Pesquise Modelo de Projeto Social

28 setembro 2015

O Voluntariado Transforma Vidas

O voluntariado é uma proposta interessante para começarmos nossa mudança. Quando cuidamos de alguém, pode ser em uma ONG, hospital, Igreja, ou outro lugar, aprendemos que o altruísmo é o melhor caminho a ser seguido, pois ele nos leva ao verdadeiro amor, o amor solidário.


Aqui em Valença existe uma necessidade muito grande de pessoas que pratiquem o voluntariado. É claro que as pessoas tem de sobreviver, ganhar o tão suado pão nosso de cada dia. A vida está muito difícil para todos. Mas será que não podemos doar uma pequena parcela de nosso tempo para ajudar o próximo? Algumas instituições realmente precisam dessa ajuda. Eu mesmo pratico voluntariado na Folia de Reis há 4 anos, e me sinto muito bem. Não recebo nada por isso. Apenas deixo de fazer certas coisas, para ter um tempinho a mais para me entregar a essa prática. Além disso sou associado da Fundação Lea Pentagna, uma belíssima instituição que vem disseminando a arte, a cultura e a cidadania há bastante tempo em nossa cidade. Ser associado dessa instituição me orgulha bastante. E existem outras grandes instituições, que só resistem por causa do altruísmo de seus dirigentes. O Lar Meimei, A APAE e outras tantas.

Pense que Valença é sua cidade e que ela depende de você, das suas boas ações, e boas ações sempre geram boas ações. Comece a mudar o que você puder, mude seu interior, mude seu pensamento, mude suas atitudes, idealize novos projetos, transforme-se primeiro, somente assim você conseguirá transformar outras pessoas e melhorar o lugar onde vive. Assim, começando a mudar o seu interior, você estará certamente crescendo, e também ajudando sua cidade a crescer.


Vejam como uma experiência com o voluntariado pode transformar vidas.

Algumas coisas acontecem de maneira inteiramente inesperada, mesmo quando pensamos que tudo está andando de maneira certa, as vezes nos deparamos com situações que nos testam o tempo todo. Mas nem sempre algo ruim é totalmente ruim, muitas vezes uma situação que parece negativa, e apesar de tudo indicar que ela não gerara mais frutos, pode provocar o contrário, disseminando em todos a vontade de prosseguir, de dar continuidade a um projeto que parecia, no momento estar praticamente destruído.

“História de uma Voluntária
Ana Paula, como dizem por aí, era uma pessoa do bem. Ela morava na baixada Fluminense, em Nova Iguaçu e aos quinze anos já era voluntária na Pastoral da Criança. Gostava de contar histórias e fazer teatro para as crianças que iam até a Pastoral com suas mães. Tinha um jeitinho especial que cativava a todos, principalmente os pequenos, um certo carisma que conquistava as pessoas. Assim que se formou foi trabalhar em uma grande empresa no Centro do Rio de Janeiro. Era responsável pelo Departamento de Recursos Humanos dessa empresa e logo começou a ajudar nos projetos sociais que a empresa desenvolvia na comunidade vizinha, no Morro do Santo Cristo.

Ana Paula sempre tinha tempo para atender os outros, era possuidora de uma grande capacidade de ouvir e aconselhar quem a procurava. Conseguia administrar seu tempo de uma forma e sempre estava ajudando alguém, ou envolvida em alguma atividade social da empresa. Gostava de se cuidar, mas nem por isso ela deixava de fazer a sua parte como voluntária. Fazia ginástica em uma academia, tinha prazer em se cuidar, mas percebeu que esse tempo seria melhor aproveitado se estivesse ajudando alguém, então foi fazer caminhadas com um grupo de idosos de uma associação vizinha a sua casa. Pensava que assim seu tempo renderia mais. Ela era assim, gostava de se doar. Para ela não existia coisa melhor do que ser voluntária.

Mas um dia Ana Paula não apareceu mais na empresa, nem voltou para casa. Uma bala perdida a tirou desse mundo. No caminho para a empresa, em plena linha vermelha, aconteceu um arrastão e uma bala perdida atingiu seu peito. Se fazer o bem apenas lhe trouxesse a chance, de em outro lugar ela ser feliz, Ana Paula estava feliz. Ela sempre procurou fazer alguém feliz, como não estaria feliz.

Na empresa a morte de Ana Paula repercutira de uma forma que nunca fora vista. Seu trabalho tinha gerado frutos. Em todas as seções da empresa pelo menos um funcionário queria doar seu tempo, para dar continuidade ao trabalho de Ana Paula. Nada do que ela começou terminaria ali. Seu exemplo gerou multiplicadores e fez mais pessoas felizes. Ela tinha alcançado seu objetivo, fazer cada vez mais pessoas felizes.”

24 setembro 2015

Livro “O GUITARRISTA VICTOR BIGLIONE” & A MPB” Download Gratuito

Clique no link e faça o download gratuito do livro “O GUITARRISTA VICTOR BIGLIONE” & A MPB” do amigo, poeta e escritor, Euclides Amaral - 3ª ed. EAS EDITORA, 2014.

“O saber é a soma do conhecimento da humanidade e deve ser compartilhado”


Clique aqui para fazer download:

Euclides Amaral é poeta, letrista, produtor e pesquisador de MPB. Carioca, formado em Comunicação Social, publicou os livros de poesias Sapo c/ Arroz (1979/2ª ed. 1984), Fragmentos de Carambola (1981), Balaio de Serpentes (1984), O Cão Depenado (1985), Sobras Futuristas (1986) e Cynema Bárbaro (1989). Lançou Emboscadas & Labirintos (contos/Editora Aldeia, 1995), Alguns Aspectos da MPB (ensaios/2008/2ª ed. Esteio Editora, 2010 - 3ª ed. EAS Editora, 2014) e “O Guitarrista Victor Biglione & a MPB” (perfil artístico/Edições Baleia Azul, 2009/2ª ed. Esteio Editora, 2011 - 3ª ed. EAS Editora, 2014). Entre 1999 e 2015 atuou como pesquisador musical da Biblioteca Nacional, FAPERJ, PUC-Rio, FINEP, CNPq e Instituto Cultural Cravo Albin produzindo verbetes para o site dicionariompb.com.br, também utilizados no Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira (Editora Paracatu, 2006). Colaborou em jornais e revistas com textos sobre a MPB. Publicou poemas em fanzines e antologias por várias editoras. A partir de 1978 produziu cerca de 30 discos para selos, gravadoras e artistas independentes. Tem registradas em CDs mais de 60 composições, entre gravações e regravações, em parcerias com vários compositores, entre os quais Cacaso, Carlos Dafé, Claudio Latini, Helô Helena, Jô Reis, Lúcio Sherman, Marcelo Peregrino, Marko Andrade, Reizilan, Renato Piau, Reppolho, Sidney Mattos e Xico Chaves, entre outros. Entre seus intérpretes constam Anna Pessoa, Banda Du Black, Carlos Dafé, Claudio Latini, Elza Maria, Helô Helena, Luiz Melodia, Marcelo Peregrino, Mário Bróder, Marko Andrade, Pecê Ribeiro, Reizilan, Renato Piau, Reppolho e Victor Biglione. Gravou poemas em seis CD de parceiros e em seu disco solo “Quintal Brasil - poemas, letras & convidados”, (Selo Ipê Mundi Records/Noruega, 2012), com a participação de parceiros e intérpretes. No ano de 2013, pela Casa 10 Comunicação, publicou “Poesia Resumida - Antologia Poética 1978/2012”, com 2ª edição em 2014, pela EAS Editora. Mais em dicionariompb.com.br

22 setembro 2015

Lançamento do Livro "A Semente", de Victor S. Gomez

Lançamento do Livro "A Semente", de Victor S. Gomez, pela Interagir Editora, na FLIVA – Feira Literária de Valença, que acontece entre os dias 08 e 12 de outubro.

“A semente surge de um tempo imemorial, de recantos escondidos da mente, de lugares onde nem sempre estivemos. Quem sabe até percorremos esses lugares, mas tantas são as lembranças, e de serem tantas, nem todas conseguimos nos lembrar. 

Visões que podem ser apenas imagens holográficas, películas de um filme encostado no fim do universo. Que se repetem infinitamente, para a frente e para trás. Visões tão imensamente difíceis de imaginar, que nos deixamos levar nessa viagem fantástica, por lugares e caminhos que as vezes até escolhemos, mas nem sempre percebemos se são os certos.

A mente esquadrinha o espaço e o tempo, pode ser nessa vida, ou em outras, mas ao mesmo tempo em tantas outras. Sementes do medo, da incerteza, da alegria, do amor; de uma infinidade de sentimentos, que se estendem para sempre, num infinito de mundos, todos nossos, íntimos, mas ao mesmo tempo um imenso desconhecido.”


Também durante a FLIVA será lançado o livro "Coletânea Fliva 2015 de Autores Valencianos", da qual participo com o conto inédito " O Sol Gigante".

Coletânea FLIVA 2015 : Andréia Sineiro, Carla Dutra, Carlos Brunno S. Barbosa, Cíbila Farani, Daniela Alves, Elayne Amorim, Eliza Alvernaz, Evelyn Durço, Jéssica Pançardes, Jô Coelho, Katia Berkowicz, Lara Gemellaro, Lenia Gardini, Lívya Nacarete, Marcio Fazenda, Maria Mattos, Maria Mergener, Mário Sérgio, Natalia Menezes, Natalia Neubaner, Nivia Lopes, Patrícia da Silva, Pit Larah, Rafael Pereira, Rafael Trindade, Raimundo Mattos, Raquel Freire, Rodrigo Petrillo, Rogerio Silva, Selma Monteiro Pereira, Teresa Chicarino e Victor S. Gomez


Autor do livro "Universo Interior", Victor S. Gomez - Responsabilidade Social é Escritor, Ator e Educador Social
Primeiro lugar no Prêmio Olho Vivo 2014 - Volta Redonda - RJ
Veja a página do escritor no site da Editora Patuá.

18 setembro 2015

Associação Brasileira de Cineastas (ABRACI) Promove Curso de Cimena

O curso "Modo de Fazer", promovido pela Associação Brasileira de Cineastas (ABRACI), reunirá cineastas que atuam no mercado cinematográfico, para conversa com o público, onde discutira o futuro do cinema e toda sua experiência com a profissão. 


Modo de Fazer, curso organizado pela Associação Brasileira de Cineastas com 13 profissionais atuantes no mercado. As aulas acontecem de 20 de outubro a 13 de novembro, às segundas, quartas e sextas-feiras, sempre às 20h, o público terá a oportunidade de ouvir e compartilhar experiências com grandes nomes de diferentes gerações do cinema nacional. 

• 20/10 - terça-feira (abertura)
Nelson Pereira dos Santos
*Excepcionalmente na terça-feira

• 21/10 - quarta-feira
Maurice Capovilla

• 23/10 - sexta-feira
Walter Carvalho

• 26/10 - segunda-feira
José Joffily

• 28/10 - quarta-feira
Daniela Broitman

• 30/10 - sexta-feira
Jorge Durán

• 03/11 - terça-feira
Lúcia Murat
*Excepcionalmente na terça-feira

• 04/11 - quarta-feira
Isa Albuquerque

• 06/11 - sexta-feira
Antonio Carlos Fontoura

• 09/11 - segunda-feira
Murilo Salles

• 11/11 - quarta-feira
Luiz Carlos Lacerda

• 13/11 - sexta-feira (fechamento)
Orlando Senna

Número limitado de vagas.
Haverá emissão de certificado pela ABRACI aos que concluírem os 12 dias de evento.
Mais informações:
E-mail: sec.abraci@gmail.com ou ligue: (021) 9 6579-1095.

O Tempo Glauber fica na rua Sorocaba, nº 190, em Botafogo.

Parcerias:
Cinema Petisco: https://www.facebook.com/Cinema-Petisco-228270834047495/timeline/
Tempo Glauber: https://www.facebook.com/tempoglauber

15 setembro 2015

Coletânea FLIVA de Autores Valencianos 2015

A ACIVA acredita que a educação, aliada ao incentivo à leitura, tem um grande poder transformador e interfere diretamente na formação de um povo.

Parabéns aos organizadores da FLIVA - Feira Literária de Valença, por mais esse evento.

3ª FEIRA LITERÁRIA DE VALENÇA
08 a 12 de Outubro

A ACIVA caminha sempre ao lado da Cultura e da Cidadania em nossa cidade.

Visite o site da ACIVA:

Visite o Facebook da FLIVA

Capa do livro "Coletânea Fliva 2015 de Autores Valencianos", da qual participo com o conto inédito " O Sol Gigante".

Coletânea FLIVA 2015 : Andréia Sineiro, Carla Dutra, Carlos Brunno S. Barbosa, Cíbila Farani, Daniela Alves, Elayne Amorim, Eliza Alvernaz, Evelyn Durço, Jéssica Pançardes, Jô Coelho, Katia Berkowicz, Lara Gemellaro, Lenia Gardini, Lívya Nacarete, Marcio Fazenda, Maria Mattos, Maria Mergener, Mário Sérgio, Natalia Menezes, Natalia Neubaner, Nivia Lopes, Patrícia da Silva, Pit Larah, Rafael Pereira, Rafael Trindade, Raimundo Mattos, Raquel Freire, Rodrigo Petrillo, Rogerio Silva, Selma Monteiro Pereira, Teresa Chicarino e Victor S. Gomez


11 setembro 2015

Seja um Associado da Casa Lea Pentagna

Seja um Associado da Casa Lea Pentagna, Valença - RJ. Um Projeto Social e cultural.

Se você acredita que o voluntariado é uma das ferramentas essenciais de expandir a cultura e a cidadania. Saiba que em Valença existe um lugar onde a natureza convive com a história, a arte e a cultura, e é fruto da doação de uma pessoa que também acreditava muito nisso. Estou falando da Fundação Lea Pentagna, espaço doado em testamento pela Sra Lea Pentagna, para que todos pudessem usufruir de toda essa beleza e cultura.


Hoje a Fundação Lea Pentagna vive de eventos e doações. Para isso foi criada a Associação dos Amigos da Casa Lea Pentagna, que muito auxilia na manutenção de todo o espaço dessa Casa Museu. Então você valenciano ou não, pode contribuir para que a Casa Lea Pentagna possa continuar existindo, fazendo parte da nossa associação, para que ela possa continuar levando a cultura e cidadania para todos que a frequentam.

Maiores informações pelo telefone, 24 2453-4845, ou pelo EmaI: lea.pentagna@uol.com.br

Fundação Lea Pentagna, cultura e beleza todo dia.
Compartilhe nossos eventos.


Visite o site: 
http://www.casaleapentagna.org.br/

Curta nossa página no Facebook:
https://www.facebook.com/fundacaoleapentagna

Visite o Blog da Associação Lea Pentagna

http://casaleapentagna.blogspot.com.br/

10 setembro 2015

Como e Onde Consigo Doações

Olá boa noite.
Gostaria de saber como faço para receber doações (brinquedos, roupas, sapatos e outros), para que possam ser encaminhadas para a ONG "Anjos do Amor". 


Muitas perguntas chegam sobre doações e tento respondê-las da melhor maneira possível.

Muitos projetos precisam de doações para que continuem funcionando a contento. Veja no site da Receita Federal quem pode receber e como fazer para conseguir doações.

Quais Entidades podem receber Mercadorias Apreendidas?
Quem pode solicitar doação?
Como formalizar a solicitação de mercadorias?
A qual autoridade da RFB deve-se encaminhar a Solicitação de Doação?
O que solicitar?
Regras especiais para repasse a Pessoas Físicas (bazares, feiras ou distribuição gratuita).
Como acompanhar a avaliação do pedido?
Documentação Necessária para formalizar Processo de Destinação.

Todas as questões acima são respondidas no site da Receita federal.

Link da Receita Federal para doações, tanto para pessoas físicas ou jurídicas.

http://www.receita.fazenda.gov.br/aplicacoes/atbhe/tus/Servico.aspx?id=98&idArea=1&idAssunto=28

08 setembro 2015

Lançamento do livro Balde de Água Suja, de Mauricio Duarte

Mais um lançamento  da Editora PatuáLivro Balde de Água Suja, de Mauricio Duarte.

A Editora Patuá o Bar Canto Madalena convidam a todos para o lançamento do livro Balde de água suja, poemas de Mauricio Duarte.

O evento será realizado dia 15/09 (terça-feira) a partir das 19h no Bar Canto Madalena - Rua Medeiros de Albuquerque, 471 - São Paulo - SP

A entrada para o evento é gratuita e o exemplar estará à venda por R$ 35,00 (Atenção: Pagamento em dinheiro, cheque e cartões de crédito e débito). 

Amigos e leitores de qualquer cidade do país que realizarem a compra antes do lançamento receberão o exemplar autografado após o evento. Imperdível!

O livro já está à venda em nosso catálogo. As compras pelo site podem ser parceladas em até 12x. Aproveite!

Saiba mais sobre o livro e o autor em:
http://www.editorapatua.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=353

03 setembro 2015

“Plante uma Árvore” está em sua 4a fase!

Campanha do Projeto "Plante uma Árvore" está em sua 4ª fase.            


Ativa desde novembro de 2012, Plante Árvore vem sendo semeada através da Floricultura MG Ikebana Flores em parceria com o Coletivo Cirandar, e vem  conquistando o apoio da sociedade. Mais de 300 parceiros e mudas nativas foram plantadas na Serra do Gandarela através da campanha que está em sua 4a.fase de plantios, e em seu último plantio realizado no dia 8 de fevereiro de 2014, 65 mudas nativas foram plantadas em áreas devastadas da região, em Rio Acima, em seu bioma do cerrado. 


Confiram o Mapeamento das áreas dos plantios realizados e as fotos do último plantio.
Cada postagem a respeito desta campanha se transforma em árvores nativas plantadas pela própria floricultura em um local devastado pela mineração na Serra do Gandarela.  Plante Uma Árvore você também!   


Conheçam mais sobre esse espetáculo natural:
Situada em Minas Gerais, a aproximadamente 40 km de Belo Horizonte, a Serra do Gandarela é considerada a segunda mais extensa floresta de Mata Atlântica do Estado, englobando a Serra do Caraça e a Serra da Piedade,  que abrange os municípios de Barão de Cocais, Caeté, Santa Bárbara, Rio Acima, Raposos e Itabirito. Avaliada como a mais extensa reserva ainda preservada de cangas ferruginosas do Brasil, Gandarela está ameaçada pela mineração, que degrada seus biomas naturais e Bacias Hidrográficas - Rios Doce/Piracicaba e São Francisco/Rio das Velhas.

Além da campanha, a floricultura Ikebana Flores está doando mudas do cerrado, basta comparecer na Av. Getúlio Vargas, 1697 - Funcionários - 30.112-021, Belo Horizonte, Minas Gerais. Próximo à Savassi. 




01 setembro 2015

Projeto "Cinema na Faixa"

Projeto "Cinema na Faixa" precisa de ajuda.

Vejam esse projeto e ajudem se for possível.

O "Cinema na Faixa" que tem por missão levar sessões de cinema gratuitamente às comunidades, especialmente as carentes.


O objetivo dessa iniciativa é possibilitar às crianças e familiares o acesso mais fácil e sem custo à cinematografia visando à formação social, crítica e cultural num âmbito “mais intimista” e propor singelamente ampliar o espaço de lazer, interação e gentileza entre os moradores dessas comunidades.

O projeto está cadastrado no site: catarse.me/cinemanafaixa (site de financiamento coletivo) para continuarmos levando o cinema a esse público.

Passo a passo de como criar uma ONG