Pesquise Modelo de Projeto Social

28 dezembro 2013

Moradores de Rua são Treinados como Guia em Praga

Guest Post da amiga Jornalista e Radialista Roberta Clarissa Leite, que vive em Praga, na República Tcheca.

Um projeto audacioso marcou as notícias em 2013 na capital da República Tcheca, Praga. A bela cidade conhecida como Cidade de Ouro ou das Cem Torres recebe cerca de 5 milhões de turistas por ano. Um grupo de estudantes universitários trabalhou em um projeto de socialização para treinar moradores de ruas como guias de turismo.

Apesar de estarmos falando em um país europeu, é possível ver adultos catando lixo ou procurando comida nos latões. Países como Itália, França, Espanha já mostraram ao mundo que a crise da União Europeia mudou certas condições que antes eram inimagináveis no Velho Continente. É certo que na República Tcheca não existe criminalidade urbana, não há ataques de ladrões com arma, você pode tranquilamente andar a qualquer hora da noite ou do dia sem perigo. Não existem crianças pedintes, não existem favelas. É um destino fantástico de encher os olhos, como eu escrevo no meu texto sobre a famosa capital Praga no site seguroviagem.

Então como explicar moradores de ruas? A crise existe e quem mora na Europa pode notar a diferença, é só comparar como era há 5 anos atrás.


Pessoas que geralmente tem problemas com álcool ou drogas perdem o controle da vida social e saem de casa. Esses indivíduos passam a andar pelo centro, sentam em alguma parte da cidade e pedem dinheiro. Não chegam até você, ficam parados com o copo na mão. Geralmente homens na faixa de 35 a 60 anos. Há alguns órgãos financiados pelo governo que oferecem alimentos e vestuário. No inverno,  com temperatura que chega até os 15° negativos, é impossível ficar parado nas ruas por muito tempo, há abrigos onde eles podem tomar banho e dormir agasalhados.

O projeto Pragulic, como funciona?

O projeto foi nomeado de Pragulic, uma mistura das palavras  “Praga e rua”(ulice, em tcheco), criado por estudantes da Faculdade de Estudos Humanitários de Praga. Mas esses guias não levam os turistas para os tradicionais locais em Praga, para isso há guias treinados e com licença de trabalho, devendo falar fluente o tcheco(no caso de estrangeiro) e ter algum curso ligado à área. Eles tem outro roteiro. Levam pessoas curiosas para partes da cidade fora do eixo turístico, para ruas onde moraram, contam histórias de vida, de aventura, contam a trajetória deles.

A co-fundadora do projeto Tereza Jurecková revela em entrevista que o tícket para o passeio custa cerca de 10 dólares, metade vai para o guia e a outra metade é investida no treinamento deles. 

A finalidade é mostrar que essas pessoas, alguns deles com cursos e especializações, podem fazer algo produtivo se tiverem a chance. O projeto não mudará a situação deles totalmente mas ajudará a sociedade a enxerga-los. 

Histórias reais contadas pelos guias

Em entrevista dada à Radio Praga, um dos moradores de rua chamado  José explica como veio parar nas ruas.  Ele é um dos que já recebeu o treinamento. O seu pai era universitário e veio para a antiga Tchescolováquia como estudante do Peru. José  afirma que foi preso em um protesto ante-regime em 1987, quando o país era comunista, e foi sentenciado há 8 anos de trabalhos forçados. 

Histórias como essa e outras são o roteiro para os passeios não convencionais. Como a língua falada é tcheca,  geralmente quem experimenta são tchecos praguenses ou de outras cidades. Muitos estudantes de cursos ligados à ajuda humanitária e estudos sociais.

O projeto ganhou muita visibilidade na imprensa local,  não só por ser pioneiro na região, mas por evocar a discussão de problemas que existem e que são deixados em baixo do tapete.  Também ganhou a votação máxima no país para competir como um dos 5 projetos para o prêmio Social Impact Award. Essa premiação existe desde de 2009 e é  organizada pela Universidade de Economia e Negócios de Viena, que revela projetos que oferecem soluções para problemas sociais ao redor do mundo. 

Com prêmio ou não, a atitude desses três estudantes revela um olhar diferenciado para uma sociedade em mudança. Traz à tona um problema que se não tratado no começo, passa ser a realidade social de muitos países.

Por Roberta Clarissa Leite.

27 dezembro 2013

Projeto Auto de Natal

Dia 25 de dezembro foi apresentado em Valença o Auto de Natal, dirigido por João Ewerton, Secretário de Cultura e Turismo do município. 

Quando pensamos no todo, dificilmente esquecemos de alguém, por isso não citarei nomes, pois acredito que se não fosse pela abnegação de todos que participaram desse evento, a mensagem em si, que é o amor ao próximo, não teria sido tão plenamente alcançada.

Um belo presente de Natal para a cidade de Valença e seus moradores, que vem há muito tempo precisando de união e mais amor.

À todos os que participaram, assistiram e mesmo para aqueles que não puderam ver, por causa da chuva, ou simplesmente não puderam sair de casa por qualquer motivo, Parabéns.

Nossa Valença precisa de mais projetos como esse, feitos com empenho e gratidão, pois o amor não deve ser apenas uma data, mas sim uma constante.










20 dezembro 2013

Vandalismo no Natal Iluminado?

A informação sobre a depredação do Natal Iluminado me foi passada pelo próprio Secretário de Cultura e Turismo, na frente de vários funcionários da Prefeitura, no local do ocorrido. Pelo que me informou o Secretário João Ewerton, moradores disseram que um grupo de meninas estavam a noite no local e depredaram a escultura. Não posto nada sem checar, quem me conhece sabe disso. Não sou alarmista nem gosto desse tipo de terrorismo. Acho importante que as pessoas questionem o ocorrido, para evitar dúvidas, mas nesse caso só passei a informação direto da fonte.

Algumas pessoas questionaram o que aconteceu: Força da natureza, ventos fortes, mas não acredito nisso, principalmente quando vem acontecendo vários atos de vandalismo pela cidade de Valença. de 2 anos para cá.   


Secretário de Cultura de Valença, João Ewerton, conversa com funcionários no alto do Morro do Cruzeiro sobre vandalismo nas esculturas do Natal Iluminado.


Vândalos depredam Natal Iluminado em Valença.


Secretário de Cultura, João Ewerton, dirige restauração das peças 
depredadas do Natal Iluminado em Valença.

18 dezembro 2013

Dúvida sobre criação de uma ONG

Alguma dúvida em criar uma ONG?

Se você tem alguma dúvida em como criar uma ONG entre em contato comigo, farei o possível para ajudá-lo. Escreva para o email: victorsgomez@gmail.com ou entre em contato pelo formulário de contato do Blog. 

Espero que algumas pessoas entendam que eu administro esse Blog sozinho e mais 5 outros Blogs de minha autoria, e que também tenho meu perfil no Facebook, além de 7 outras páginas no Face. Tenho também um trabalho voluntário com a AGFORV - Associação de Grupos de Folias de Reis de Valença - RJ, que me toma algum tempo. Por isso peço paciência a quem me escreve, pois reponderei a todos o mais breve possível.

Seus projetos tendem a dar certo quando você se capacita, sempre lembre disso.

5 Bons Links para Fundar uma ONG.






11 dezembro 2013

Projeto Social CTAMAF

Olá Victor, meu nome é José Carlos Costa da Silva e moro na cidade de Lavras - Minas Gerais. Sou fundador e presidente de um projeto social que se chama "CTAMAF" Centro de Artes Marciais Atleta do Futuro

Esse projeto trabalha com crianças e adolescentes carentes de 05 a 16 anos com aulas de artes marciais e noção de cidadania, apoio de psicólogo, acompanhamento escolar. Atendemos hoje de 50 a 60 crianças. Temos hoje CNPJ, utilidade pública municipal e estadual de Minas Gerais, mas mesmo assim está muito difícil conseguir apoio do poder público e privado, já que a cultura do nosso pais é de não ajudar projetos sociais. Gostaria que nos ajudasse dando sugestão e se for possível apresentando nosso projeto a alguém que o senhor conheça.


A nossa página no Facebook do projeto é https://www.facebook.com/Ctamaf?ref=ts&fref=ts

Email:kakakarate@gmail.com 

Tel:3588615187 

Lavras - Minas Gerais


Olá amigo José Carlos

Por aqui temos os mesmos problemas. 

Divulgue mais seu projeto e o apoio virá com certeza. A documentação tem de estar em dia se quiser ajuda do governo tudo tem de ser na maior lisura. Tente começar por empresários locais, eles ajudam se o projeto for bem formatado e bem divulgado. Outra coisa, a capacitação é da maior importância, para isso é necessário fazer alguns cursos, entre eles o de elaboração de projetos socais. Então, tudo se mostrará mais fácil. 


Curso Online de Como Elaborar e Desenvolver Projetos Sociais | Buzzero.com

Capacitar os participantes nas modernas técnicas de gestão de projetos sociais, enfatizando a formação, desenvolvimento e sistematização de conhecimentos, habilidades e atitudes requeridas dos profissionais que já atuam ou pretendem migrar para essa função.

07 dezembro 2013

Publicações sobre o Livro Universo Interior

Todos podem escrever. Escrever não é nada do outro mundo, nada sobrenatural. É sim, mágico, pois nos leva a lugares nunca imaginado, a viagens fantásticas. 

Escrever é hábito, prática. Quanto mais lemos, mais temos condições de escrever. 

O escritor não é um Deus, é simplesmente um mensageiro, por isso temos que ter cuidado e humildade, para podermos escrever coisas que acrescentem e não o contrário. 

Não devemos pensar que somos os melhores, devemos sim, nos preocupar que a leitura conscientize as pessoas, principalmente os jovens e os transformem em pessoas de bem. 

Algumas Publicações sobre meu livro Universo Interior.

Jornal Diário do Vale


Blog Só umas ideias aí do Jornalista Ricardo Schoot



Revista Líder da Líder Plan Sempre Somando


05 dezembro 2013

Convite para Lançamento do Livro Gravando, de Aline Rocha

No dia 19/12 a Editora Patuá vai realizar o lançamento do livro Gravando, de Aline Rocha

Aline Rocha é criadora da Editora Patuá juntamente com Eduardo Lacerda e Coeditora até maio deste ano (2013). O evento começará as 19h no Bar e Teatro Cemitério de Automóveis - Rua Frei Caneca, 384 - São Paulo - SP

"Muito de tudo o que deu certo e foi lindo na Patuá, mesmo até hoje, depois de sua saída, é mérito também dela. Eduardo Lacerda"



ALINE ROCHA
Autora do livro de poemas Gravando, Aline Rocha nasceu em 1990 na cidade de São Paulo. É graduada em Letras pela USP e foi coeditora da Editora Patuá. Realiza pesquisa em Teoria Literária e Literatura latinoamericana, além de lecionar, escrever e traduzir. O livro Gravando integra a Coleção Patuscada, premiada com o ProAC - Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.


Um poema do livro Gravando de Aline Rocha:

Gravando

porque a gente só sabe amar feito cinema
a gente é tudo fresco
e precisa ter a maldita cena
do casal correndo na chuva do beijo
em câmera lenta
ou então a gente ama feito novela
aquele melodrama todo
a gente devia era desligar a câmera
pra se amar, apagar as luzes
devia era se amar no camarim
me espera na saída

Confirme sua participação no evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/220133464834282/?fref=ts

A compra do livro pelo site antes do lançamento, garante um exemplar autografado aos que não puderem ir.

Editora Patuá - Livros são amuletos

Eduardo Lacerda
Editor


www.editorapatua.com.br

02 dezembro 2013

Edital para Eventos Culturais 2014

Edital do BNDES aberto para Eventos Culturais 2014


Estão abertas as inscrições para projetos direcionados a eventos à serem realizados de março a agosto de 2014


Para quem tem projeto nas áreas de Cinema, Música, Literatura e Dança, essa é a chance de poder realizá-los.



O BNDES receberá propostas de patrocínio a eventos culturais em quatro segmentos artísticos: cinema, música, literatura e dança.


São considerados eventos culturais os projetos com duração e local pré-estabelecidos, que contribuam para a difusão e fomento da cultura brasileira, tais como mostras, festivais, feiras, espetáculos, entre outros, conforme descrição no quadro a seguir:


Segmentos

Cinema Festivais e mostras de cinema com ênfase na exibição de produções de longa-metragem e na apresentação da filmografia de diferentes realizadores, prioritariamente brasileiros.

Música Festivais, feiras e espetáculos com ênfase em música instrumental, clássica ou erudita, que reúnam artistas e grupos diversos, prioritariamente brasileiros.

Literatura Festivais, festas e feiras literárias com ênfase na divulgação da obra e da produção de diferentes autores, prioritariamente brasileiros.

Dança Festivais, mostras e espetáculos que reúnam diferentes companhias e artistas, prioritariamente brasileiros.


Período de inscrição

A apresentação de projetos terá um período definido e será divulgada sempre nesta seção.

Inscrições abertas para eventos cuja data de início seja de 01.03.2014 a 31.08.2014 (março a agosto de 2014)

Inscrição de 13.11.2013 a 18.12.2013 -  Inscrições abertas

Seleção de 18.12.2013 a 01.02.2014

Divulgação do resultado fevereiro de 2014


Mais informações no link abaixo:

http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Apoio_Financeiro/Patrocinio/Introducao/eventos_culturais2014.html

Passo a passo de como criar uma ONG