Pesquise Modelo de Projeto Social

21 dezembro 2015

A Extinção dos Livros

Muitas pessoas acreditam que com o passar do tempo os livros serão extintos devido ao surgimento da internet, do uso de tablets e outros, mas isso me parece um engano. O que tenho percebido é um aumento de leitores, de feiras de livros e do surgimento de novos escritores, que acreditam que o livro impresso ainda é a melhor forma para que seu trabalho seja divulgado. 

Aqui mesmo, na FLIVA - Feira Literária de Valença, tivemos o lançamento de muitos livros de escritores valencianos, o que mostra que ainda está muito longe o dia em que os tablets substituirão os livros impressos.



Eu me acho um Viciado em Livros, e conheço algumas pessoas que também são. Dificilmente deixarei de ler um bom livro e acredito que se o incentivo à leitura continuar a ser trabalhado nas escolas e praticado pelos pais, desde a mais tenra idade de seus filhos, os livros como conhecemos ainda tem um bom tempo de existência em nosso planeta.

A escola e a família tem papel fundamental na continuidade da leitura e dos livros. É através da leitura que aprendemos a distinguir o certo e o errado, e a conhecer nossos direitos e deveres. Precisamos entender a poderosa arma que é a leitura e o seu enorme poder de transformação social. 

Crianças que leem, adultos mais inteligentes e mais corretos.


18 dezembro 2015

Como Montar uma ONG - Michel Feller

Como montar uma ONG com o Empreendedor Social Michel Freller.

Um vídeo muito interessante com o Empreendedor Social Michel Feller, que trás muitas informações sobre com criar uma ONG. Organização e capacitação são fundamentais para realização desse projeto.


Michel Freller participa ativamente de organizações sem fins lucrativos há mais de 20 anos. Como consultor, desenvolve planejamento, reorganização administrativa-financeira e mobilização de recursos com e sem incentivos. É professor na pós-graduação do SENAC, conselheiro do Instituto Filantropia e do "Juntos.com.vc" e Fundador da "Criando Consultoria Ltda.


 

15 dezembro 2015

O Gemido das Plantas, Conto do Livro "Universo Interior" de Victor S. Gomez

Conto do livro "Universo Interior" de Victor S. Gomez.

"No dia seguinte, quando ia para a escola, passei pelo mesmo local onde aconteceu a chuva de meteoros. Enquanto caminhava pela estrada, notei um movimento maior do que o normal. As pessoas passavam por mim apressadas. Tinha gente de bicicleta, carroça, a cavalo, a pé. Estranhei aquilo tudo e só fui entender melhor quando cheguei ao terreno do "seu" Romão. Uma multidão boquiaberta estava parada em frente à cerca do terreno. Todos perplexos. O local estava cheio de plantas. Não havia espaço para mais nada. Elas se amontoavam umas sobre as outras e chegavam a transbordar pela cerca. Mas não era esse o motivo do espanto daquelas pessoas. Nem mesmo o fato de naquele terreno arenoso, um dia antes, só haver uma pequena plantação de mandioca e agora estar tomado de plantas, deixava aquele povo mais assustado. O que as apavoravam é que aquelas plantas estavam gemendo."


O livro Universo Interior é formado por contos, aonde são reveladas passagens de uma infância rica e cheia de fantasia, apresentadas por meninos que viveram em uma época em que tudo era possível, até mesmo acreditar que o improvável poderia ser realidade.

O livro nos remete a um passado não muito distante, de cidades interioranas, tranquilas, mas cheias de mistérios; e a um mundo interior que é o nosso interior, com problemas que não são revelados, mas que todos nós temos. 

Um universo interior que pertence a todos, mas que só nós mesmos é que podemos administrá-lo.

Compre o Livro Universo Interior  e entre nesse mundo fantástico.

12 dezembro 2015

Livro "A Semente" Concorre ao Prêmio Olho Vivo 2015

Resolvi postar um presente de Natal para os que votaram e para os que não votaram no meu livro. É o conto que dá nome ao meu livro "A Semente".


Enquanto Lila mordia aquela fruta, eu ia pensando o que seria do mundo sem a semente que estava dentro dela. A cada mordida minha agonia aumentava. Meu medo era da semente ser machucada pela mordida e não mais germinar. A árvore de fruta manga era a última que restava nesta parte do mundo. Já há algum tempo as árvores foram parando de florescer. Demorava mais um tempo e elas começavam a secar. As folhas caiam e logo depois os galhos secos quebravam, sobrando no final apenas o tronco enrugado e morto.

Meu pai era um dos guardiões das últimas árvores e assim que ele morreu os chefes da aldeia elegeram-me para substitui-lo. A princípio tentei escapar dessa tarefa, pois sabia que não teria tempo para mais nada. Pensei nas brincadeiras que perderia, nos mergulhos na lagoa do Mato Alto, nas escaladas ao Pico da Fumaça, Tudo isso ficaria impossível de agora em diante. Não tive escolha, o posto era hereditário. Passava de pai para filho. Dia e noite eu teria de ficar ali, tomando conta da árvore de fruta manga, pois ela fora a única a resistir à praga.

Muitas notícias chegavam até minha aldeia sobre os acontecimentos de fora. Os viajantes diziam que todas as árvores estavam doentes e morrendo por todos os lugares onde passavam. Diziam terem encontrado pelos caminhos do mundo, pessoas catando amostras e fazendo cara feia para quem tentava conseguir com eles uma resposta sobre o assunto. Quando alguém se aproximava, simplesmente fechavam a cara e davam as costas, deixando quem perguntava falando sozinho. Às vezes ameaçavam com gestos e palavras obscenas. Poucos resolviam falar e para espanto dos viajantes diziam apenas não ter nada a declarar. O certo era que se sabiam de alguma coisa, não contavam nem para eles mesmos.

Um dos aldeões, me contou que um tempo atrás o homem havia selado seu destino na terra. Não soubera usar seu planeta e encerrara seu ciclo de vida nesse mundo. A prova era a morte lenta e agonizante das árvores. As plantas pequenas, disse ele, ainda não tinham sido atingidas, mas em breve uma nova praga surgiria acabaria com elas também. Essa profecia apocalíptica me deixara tão deprimido e angustiado, que eu nem mais conseguia dormir direito. Passava a maior parte das noites em claro, esperando a última árvore de fruta manga florescer. Precisava apenas de uma flor, para dela surgir um fruto e assim conseguir uma semente. A resistência daquela arvore talvez trouxesse uma nova planta e quem sabe enterrasse para sempre a profecia daquele aldeão. Perdido em meus pensamentos e com tantas noites sem dormir dei uma pequena cochilada. Devo ter passado um bom tempo assim. Quando abri os olhos, dei um salto ao me deparar com a menina Lila mordendo a fruta manga que acabara de madurar. Não quis gritar para não assustá-la. Podia com o susto fazê-la sem querer morder a semente e acabar com a nossa última esperança. Esperei ali parado, quieto, vendo-a brincar com o caroço na boca. Sei que se as outras pessoas a descobrissem fazendo aquilo, ela seria castigada. Mas eu a entendia, ela era uma menina pequenininha, bem mais nova do que eu, como poderia resistir aquela doce fruta madura.

09 dezembro 2015

Novo Portal Cultura em Valença - RJ

Conforme divulgado na FLIVA 2015, a Interagir Produções lançou o portal Cultura em Valença - RJ.

O portal Cultura em Valença começa com a proposta específica de mapear a cultura local. Acreditamos que temos na cidade uma gama de pessoas e atividades relacionadas a área cultural, porém, que atuam de forma solitária. Entendemos que se fortalecermos a rede de contatos e atuações fortaleceremos os projetos, as atividades, movimentos, enfim, toda a cultura. Esperamos seu cadastro! Ajude a desenvolver a cultura local.

Agregar, unir, fortalecer novos projetos e talentos, essa me parece ser a principal função do portal Cultura em Valença. Espero que bons resultados surjam desse trabalho e que novos e grandes talentos sejam alavancados, renovando e potencializando nossa cultura, que há algum tempo sofre com o abandono de quem deveria dar suporte a ela.

Faça já o seu cadastro e divulgue entre seus amigos nas redes sociais.


02 dezembro 2015

Livro " A Semente" de Victor S. Gomez no Olho Vivo 2015

Livro "A Semente" de Victor S. Gomez concorre ao Prêmio Olho Vivo 2015, do Jornalista Claudio Alcântara.

Ganhador do Prêmio Olho Vivo 2014, com o livro "Universo Interior", Victor S. Gomez volta a cena com seu novo livro "A Semente".


Sobre o Livro "A Semente":
A semente surge de um tempo imemorial, de recantos escondidos da mente, de lugares onde nem sempre estivemos. Quem sabe até percorremos esses lugares, mas tantas são as lembranças, e de serem tantas, nem todas conseguimos nos lembrar. 

Visões que podem ser apenas imagens holográficas, películas de um filme encostado no fim do universo. Que se repetem infinitamente, para a frente e para trás. Visões tão imensamente difíceis de imaginar, que nos deixamos levar nessa viagem fantástica, por lugares e caminhos que as vezes até escolhemos, mas nem sempre percebemos se são os certos.

A mente esquadrinha o espaço e o tempo, pode ser nessa vida, ou em outras, mas ao mesmo tempo em tantas outras. Sementes do medo, da incerteza, da alegria, do amor; de uma infinidade de sentimentos, que se estendem para sempre, num infinito de mundos, todos nossos, íntimos, mas ao mesmo tempo um imenso desconhecido.

Passo a passo de como criar uma ONG