Pesquise Modelo de Projeto Social

27 fevereiro 2016

Os Tambores de São Luís - Josué Montello

Os Tambores de São Luís - Josué Montello

Romance Brasileiro

Uma boa leitura para todos. Uma verdadeira relíquia literária.

Um livro que não cansa. 487 páginas, mais de 400 personagens.

A saga da escravidão no Brasil.

"Numa noite de 1915, quando São Luís do Maranhão ainda era iluminada a gás, o negro Damião, muito bem vestido, sai de casa para a casa da bisneta, do outro lado da cidade, para conhecer seu trineto, que acaba de nascer. Entra num botequim, e ali encontra, à luz do candeeiro, dois homens mortos: um negro com uma facada nas costas, e um branco, assassinado por uma paulada. Sai de manso, para não servir de testemunha, e recompõe sua vida, a princípio como escravo, depois como homem livre, na luta em favor de outros pretos. Os tambores que ressoam, durante sua caminhada, vêm da casa das negras-minas, e são eles que lhe restituem as raízes africanas. A narrativa se desenvolve como uma saga do negro maranhense. Mais de 400 personagens dão movimento ao romance, numa linha de interesse crescente, até seu imprevisto desfecho, que situa este livro de Josué Montello no ponto culminante de sua carreira de escritor."

20 fevereiro 2016

Agradecendo a Todos

Olá, lhe encontrei como autor no site da Editora Patuá, gostaria de saber se a editora é confiável. Pois sou escritora, e estou procurando uma editora, e achei interessante a Patuá. E antes de enviar os originais, é bom tomar os devidos cuidados. Agradeço se você puder me dizer como foi sua experiência com a editora. Obrigada, abraço.
Att: Larissa Sardagna

Olá Larissa
Eu acho que dei muita sorte encontrando essa Editora. Ou melhor, eu dei muita sorte de encontrar esse competente editor, Eduardo Lacerda, um cara formidável, que até agora só tem me ajudado. Se não fosse por ele eu estaria até hoje procurando alguém que se interessasse em publicar meu livro. Passei 15 anos tentando. Em 2000 meu livro foi aprovado pela Editora Melhoramentos, mas não foi publicado por motivos problemas financeiros da Editora na época. Então continuei minha "Via Crucis" até 2013, quando encontrei essa boa pessoa, o Eduardo Lacerda, assim meio sem querer, no Facebook. Ele se interessou pelo meu livro e publicou, de uma forma que até me espantou. Muito distante de mim, pois eu moro em Valença, e a Editora Patuá fica em São Paulo, e sem nem me conhecer direito, Ele fez tudo e me enviou os livros. Hoje é aniversário da Editora Patuá. Eu deveria estar lá, para agradecê-lo por tudo, pois com a publicação do meu livro "Universo Interior" é que foi possível eu ser premiado em 2014 pelo Prêmio Olho Vivo, de Volta Redonda. Mas como meu livro "A Semente" publicado pela Editora Interagir, do amigo Leo Pançardes, aqui de Valença, estava concorrendo ao Prêmio Olho Vivo e o resultado foi ontem, não deu para eu ir. Mas não faltará oportunidade para eu conhecer pessoalmente meu amigo Eduardo Lacerda, mais adiante. 

Comunicando: Eu não ganhei o prêmio esse ano, fiquei em 3º lugar, mas estou muito feliz, porque o prêmio veio para Valença e nas mãos do meu competentíssimo amigo, Professor Carlos Bruno

Agradeço à todos que tem me apoiado nessa minha caminhada literária, e também ao produtor do Prêmio Olho Vivo, Claudio Alcântara, pela oportunidade e um agradecimento especial aos amigos da Feira Hippie de Ipanema pelo apoio e amizade, não dá para citar o nome de todos aqui, mas eles tem me ajudado demais.
Abraços


Meus livros à venda:
Amo o que faço, me emociono com isso.

Livro Universo Interior 2013

Livro A Semente 2015

Coletanea Autores Valencianos 2014
Coletânea Presente do Céu 2014
Coletanea Autores Valencianos 2015

10 fevereiro 2016

Reformulação da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura

Isso é muito bom para quem trabalha com projetos de incentivo à cultura.

Proposta que reformula a atual Lei Rouanet aumenta os limites de dedução do Imposto de Renda para as doações feitas a projetos culturais

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, em 2014, proposta que reformula a Lei Rouanet de Incentivo à Cultura (8.313/91). Entre as mudanças previstas, o projeto que cria o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura (Procultura) aumenta os limites de dedução do Imposto de Renda para as doações feitas a projetos nessa área. Para pessoas físicas, o limite dedutível poderá chegar a 8% do valor devido; e, para pessoas jurídicas, a 6%.

As deduções também ficam limitadas a 80% do valor doado, no caso de empresas.


Executivo definirá o porcentual das deduções. Em regulamento, os limites foram estabelecidos em 6% para todos os

Como a proposta foi aprovada em caráter conclusivo, ela segue para o Senado caso não haja recurso para análise pelo Plenário.

A comissão acompanhou o voto do relator, deputado João Magalhães (PMDB-MG), pela constitucionalidade e juridicidade do substitutivo da comissão de Finanças e Tributação, aprovado em dezembro de 2013. A proposta original (PL 1139/07), do deputado Raul Henry (PMDB-PE) tramita com outros sete projetos.

05 fevereiro 2016

Frases de Victor S. Gomez

1- A imagem poética me fascina tanto quanto a poesia escrita, mas me sinto mais a vontade buscando essas imagens do que escrevendo uma poesia.

2- Para que servem os sonhos, senão para alimentar de esperança nossa alma. 

3- Queria apenas o perdão de todos aqueles os quais decepcionei, apenas isso, mas aceito qualquer migalha de amor que venha do coração de quem quer que seja.

4- Meus cacos ficaram espalhados pelos caminhos que percorri. Agora tento voltar ao passado, torcendo para ter sorte e poder recompor minha imagem estilhaçada pelos meus erros.

5- Muitas vezes é nos menores gestos que encontramos as maiores expressões de carinho e preocupação com o outro.

6- A força da imagem poética as vezes é maior que a poesia escrita

7- É de onde não se espera, que surge o perigo.

8- Os bons valores e os bons sentimentos não estão na beleza exterior de uma pessoa, mas em seu interior, em seu coração.

9- Tudo que fazemos de bom ou ruim fica gravado na luz, então tenha mais cuidado com suas atitudes.

10- Gosto da falta de cor, mas a que surpreende por não ser tão ser cor assim. A cor está no amor

11- Todos tem uma parcela de contribuição no que escrevo. Capturo tudo que falam, que publicam, que escrevem, vejo tudo e aproveito o melhor de cada um.  O universo e todos que nele habitam são uma imensa fonte de inspiração.

12- Luto para poder trabalhar mais como escritor, buscando sempre enviar boas vibrações para os leitores. 
Sem esquecer jamais que toda mudança se faz de dentro para fora, o que eu puder fazer de bom para que isso aconteça, eu farei.

13- Grande é o mundo, enorme são os homens, mas imensos são os poetas.

14- Escritores não escrevem com a cabeça nem com as mãos, eles escrevem com a alma.

15- A alma do poeta perdura. Acaba o mundo, acaba o universo, fica só o vazio, mas mesmo isso é poesia.

16- A luta pela preservação do meio ambiente não é só de uma pessoa, ou de um só grupo, é uma luta de todos nós, pois todos somos passageiros desse imenso planeta. O meio ambiente somos todos nós. 

17- Poesia é aperto no peito, é o que quase nos sufoca, é tudo que emociona, é o que trás lagrimas aos olhos.

18- Acredite, sempre existirão melhores dias.
Nunca pense que a dor é para sempre, lembre que o amor, esse sim, é infinito.

19- "O retorno é maior quando fazemos algo com amor, isso transforma nossas vidas, além de nos mostrar que o melhor de tudo é fazer outras pessoas felizes."

20- Felicidade é conseguir realizar um sonho, mas não um sonho sozinho, e sim um sonho que favoreça também outras pessoas.

21- A autocrítica é fundamental para o crescimento intelectual e espiritual do ser humano. Refletir sobre nossos erros e acertos é o caminho mais curto para o crescimento pessoal.

22- A esperança nunca deve ser esquecida, porque ela transforma seu futuro e torna a vida melhor.

23- Em um grupo fechado apenas quem pertence ao grupo vê as postagens, em um grupo aberto amplia-se a visão de todos.

24- Não espere ninguém fazer nada por você, faça você mesmo a diferença. As boas coisas sempre voltam.

25- Muitas vezes eu erro escolhendo pessoas que eu acredito serem boas, mas mesmo assim não desisto de acreditar no ser humano

02 fevereiro 2016

Livros, Inspiração para a Vida Toda

Para despertar boas ideias, nada melhor do que um cafezinho inspirador. Um cafezinho com certeza ajuda, mas algo ainda melhor e inspirador é ler um bom livro

Ter um livro sempre a mão é o ideal, mas nem todo mundo tem dinheiro para comprar livros todo mês, então procure na internet sites que vendem Ebooks bem baratos, isso é uma boa opção para quem está com a grana curta. Se ainda assim está complicado, pois nem todos tem acesso a internet, que tal ler uma revista, um jornal. Olha, isso eu posso dizer por experiência própria, nem sempre gostei de escrever, para mim isso foi uma descoberta nova, mas ler sempre foi o meu forte e devo isso aos meus pais.


"Minha mãe era professora e me ensinou bastante. A ser sensível e respeitar os idosos.

Quando eu tinha uns 6 anos, eu ouvia radionovela com meu pai.

Quando eu aprendi a ler ele sempre me trazia revistas em quadrinhos para ler, depois passou a me trazer livros, vários tipos de literatura para adolescente, muitos mesmo. Todo o tipo imaginável.

Com onze anos eu pegava carona de trem para ir à escola, e com o dinheiro que minha mãe me dava para pegar o ônibus eu comprava jornal e histórias em quadrinhos de super-heróis, e lia tudo, do jornal só não lia os classificados.

Aos treze anos comecei a ler os livros da biblioteca do meu pai, lia tudo o que podia.

Os meus preferidos eram: Edgar Allan Poe, Aldous Huxley, Jean Paul Sartre, Fernando Sabino, Rubem Braga, Graham Greene, entre tantos. Alguns deles eu entendia, outros não muito, mas eu lia tudo.

Um dia eu vi um homem andando com seu filho, o menino tentava falar com ele e ele não o ouvia.

Eu falava com meu pai e ele me ouvia, e assim ele ensinou a ler e a ouvir."

Graças a leitura hoje escrevo bastante, tenho muita inspiração e criatividade.

O livro deve estar sempre ao alcance de todos, por isso passe adiante os livros que você já leu. Livro é para ser lido, não é para ficar guardado.

Passo a passo de como criar uma ONG