita e do detalhamento, sem que a leitura de seu projeto torne-se cansativa.


A elaboração de um projeto obedece a etapas e seu conteúdo deve mostrar as reais necessidades de seu público alvo não esquecendo principalmente das perguntas-chave que seu financiador fará ao deparar-se com o material apresentado.

•    Quem está apresentando o projeto, conhece as reais necessidades do público alvo ?
•    O público alvo deseja realmente transformar sua realidade ?
•    Existe alguma liderança associativa envolvida no projeto ?
•    Qual a perenidade de seu projeto ?
•    Existe a possibilidade de se criar multiplicadores ?
•    Qual o interesse do seu projeto para a comunidade ?
•    Seu projeto altera ou tenta transformar costumes culturais ?

Não adianta alimentar o sonho de que basta contextualizar a miséria social que seu parceiro investidor europeu “sonhará o seu sonho”.

Partindo do princípio que o “Bailleur de fonds” é um parceiro em potencial, ele precisa estar a par de todos os detalhes dos outros parceiros e da sua instituição. Ninguém aposta em parcerias no escuro.

•    Qual é o estado da “saúde” financeira desse parceiro ?
•    A imagem do parceiro nacional coaduna com a imagem da sua instituição ?
•    Qual é a imagem que o púlico em geral tem do seu parceiro nacional ?
•    Os parceiros nacionais apresentados são idôneos ? 

Você precisa ser convincente, realista e acima de tudo TRANSPARENTE. Deve também gozar da simpatia das pessoas que conhecem a sua instituição. Isso não é primordial mas é certamente um “plus” bastante positivo, pois quando um parceiro investidor se interessa pelo que lê em seu projeto ele certamente procura informações sobre a sua instituição nos meios mais variados, dentre êles, rêdes sociais, sites correlatos, participações em eventos, etc.


Lembre-se, eles entrarão em contato com os parceiros que você citou no seu projeto; portanto, evite a “livre criação” para que sua instituição não “caia” no descrédito e consequentemente seu projeto não “caia” na lixeira mais próxima do analista de projetos. Um “bailleur de fonds” recebe milhares de projetos diariamente, muitos vêm do planeta “Pinóquio”, outros apresentam qualidade e obedecem aos critérios estabelecidos.

Uma segunda análise é feita e elimina de vez os projetos duvidosos, inviáveis.

Outro elemento de extrema importância, os custos não devem conter centavos e devem ser apresentados na moeda do seu parceiro internacional em potencial. Não superfature seu projeto pois se acaso for aprovado, o “bailleur” estará acompanhando futuramente cada etapa da sua execução ou enviará pessoal especializado para analisar as contas com sua instituição em períodos acordados.

1ª Etapa:
Breve apresentação da sua instituição;
Identificação da problemática;
Localização da execução do projeto;
Contexto político local;
Apresentação da solução.

2ª Etapa
Discriminação do projeto
a- Material necessário
b- Pessoal técnico envolvido

3ª Etapa
c- Cronograma de execução;
d- Custos do projeto (com os respectivos anexos – orçamentos justificando custos);
d- Cronograma de despesas.

Apresentaremos na próxima edição os “passos” para a apresentação do projeto aos financiadores em potencial.

13 fevereiro 2019

Lugar de Lixo é no Lixo

Outro dia andei quilômetros com um pequeno papel amassado na mão, até encontrar um lugar para jogá-lo fora. É cansativo? É. Confesso que pensei em jogá-lo em qualquer lugar, mas firmemente consegui levá-lo até encontrar uma cesta de lixo e jogá-lo nela. Aprendi com uma pessoa amiga há vários anos atras que isso não se faz. Também vi na TV várias campanhas sobre isso. Lugar de Lixo é no Lixo. Até fizemos um projeto com adolescentes na ONG CECI que fundei em Seropédica. Se eu aprendi qualquer pessoa pode aprender também. Caso não queira ficar com o papel na mão, que tal levar uma sacolinha plástica e ir colocando o lixo dentro dela e depois a sacolinha na bolsa, ou mochila até um lugar onde possa deixá-la. Sinto muito pelas pessoas que não conseguem aprender, algumas não aprenderão nunca porque acham que tem de dar trabalho ao lixeiro. Confesso que aqui em Valença são poucas as lixeiras espalhadas pelas ruas, mas não por causa de descaso da Prefeitura, mas por causa dos vândalos que as quebram, arrancam, destroem. Uma fiscalização mais forte devia se fazer presente, principalmente na madrugada, hora em que os vândalos atacam. Muitas vezes quando estou na rua dos Mineiros com o Valença Troca Livros, cato o lixo que algumas pessoas largam pelo chão. No mais é isso, mais lixo no lixo, ruas limpas, povo saudável. Valença merece o nosso cuidado.


Trupe da Leitura - Campanha contra o lixo

A Trupe da Leitura foi um projeto de incentivo à leitura realizado em Seropédica em 2001, pelo Centro Cultural Criança Cidadã (CECI). O CECI implantou a primeira biblioteca comunitária do município de Seropédica.

12 fevereiro 2019

Boa viagem, Ricardo Boechat!

Morreu não me parece a palavra correta, existem outras palavras que se encaixariam melhor aqui, deixo aos amigos que escolham a melhor forma de descrever o que aconteceu. Não sou um grande autor, mas me considero alguém que pode falar sobre esse assunto. Eu o assistia pelo Facebook, ou pelo Youtube no Jornal da Band, que começa todos os dias às 7:30 da manhã, as vezes perdia, mas ouvia depois o noticiário horas mais tarde, pois ele é disponibilizado pela Band no seu canal do youtube. O Que eu quero dizer é que esse camarada, acho que posso chamá-lo assim, pois ele era mesmo um camarada, um boa praça, uma pessoa do bem. Admirado por todos que o conheciam. Apesar de discordar de algumas de suas posições, eu o admirava, pela força e inteligência. Ricardo Boechat, que falta você vai fazer nas nossas manhãs, nas manhãs de todos que o ouviam. Mesmo aqueles que só escreviam abobrinhas nos comentários, irão sentir, e muito. Não só uma boa pessoa, mas um verdadeiro monstro naquilo que fazia. Um dos maiores jornalistas do Brasil. Muitas coisas aprendi com ele, até mesmo checar todas as noticias que me mandam, duas, até três vezes. Como ele mesmo dizia: "Toca o barco".

As melhores pessoas não deixam somente lembranças, deixam marcas no coração. Boa viagem, Ricardo Boechat! Victor S. Gomez

11 fevereiro 2019

Como Captar Recursos no Exterior para Projetos Sociais I

Um ótimo texto sobre como captar recursos no exterior. Não é fácil, mas não impossível.

Somente com uma boa capacitação é que você poderá gerir um bom projeto.

Carla Cristina Daher é Vice-Presidente fundadora e Presidente executiva da Association Enfants d’Amazonie AEDA, organização não governamental de solidariedade internacional, cuja sede encontra-se  em Chessy, França.


Como obter financiamento para projetos em países da Europa

Por Carla Cristina Daher

Preâmbulo –

Apresentar um projeto social requer antes de tudo que a estrutura da sua instituição esteja organizada, que os membros administrativos estejam preparados para prestar contas de acôrdo com o calendário estipulado entre as partes e que os membros executivos estejam preparados para aceitarem interferências do financiador.

O Brasil hoje figura entre os países do BRICs (Brasil, ĺndia, Rússia e China) e goza da fama de 8ª potência mundial. Os grandes investidores voltaram-se para a África e países do leste Europeu. O que torna ainda mais difícil a aprovação de um projeto originado do Brasil.

Se sua organização é jovem e ainda não comprova 3 anos de criação e ainda não executou projetos, as chances de êxito do pedido de financiamento serão bastante reduzidas.

Existem algumas instituições financiadoras que coparticipam em percentuais de até 50% do seu projeto, ainda que sua instituição seja debutante, mas há degraus à galgar principalmente se o projeto em questão não estiver focalizado no que eles pretendem financiar.


Nomenclaturas de organizações não governamentais –

A figura legitimada do trabalho humanitário surgiu na França em 1901, sofrendo alterações de acôrdo com os contextos apresentados durante cada catástrofe natural e  guerras inter-nações e mundiais.

Nos países Europeus as nomenclaturas diferem das nacionais. Uma organização não governamental pode ser uma ONG, uma Fundação, uma Associação. A figura da OSCIP  não é conhecida. Mas isso não consiste em impedimento.

Existe uma equivalência que pode servir de base para que o pleiteante saiba como os financiadores “entendem” sua instituição:

ONG – Associação (de solidariedade nacional ou internacional)cujo exercício financeiro (doações, renda em eventos, venda de produtos pertinentes à causa da qual defendem, etc.) esteja acima do patamar de 132 mil euros/ano.

ASI – Associação de solidariedade internacional cujo exercício financeiro anual não excedeu o patamar citado acima.

Associações – são organizações não governamentais que promovem o bem estar social local ou regional, seja desenvolvendo projetos de média e longa durações ou fazendo assistência pontual.

Exemplo: Association du Coeur (Associação do Coração) – promove por meio de arrecadação de alimentos, refeições para pessoas de baixa ou nenhuma renda.

Fundação – Só existem 2 maneiras de se registrar uma organização não governamental com a nomenclatura de “Fundação”.

a-    Fundação empresarial;

b-    Fundação criada por família de pessoa que tenha sido figura proeminente ou afortunada,cujos bens seriam no todo ou em parte, doados à instituição nascente.


Tipos de organizações não governamentais –

Desenvolvimento – São aquelas cujos projetos apresentam a perenidade média mínima de 1 ano e deixam em seu “rastro”, a consolidação do trabalho por meio de multiplicadores locais;

Emergenciais – São aquelas cujo trabalho é o de minimizar as consequências de catástrofes (Cruz Vermelha, Médicos Sem Fronteiras).

Se após ter lido essa resumida explicação você ainda pretende apresentar um projeto às financiadoras europeias, minha sugestão é que acompanhe os artigos que serão postados periodicamente.

Esse artigo nao pretende ser um curso, ou um “passo-a-passo” pois há empresas altamente preparadas no mercado para assisti-lo.

Quero lembrá-los principalmente que a figura do captador de recursos comissionado é proibida na Europa. Seu captador deve ser membro da sua instituição.

10 fevereiro 2019

Edital 2019, Projetos para Brumadinho

Está aberto o edital para projetos em Brumadinho
Inscrições até 15 de março de 2019.
brazilfundation.org

BrazilFoundation lança Edital de seleção para financiamento de iniciativas sociais
na região de Brumadinho
Os recursos serão mobilizados por meio da campanha {abrace Minas Gerais}

Em resposta ao desastre em Brumadinho, em Minas Gerais, a BrazilFoundation lança chamada pública para seleção de organizações que atuam diretamente com a população da região. O edital vai selecionar entre 4 (quatro) e 6 (seis) iniciativas com propostas que contribuam para o atendimento das populações das regiões afetadas bem como o desenvolvimento econômico e fortalecimento da comunidade local a médio prazo. As inscrições devem ser feitas pelo site BrazilFoundation de 1º de fevereiro a 15 de março de 2019.

A BrazilFoundation vai oferecer duas linhas de financiamento: Investimento de até R$ 30 mil para grupos e coletivos com menos de dois anos de formalização que tenham registro MEI; e Investimento de até R$ 60 mil para organizações sem fins lucrativos estabelecidas no Brasil com CNPJ há mais de dois anos. As áreas de atuação contempladas pelo edital são Educação e Cultura, Saúde e Bem Estar, Direitos Humanos e Participação Cidadã e Desenvolvimento Socioeconômico.


A BrazilFoundation é uma organização internacional, com sede em Nova York e escritórios no Rio de Janeiro e Miami, cuja missão é mobilizar recursos para ideias e ações que transformam o Brasil. Para isto, trabalha com líderes, organizações sociais e uma rede global de apoiadores para promover igualdade, justiça social e oportunidades para todos os brasileiros. Há 18 anos a BrazilFoundation promove um processo de seleção de projetos de organizações sociais que tenham atuações estruturantes na promoção da transformação social e equidade no Brasil.

Este edital pretende selecionar entre 4 e 6 iniciativas que contribuam para o atendimento das populações das regiões afetadas bem como o desenvolvimento e fortalecimento local a médio prazo.

Entendemos desenvolvimento local como um processo de transformação da economia e da sociedade local, orientado para superar as dificuldades e os desafios existentes por meio de ações protagonizadas por agentes locais.

Convidamos organizações e empreendedores sociais a apresentarem suas propostas durante o período de 1 de fevereiro a 15 de março de 2019, nas seguintes áreas de atuação:

Educação e Cultura: Complementação Escolar e Esportes; Formação para o Mercado de Trabalho; Educação Financeira e Empreendedorismo; Qualificação de Professores; Arte e Cultura como Instrumento de Transformação Social; Comunicação comunitária Tecnologias Digitais; Apoio à Educação para a Primeira Infância.

Saúde e Bem Estar

Direitos Humanos e Participação Cidadã: Acesso a Direitos; Articulação comunitária; Advocacy; Controle Social; Fortalecimento de Lideranças.

Desenvolvimento Socioeconômico: Geração de Renda; Empreendedorismo; Expansão de Acesso a Mercado; Manejo Sustentável de Recursos; Agricultura Familiar; Fortalecimento de Vínculos Comunitários.

Oferecemos financiamento em dois níveis:

1. Investimento em Startups Sociais ou MEI (até R$ 30 mil) para grupos e coletivos, sendo necessário que um dos membros possua um registro de MEI; ou para startups sociais com menos de dois anos de formalização;
2. Investimento em Projetos e Apoio Institucional (até R$ 60 mil) para organizações da sociedade civil, não governamentais de direito privado e sem fins lucrativos, estabelecidas no Brasil com CNPJ há mais de dois anos.

Além do apoio financeiro, a BrazilFoundation realiza um encontro de lideranças que promove aprendizagem entre pares e disponibilização de conteúdos que contribuam para o aprimoramento de processos de gestão das organizações.

07 fevereiro 2019

Victor e as Baratas

Nem ler o livro "A Metamorfose" de Kafka, ou ver o filme "Joe e as baratas", aliviou um pouco o pavor que eu sinto por elas. Acho que é um trauma de criança, quando uma barata subiu na minha perna quando eu estava na escola, aquela sensação fria, como se fosse uma gota de água escorrendo pela minha perna eu jamais esquecerei. No prédio em que eu morei, no subúrbio do Rio, existiam baratas de todos os tipos. Penso que elas tomarão conta do mundo depois que nós nos extinguirmos. Há muito tempo li que nem a radiação as mata. Hoje percebo como está difícil matá-las, há tempos atras não era tão difícil assim. Hoje percebo que elas correm mais do que quando eu era criança. E para conseguir que elas realmente morram, porque algumas até fingem que morrem, é preciso que se arranquem suas cabeças. Serão elas os novos Hillanders? É o mundo mudou. Não sei se como no livro de Kafka, nós nos transformaremos em baratas, alguns políticos já estão bem parecidos com elas, são horrendos, asquerosos e me dão nojo, alguns Youtubers também estão indo pelo mesmo caminho, dizendo que Stalin ganhou dois Prêmios Nobel da Paz, mas acho que as baratas não são tão burras assim. Alguns anos atras tentei vencer meu medo de baratas, pegando-as pelos bigodes, até consegui, mas não me arrisco fazer isso agora. O mundo está mudando, evoluindo, as especies evoluem, e porque não as baratas. 



04 fevereiro 2019

Projeto para Sala de Informática

Esse projeto nos possibilitou implantar  um curso de informatica na ONG que fundei em 2002 , em Seropédica. O projeto foi aprovado pelo CDI - Comitê pela Democratização da informática, que nos enviou 10 computadores e uma impressora. Com alguns recursos próprio, compramos um ar condicionado e 10 mesas e cadeiras, além de um quadro branco, que nos ajudou na criação do nosso curso de informática.



Projeto para Sala de Informática

1. Descrição do plano da Equipe da Escola

a) Objetivos da Escola:
Nosso objetivo é desmistificar a informática para crianças e adolescentes, fornecendo-lhes conteúdos teóricos e práticos, onde os mesmos estarão capacitados para acompanhar a evolução dos softwares no mercado de trabalho. Inicialmente o projeto se constituirá de um Curso Básico de Informática, onde serão ministradas aulas de WINDOWS, WORD, EXCEL, POWER POINT e a interatividade com a INTERNET. Com o curso de informática estaremos capacitando estes jovens e aumentando suas perspectivas para o futuro, além de criarmos estímulos para que os valores éticos e profissionais sejam por eles assimilados. Nossa proposta é articular ações e executar serviços de orientação, apoio e promoção social dos participantes e seus familiares que estão no processo de exclusão social, viabilizando um trabalho de caráter preventivo e transformador através do módulo de atividades.

b) Local e Horário de funcionamento
As aulas serão na sede da nossa entidade e o funcionamento será de segunda a sexta pela manhã e à tarde (das hs e de hs) e aos sábados (de às hs), para melhor abrangência do projeto. O curso será de quatro meses, com duas aulas por semana e uma hora de duração cada aula.

c) Compromisso dos alunos com a Escola
Ao final do curso os alunos poderão se tornar multiplicadores. Os alunos serão estimulados a se tornarem instrutores do curso de informática.

d) Necessidade para o início do projeto:
Equipamento:
6 computadores
1 impressora

e) A auto-suficiência da Escola:
A manutenção dos equipamentos e do espaço físico será feita com o dinheiro das doações de empresários e pessoas da comunidade, assim como a aquisição de materiais e suprimentos da escola.

f) Membros da Equipe da Escola
Coordenador do projeto:
Nascimento:
Endereço:
Tel:
Formação:

Arte Educadora:
Nascimento:
Endereço:
Seropédica:
Formação:

f) Multiplicadores e as condições de Trabalho
Cada instrutor terá carga horária de 4 horas diárias e trabalharão como voluntários.
Instrutora:
Nascimento:
Endereço:
Tel:
Formação:

Instrutora:
Nascimento:
Endereço:
CEP:
Formação:

2. Objetivos da Entidade Representativa da Escola
Aqui você coloca os objetivos da sua ONG.

3. Programas que a Entidade desenvolve atualmente
Aqui você coloca os projetos que sua ONG está desenvolvendo no momento.

4. Histórico
Aqui você coloca o histórico de sua ONG e o progresso que ela vem alcançando em seu município.

5. Entidade Representativa da Escola
NOME DA SUA ONG
CNPJ:
Endereço:
Seropédica - RJ - CEP:
Tel:
e-mail:
Site:
Responsável pela entidade: Presidente ou Diretor Executivo
Profissão:
CPF:
RG:
Data de fundação:
assinatura
Diretor Executivo

Passo a passo de como criar uma ONG