Pesquise Modelo de Projeto Social

30 novembro 2012

Apoio Financeiro a Projetos no RS

Uma boa chance que não se pode perder, ainda dá tempo para inscrever seu projeto e poder levar adiante um trabalho relevante e de ajuda humanitária.

Ampliado o prazo, para 7 de dezembro, para inscrições de projetos nos editais de seleção de Pontos de Cultura.

A Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul publicou no dia 09, no Diário Oficial, portaria ampliando o prazo de inscrições de projetos.  


A ampliação pretende o aprofundamento do processo de democratização das informações acerca dos editais, com a realização de um maior número de oficinas de capacitação de grupos culturais

Pretende-se  que, até o final das inscrições, sejam realizadas cerca de 80 oficinas, em todas as 28 regiões do estado definidas pelos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (COREDEs). Até o momento, já foram realizadas 30 oficinas.


27 novembro 2012

Projeto Vale dos Tambores, Cidadania Nota 10

Projeto Vale dos Tambores, disseminando cultura e espalhando cidadania.

Mais que um projeto, uma referência para que nossos alunos desfrutem de nossa cultura e mais adiante compartilhem esse belo momento com seus filhos e netos.




Manter viva nossa cultura e compartilha-la com todos é um dever de nossos governantes, por isso devemos exigir que esse projeto não pare por aqui, que continue a disseminar nossa bela cultura e a espalhar os frutos da cidadania por muito tempo ainda.





O evento contou com a presença da Secretária de Educação, Dilma Dantas e da Secretária de Cultura, Daniele Dantas.

As atividades do projeto de "Educação no Vale dos Tambores na Região do Ciclo do Café" estão sendo realizadas hoje e amanhã, no Clube dos Democráticos, em Valença.

Alunos da Escola Municipal João Batista Gomes, de Santa Isabel, dirigidos pela professora Marcia Medeiros,cantam Usina de Prata de Rosinha de Valença.

23 novembro 2012

Video Mostra o Passo a Passo de como criar uma ONG

14 boas dicas de como criar uma ONG.

Para quem tem um bom Modelo de Projeto Social, uma boa ideia na cabeça e quer dar vida a seu projeto, estou publicando hoje um vídeo sobre o Passo a Passo de como criar uma ONG

Muitos perguntam: Como posso fundar uma ONG? Eu digo que não é fácil, você precisa se organizar, é um trabalho árduo, mas compensa ver o projeto funcionando.


Temos que ter em mente que uma ONG não é tábua de salvação para ninguém. - Estou desempregado, então vou fundar uma ONG. Isso não funciona, está fadado ao fracasso logo de cara, ou no meio do caminho "vai dar com os burros n'água".

Fundar uma ONG é prazeroso, se for um trabalho encarado com amor, com o objetivo de compartilhar conhecimento. Com vontade de ajudar aos outros. Com intenção de levar cidadania para o máximo de pessoas possível. Aí sim, você verá que não é algo tão complicado.


O vídeo abaixo nos mostra 14 boas dicas de como criar uma ONG. Foi feito em parceria com o Blog Enfoque Cultural do amigo Alysson Andrade que é Produtor e Gestor Cultural com qualificação em Gestão e Políticas Públicas Culturais / MinC – Ministério da Cultura,SESC-SP e SecultBA.


Uma Luta por Preservação e Cidadania

As grandes conquistas se fazem com grandes doações. Não adianta nada ficar em casa se achando o melhor, só se doando seriamente é que se chega a algum lugar.

Hoje abri meu Facebook com esse texto. Guardadas as devidas proporções, todas as grandes conquistas foram feitas a partir de grandes doações. Grandes conquistadores tiveram que abrir mão de sua vida, para conseguir conquistar seus objetivos. Nos dias de hoje a história se repete e temos sempre que nos doar ao máximo, para que alcancemos também nossos objetivos.

Falo aqui, de se doar de uma forma espiritual, de uma forma até emocional e de um comprometimento pessoal em ajudar ao próximo, para que o retorno dessa doação, não só nos volte em forma de felicidade, mas que também seja sentido por aqueles a quem doamos nosso tempo e nosso amor e os ajude de alguma forma a alcançarem mais facilmente sua cidadania.

Bom, resolvi fazer essa postagem com esse texto, por causa do Email que recebi do amigo Wallace Rodrigues e também por já vir me emocionando, com a luta de um grupo de jovens da bela cidade de Natal - Rio Grande do Norte, pela preservação do Parque do Capim Macio.

"Eles tem uma história muito legal de luta pela preservação de uma única faixa de Mata Atlântica, dentro do bairro, o parque com árvores centenárias foi o que restou e por iniciativa de um grupo de "Ambientalistas"; ao qual estamos nos juntando em defesa e manutenção desta área, para que ela seja transformado em um parque, onde possamos desenvolver projetos culturais junto a comunidade. Um destes defensores e responsável direto por esta preservação, intervindo diretamente na retirada das árvores foi o jornalista Yuno Silva e outros que abraçando as árvores impediram que as moto-serras derrubassem o que sobrou da mata e forçando os engenheiros responsáveis pela construção de uma lagoa de captação de águas reverem seu projeto original, mudando de tamanho para profundidade, o que preservou a área.  Desde então foi criado o Grupo Amigos do Parque do Capim Macio, vai o link de uma olhada. http://www.parquedecapimmacio.org/"







O vídeo mostra o projeto concebido pela arquiteta Viviane Teles a partir de conceitos de sustentabilidade. Criado com participação da comunidade.

Espaço de uso misto para o desenvolvimento de atividades comunitárias e ações de educação ambiental, cultura e lazer.


21 novembro 2012

110 frase sobre Cidadania, Voluntariado e outras mais.


110 frase sobre Cidadania, Voluntariado e outras mais de Victor S. Gomez


1- Não há limites para quem quer fazer o bem, seja um voluntário.

2- Ser voluntario é mais do que se imagina, é se dedicar a ajudar sem esperar nada em troca.

3- Liderança não se impõe, se conquista através de um trabalho sério e honesto.

4- Cada pequeno esforço voluntário, quando é feito com amor, transforma qualquer coisa, até mesmo a mais difícil.

5- Praticar o voluntariado é um ato de amor. Todos devem praticar o voluntariado, amar não faz mal.

6- Nunca guarde nada só para você, repasse seu conhecimento, não levamos nada desse mundo, somente o amor que plantamos aqui.

7- o voluntariado só me trás felicidade.

8- Ser consciente não é só falar dos problemas, é lutar para resolvê-los.

9- Sozinhos não somos nada, mas juntos mudamos o mundo. Seja um voluntário e ajude a salvar o que resta da Mata Atlântica.

10- O primeiro passo para a cidadania plena é o compromisso com o voluntariado.

11- Cidadania plena só se consegue quando se tem compromisso com o voluntariado.

12- Cidadania plena se consegue mais facilmente quando se tem compromisso com o voluntariado.

13- Voluntariado não é só uma palavra, é amor, dedicação e também ação.

14- A sensibilidade não acontece por acaso, ela advém do amor que o homem tem por seu semelhante, do carinho que dedica sua família e da força com que ele constrói sua vida.

15- Responsabilidade social é o que se espera de todos, para que efetivamente tenhamos um futuro melhor.

16- Conscientização é uma das ferramentas necessária para alcançarmos nossa cidadania.

17- Sem cultura não somos nada, com cultura somos cidadãos.

18- O voluntariado é dever de todos, temos que praticá-lo sempre, só assim conseguiremos um mundo melhor para todos.

19- Cidadania é mais do que uma palavra, é um direito de todos.

20- A luta pela Cidadania deve ser uma constante, mas para que ela tenha resultado devemos nos doar com amor, honestidade e respeito a todos.

21- A preocupação com o meio ambiente deve ser uma constante, pois somos parte dele.

22- O raciocínio lógico é fundamental, mas se não tiver ao menos um pouquinho de sensibilidade, tudo fica sem sentido.

23- Não conquistamos nada sozinho, o grande lance da vida é compartilhar, se doar, faço disso uma pratica, e quem me conhece sabe disso. Alguns podem até achar que sou bobo, ingenuo, sonhador, mas sigo em frente com minhas convicções, nada melhor que repartir nosso conhecimento, nosso amor. 

24- Pensou no que você pode fazer hoje para ajudar alguém, então faça. Agir nos dá força para continuarmos lutando por um mundo melhor.

25- O grande diferencial é a sensibilidade, sem ela pouco se constrói. 

26- Trabalhar a cidadania vale a pena, trabalhar como voluntário também. Um dia, espero, todos terão seus direitos garantidos, sem exceção.

27-Que hoje tudo possa ser melhor do que o que passou, que novos projetos e glorias sejam conquistados, não por uma busca pessoal de sucesso, ou por querer apenas mostrar que somos capazes de fazer, mas que estejamos cônscios de que estamos lutando por um bem maior, a melhoria das condições de vida de nossos semelhantes. Que sejamos mais pacientes e possamos liderar verdadeiramente, sem apenas almejarmos uma satisfação pessoal. Que sejamos líderes naturais, sabendo ouvir e argumentar, como fazem os verdadeiros líderes.

28- Sensibilidade é um dom, mas também pode ser cultivada, principalmente quando começamos a nos preocupar com o outro.

29- Pensando no que pode fazer para melhorar a nossa sociedade? 
O que é necessário fazer para que todos consigam sua cidadania e sejam mais respeitados? 
Ficar parado, pensando, não leva a lugar nenhum, reclamar diante da violência que mostra a TV também não. Seja voluntário, você verá o quanto é gratificante.

30- A cidadania se consegue com trabalho sério e comprometido com o social.

31- Sempre temos algum tempinho livre para ajudar alguém, é só querer que a gente acha.

32- Ser consciente não é só falar dos problemas, é lutar para resolvê-los.

33- A cidadania deve sempre vir em primeiro lugar, pois ela é um direito de todos. 

34- Tenha sempre em mente que o retorno espiritual e pessoal é bem maior, quando colocamos nossa vontade de ajudar ao próximo em primeiro lugar.

35- É realmente muito bom compartilhar o social, abre novas perspectivas e ajuda na conscientização.

36- A união nos torna mais fortes, principalmente se for uma união verdadeira, que deixe de lado todo o egoismo e egocentrismo.

37- Cuidar do meio ambiente é cuidar de você mesmo e dos seus.

38- O que é melhor, fazer, ou ficar criticando e esperando que os outros façam?

39- O voluntariado é uma proposta interessante para começarmos nossa mudança, quando cuidamos de alguém, pode ser em uma ONG, Hospital, Igreja, ou outro lugar, aprendemos que o altruísmo é o melhor caminho a ser seguido, pois ele nos leva ao verdadeiro amor, o amor solidário.

40- Cidadania se faz com trabalho sério e competente.

41- Mesmo em passo lento, se seguirmos o que é certo, alcançaremos nosso objetivo.

43- O mínimo que conseguimos fazer já é de grande valia, o importante é tentar melhorar sempre, aprender, crescer.

44- Podemos mudar algo? Sim, é só trabalharmos juntos e sermos solidários

45- Um projeto cultural e ambiental de qualidade deve ser bem consistente e ter participação efetiva da comunidade, só assim ele terá sucesso e poderá trazer resultados concretos que efetivamente ajudarão nossos jovens na conquista da sua cidadania.

46- Compartilhar, ser solidário, altruísta, só aumenta as chances de tudo melhorar para todos. Fazer o bem, melhora a nossa vida e a de todos.

47- Trocando, fazendo parcerias, nos ajudando mutuamente, é assim que se constrói a cidadania.

48- Eu gosto muito do que faço, por isso faço com amor. Isso é voluntariado!

49- Se pensar em fazer algo para o bem de todos, faça, não espere o tempo passar, aja com depreendimento que tudo fica mais fácil.

50- Quando queremos encontrar dificuldade, elas sempre aparecem. Quando queremos fazer um projeto com dedicação e amor tudo o mais fica pequeno.

51- Cidadania se conquista todos os dias, com persistência, trabalho e honestidade.

52- Não tente copiar ninguém, seja diferente, só assim você terá chance de ser o melhor.

53- Aprenda o que puder, depois compartilhe, não leve só para você o que você pode dividir.

54- A verdade nunca atrapalha, pelo contrário nos faz acreditar mais nas pessoas.

55- As vezes o silencio dói mais aos ouvidos do que o barulho ensurdecedor de uma moto serra.

56- Cidadania é antes de tudo conhecimento e amor pelo que se faz.

57- Arte e conscientização andando juntas e promovendo a inclusão social.

58- Amar faz bem, ser voluntário também.

59- Seja útil, ainda dá tempo, seja um voluntário.

60- Ser inteligente não é ser esperto. Ser inteligente é cultivar as amizades, é ser solidário, é criar condições para que todos tenham um futuro melhor. 

61- Quando fazemos algo com amor é certo que melhoramos a vida de alguém e a nossa.

62- Foque o seu objetivo, mas sem pressa, a vida tem seu tempo certo.

63- Meu desejo de aprender, de ajudar, de mudar é imenso, talvez só não seja maior que o amor que eu sinto pela minha família.

64- O que você faz de errado fica na lembrança de todos, as boas coisas quase sempre esquecidas, mas não é por isso que devemos parar de fazê-las.

65- Nosso pensamento comanda nossa vida, mude o pensamento para melhor, para ser uma pessoa melhor.

66- Quem tem a sorte de viver em uma cidade como Valença (apesar de alguns dissabores políticos), deve se sentir um privilegiado, demostre sempre humildade e agradeça sempre essa oportunidade.

67- Cultura é prioridade! Quando esquecemos a nossa, deixamos de existir.

68- Na busca pela cidadania a perseverança e a paciência são imprescindíveis para conseguirmos alcançar o nosso objetivo.

69- Não tenha medo de tentar, todos nós conseguimos fazer aquilo que queremos. Todos nós somos capazes de ajudar alguém! Seja um voluntário!

70- Como eu me visto não interessa, o que interessa é como eu me comporto diante dos problemas da sociedade.

71- Já fez seus cálculos de quantos sorrisos você deu hoje? É uma equação fácil. Se ainda não calculou direito ainda dá tempo de ser feliz hoje. Sorria!

72- Amo o que faço, todos os dias, cada vez mais.

73- A arte como caminho para a cidadania.

74- Se um portão está trancado em sua vida, de a volta, pule o muro, ache outro portão, se vire, mas não desista nunca.

75- Não se esconda atrás de nada, se você não tomar uma decisão, sua vida continuará a ser a mesma. Apresente-se. Coloque-se de frente para o que é preciso mudar e encare o problema com decisão, pois só assim conseguirá resolvê-lo.

76- Campanha seja feliz hoje!
Flor é vida, amor, luz, então ilumine a vida de seu amigo hoje e seja feliz!

77- Campanha seja feliz hoje!
Tá sentindo um peso a mais hoje?
Que tal deixá-lo de lado ajudando alguém a sorrir.
Mande um abraço grátis para seu amigo hoje!

78- Já fez seus cálculos de quantos sorrisos você deu hoje? É uma equação fácil. Se ainda não calculou direito ainda dá tempo de ser feliz hoje. Sorria!

79- Seja feliz e faça um amigo feliz! Ofereça uma flor a um amigo!

80- Você já fez seu amigo sorrir hoje? Então tá na hora!

81- Quando vivemos só para nós mesmos, temos a falsa impressão que somos felizes, mas só alcançamos a verdadeira felicidade, quando compartilhamos nosso saber e nossa vida com nossos semelhantes.
Lembre disso hoje e seja feliz!

82- Palavras, imagens, poemas, cores, a miscelânea é total. Os pensamentos voam, as imagens se embaralham, aos poucos formam novas imagens, imagens do passado, do presente e no futuro elas certamente serão modificadas, mas os desejos nelas impressas permanecerão para sempre.

83- Quando construímos algo com amor fica bem mais fácil alcançarmos nosso objetivo.

84- E os caminhos que se cruzam, são caminhos de formas diversas,pesadas, sofridas, que trazem à memória, novamente as dores que partiram tempos atrás, mas a medida que o tempo passa, novas vidas se constroem e sigo em frente pensando nos novos desafios que sempre irão existir, mas nunca deixarei de transpor.

85- O caminho é logo e árduo em todos os sentidos, mas ainda acreditamos que é possível ser feliz nesse país.

86- Muita gente tem de entender que o caminho para cidadania passa pela cultura, educação e uma politica econômica forte que garanta uma melhor qualidade de vida para todos.

87- Que tal tirar do rosto esse ar pesado. Seja feliz com um sorriso bem largo! Não é melhor assim?

88- Paciência além de ser uma virtude é um talento... Uma hora eu consigo!

89- Eu cresço a medida que eu aprendo, ai de mim se nunca conseguir aprender nada!

90- Tudo que eu recebo é resultado do que eu fiz. Certo ou errado, não importa, sempre seremos reflexo do que fazemos.

91- Palavras, são apenas letras jogadas no papel, no espaço. Atos se perpetuam, são concretos, duradouros, bons ou ruins eles nos mostram quem somos.

92- Você pode pensar o que quiser, agir como quiser, fazer o que quiser, só não pode é esquecer que um dia tudo volta. Então pense o melhor para você e para outras pessoas, só assim você será feliz.

93- Poeta é todo aquele que tem sensibilidade e consegue transformá-la em palavras, independentemente que outras pessoa gostem ou não. Os críticos formados, que me perdoem, mas eles devem ir as favas.

94- Que se quebrem as regras, que se quebrem os paradigmas, que tudo que é para o bem, seja para o bem de todos.

95- Educação e Cultura, caminhos que levam a Cidadania.

96- Se o momento é difícil, pense nos que sofrem mais do que você e diga: Eu sou um privilegiado!

97- Lindos somos todos, por dentro e por fora, quando compartilhamos nosso saber.

98- O ato da cidadania está também em pequenos gestos. Quando somos solidários, ou praticamos o altruísmo, mesmo que esses gestos pareçam sem valor para alguns, crescemos e nos tornamos pessoas mais felizes. 

99- Você é responsável pelo que cativa, então a melhor forma de ser responsável é mostrar que todos tem escolhas, e que essas escolhas é que formarão seu destino. Quando você lê, você aprende a discernir melhor o que lhe oferecem, e se o que lhe oferecem não é bom, fica mais fácil de perceber.

100- Quando o desejo e a vontade de fazer são maiores, tudo acontece.
Mude o pensamento e tudo muda ao seu redor.

101- Nada é tão difícil de ser mudado, se realmente assim você o desejar.
Comece a mudar o que você puder, mude seu interior, mude seu pensamento, mude suas atitudes, idealize novos projetos, transforme-se primeiro, somente assim você conseguirá transformar outras pessoas e melhorar o meio onde vive.

102- Mesmo que te puxem para trás, que tentem te derrubar, ou que amarrem uma pedra em seu pescoço e te joguem no fundo de um poço, não se esqueça, você é senhor do seu destino, e nada, nada poderá fazê-lo desistir dos seus objetivos. Por isso, continue sorrindo, e tudo se resolverá. 

103- Quando você errar, não pergunte "por quê eu errei?" e sim "para que?". Aprender com seus erros é a melhor maneira de descobrir novos caminhos.

104- Não desista nunca de seus objetivos, insista, persista, somente assim você será feliz.

105- A luz que ilumina meu caminho nunca se apaga.
Por mais que tentem apagar a sua luz, não deixe que ela se apague nunca e seja feliz sempre. 

106- Ações, atitudes, valem mais que milhares de palavras.
Ações, atitudes, se concretizam, se perpetuam, palavras se dissipam facilmente.

107- Quando estamos em dificuldade é que nos conhecemos melhor, então nesse instante devemos continuar seguindo com mais força para alcançarmos os nossos objetivos.

108- Todos os caminhos que surgirem em nossas vidas, se mostrarão serem atrativos, dependendo do ponto de vista e de como nós estivermos naquele momento, a opção de escolha é de cada um.
Escolha sempre o melhor para você e seja feliz.

109- A vida nos mostra os caminhos, cabe a nós escolher o melhor. Escolha sempre o melhor e seja feliz.

110- Tenha sempre em mente que algo maravilhoso pode acontecer há qualquer instante em sua vida, deseje todo o dia coisas boas para as outras pessoas e para você, e pense sempre que tudo que retornar para você é o melhor.

19 novembro 2012

Planejando uma ONG

O planejamento de uma ONG é a parte principal do início do seu projeto.

Não se consegue nada sem um bom planejamento, assim como uma empresa sua ONG tem de estar bem organizada e planejada bem antes dela começar a funcionar.

Boas idéias fluem, mas são apenas boas idéias se não são planejadas com carinho e dedicação.

Tenha muita atenção, pois muitas empresas que são geradas para dar lucro, mas não são planejadas com cuidado, não duram nem um ano.  Imagine então uma ONG que não é criada para dar lucro, se ela não for bem planejada logo fechará suas portas.


Então tenha em mente que o que você tem de fazer é se capacitar antes de tudo.

Faça alguns cursos, na internet você encontrará bons cursos que podem lhe ajudar muito, e o que é impotante, a um custo muito baixo.

Procure o SEBRAE, eles estão sempre oferecendo bons cursos a preços razoáveis.

Procure um bom curso de gerenciamento de ONG, não sairá tão caro e lhe trará bons resultados.

Faça um bom curso de Elaboração de projeto social, você verá o quanto é vantajoso adquirir conhecimento nessa área. 

A BUZZERO oferece cursos a preços baixos e de boa qualidade.


Visite outras instituições que já estão no mercado há algum tempo. Converse com pessoas que já montaram instituições que deram certo e mesmo com as que deram errado. Você poderá aproveitar boas idéias de todas elas, de como fazer ou mesmo de como não fazer.

Mais um ponto importante é pesquisar na internet, vários sites disponibilizam informações para quem quer fundar uma ONG e como planejá-la. A ABONGTerceiro Setor Online, o Prómenino, e aqui mesmo no meu Blog você encontra um link de Como Criar uma ONG, com bastente material para você planejar  e gerir uma ONG.

Só depois que estiver capacitado é que você deve seguir adiante. 

Não adianta muito ter um bom projeto, sem que antes você esteja preparado para administrá-lo.

16 novembro 2012

Ser Inteligente não é Ser Esperto


Hoje fiz algo que não gosto de fazer, desliguei a opção “gostei” e “não gostei” do meu canal do YOUTUBE, mas fiz isso por me sentir obrigado e por não entender como alguém pode perder tanto tempo, tentando de uma forma covarde e tão pequena, transformar um trabalho sério em algo de pouco valor.

Senti-me muito mal, mas foi necessário. Não acho que seja essa a forma correta de agir. Sempre tive meus canais de redes sociais abertos, para que o público de forma democrática pudesse expressar sua opinião. 

Trabalho com projetos sociais há mais de 12 anos e nesse tempo tenho tentado com meus posts e vídeos, passar o pouco que conheço para outras pessoas. Nunca tentei me valorizar acima do que sou, pois nunca me considerei “o cara”, quem me conhece sabe disso, tento apenas compartilhar o que sei, pois acredito que essa é a melhor forma de levar cidadania para todos.


Mas de um tempo para cá percebi que alguém, covardemente, vem clicando “não gostei” em meus vídeos, de uma forma continua e insistente, principalmente nos vídeos feitos sobre os projetos que venho ajudando voluntariamente aqui em Valença.

Percebi esse ato idiota, pois o infeliz vem mantendo uma continuidade e um mesmo padrão. Acho essa atitude pequena e covarde, e bastante medíocre também, mas dou a chance desse infeliz e frustrado cidadão comentar o porquê de não gostar do meu trabalho. Não vou desligar os comentários, por isso estou dando a oportunidade desse débil mental se manifestar abertamente e me atacar sem covardia.

Espero não estar sendo muito agressivo, mas acho que às vezes devemos manifestar nosso descontentamento, se isso se fizer necessário. Acredito que se quiser qualquer pessoa pode discordar do que quer que seja, mas deve sempre procurar a melhor forma de fazer isso. Nada pior do que se arrastar pela lama, se esconder pelas sombras e atacar sem mostrar o rosto, não acredito que isso seja a melhor forma de opinar sobre algo.

Será que quem vem fazendo isso tem algum trabalho para mostrar?

Uma frase que sempre publico e que penso que se encaixa aqui: Ser inteligente não é ser esperto. Ser inteligente é cultivar as amizades, é ser solidário, é criar condições para que todos tenham um futuro melhor.

E vou seguindo meu caminho, esperando sempre o melhor. Por isso Amo o que faço, todos os dias, cada vez mais.

14 novembro 2012

Meu Trabalho no CECI

Hoje estou postando um vídeo com fotos de um trabalho social criado por mim em Seropédica no ano de 2002.

"O ato da cidadania está também em pequenos gestos. Quando somos solidários, ou praticamos o altruísmo, mesmo que esses gestos pareçam sem valor para alguns, crescemos e nos tornamos pessoas mais felizes." Victor S. Gomez

Esse projeto foi fruto do amor, carinho e dedicação de pessoas, que realmente acreditavam no que estavam fazendo. Um trabalho que buscava a melhoria da auto-estima de crianças e adolescentes daquela comunidade e que tinha como meta mostrar que todos têm possibilidade de ter um futuro melhor.

Ter sido fundador do Centro Cultural Criança Cidadã e ter trabalhado com voluntários da melhor qualidade, foi a experiência mais enriquecedora da minha vida. Digo isso, por lembrar de um tempo em que fazíamos um trabalho de qualidade com dedicação e desprendimento.

Citar nomes não é o que importa, todos sem exceção sabem o que sinto e o que penso de cada uma das pessoas que dividiram seu tempo e seu amor, com um trabalho que tinha o propósito de dar dignidade e cidadania a todas as crianças que frequentavam o CECI.

12 novembro 2012

Pulando Cadeira

Um texto de Victor S. Gomez
Nono lugar em 2009, no concurso de textos do extinto site BlogBlogs.


Pulando Cadeira

Sempre fazemos isso na virada de ano e sempre me pareceu meio estranho, mas fazer o que, todos pulam, então, se é para melhorar e dar sorte para o ano que se inicia, eu faço. Você tem de pular a cadeira e desejar algo de bom para o ano novo, se quiser usa um complemento na mão, uma carteira de dinheiro, sei lá, o que você achar melhor.

Não sei o que deu no meu primo Helio, para pular cadeira nesse ano, tinha tudo dado certo para ele em 2009, conseguiu quase dobrar seu salário no emprego, tava de carro novo, e ia se casar com uma das moças mais bonitas daqui. Se fosse eu ficava quieto, nem ia pensar em pular nada.

Bom, mas nem todos são iguais. E lá foi ele pular e tentar melhorar de vida ainda mais. todo mundo naquele porre todo, bebendo sem parar, churrasquinho rolando, música tocando, fogos explodindo, e todo mundo pulando cadeira. Quando chegou a vez do meu primo, acho até que ele titubeou um pouco, um momento de indecisão, ou a cabeça zoando com aquela bebedeira toda, será que ia desistir, não sei. E lá foi ele, qual super homem lançando voo, subindo rapidamente na cadeira e de repente, um barulho… CRASH!!! A cadeira quebra e o Hélio cai todo arreganhado, e quebra uma perna.

Para mim sempre deu certo, pois eu sempre pedia para passar o ano com saúde.

Então me lembro de um ditado, que minha saudosa vozinha sempre dizia: Quem tudo quer nada tem.

09 novembro 2012

Fundando uma ONG

Prezado Victor, boa noite!
Visitei seu blog, quando procurava orientações sobre: "Como documentar um projeto para dependentes quimicos?"
Comecei com esforço próprio, em março deste ano, um projeto em um sitio que aluguei em um povoado distante 60km da capital. 
Tenho conseguido captar recursos com pessoas físicas e jurídicas graças a confiança que tenho diante destas pessoas. Após ter em um pequeno espaço, cerca de 6 dependentes químicos  sendo tratados seu espiritual e carácter (num local ainda a ser estruturado) e tendo obtido exito ao longo de 7 meses, resolvi então legalizar este projeto, mas gostaria de ter uma assessoria no que diz respeito as documentações: Modelo de estatuto para este tipo de projeto, composição de diretoria, documentos hábeis para se dar entrada no CNPJ, e outras informações que de repente não tenho conhecimento, mas que procuro alguém que tenha o perfil para me auxiliar, e que pelo seu currículo, acredito que você poderá me ajudar. Estou certo?
Aguardo seu retorno.
Luiz Carlos da Silva
Serra- ES


Olá amigo Luiz

Acredito que você já tenha praticamente meio caminho andado para a fundação dessa ONG, pois vejo que já tem alguns contatos na captação de recursos, a parte mais complicada de um projeto. A credibilidade é uma das ferramentas mais importantes para a boa gerência de um projeto.

Um estatuto não muda muito de instituição para instituição e no link abaixo você poderá encontrar o que precisa, apenas mudando os objetivos da ONG.

http://www.victorsgomez.com/2010/09/modelo-de-estatuto-para-ong.html

Para conseguir o CNPJ, você precisa do estatuto e da ata de fundação da ONG registrada em cartório de pessoa jurídica. De posse desses documentos você poderá dar entrada junto a Secretaria de Fazenda para a obtenção do CNPJ.

Modelo de Ata
http://www.victorsgomez.com/2008/09/projetos-sociais-modelo-de-ata-de.html

Esse cadastro permite que a instituição realize transações financeiras, contratos, convênios, contratação de empregados, etc.

Vale lembrar também, que essa documentação é importantíssima, e deve ser enviada juntamente com o estatuto, para aprovação de projetos junto a empresas e o governo.

http://www.victorsgomez.com/2011/01/modelo-de-projeto-social-cnpj.html

Realizado o registro e estabelecida a sede da ONG, um contador deve ser oficialmente contratado. Ele se encarregará do registro de Pessoa Jurídica junto à Receita Federal, que dará um CNPJ e a declaração de insenção de imposto de renda à ONG, o que torna a mesma, por fim, existente e legalmente constituída.

Abraços

05 novembro 2012

Modelo de Projeto Social

Modelo de Projeto Social - Trupe da Leitura

Um projeto de incentivo a leitura Realizado no CECI - Centro Cultural Criança Cidadã, de 2001 a 2005.

Adolescentes da comunidade Dom Bosco em Seropédica levavam o incentivo a leitura para crianças e adolescentes das escolas daquele município.



Um Modelo de Projeto Social criado por Victor S. Gomez, na ONG que fundei em Seropédica. A ONG CECI (Centro Cultural Criança Cidadã) tinha o objetivo de formar leitores, para que todos pudessem almejar um futuro melhor. Vários adolescentes participaram do projeto e muitos deles, hoje, estão no mercado de trabalho ou terminando seus estudos.

Centenas de crianças e adolescentes da rede escolar de Seropédica, tiveram o prazer de assistir as apresentações desse grupo de voluntários do CECI.





Identificação do Projeto

Nome do projeto
Trupe da Leitura

Nome do Coordenador


Data de início do projeto
15/01/2001

Dados da Organização

Nome da organização e sigla
Centro Cultural Criança Cidadã
CECI

Endereço da organização
Durvalino Francisco de Jesus, 3

Bairro    Cidade    UF    CEP
Parque Jacimar    Seropédica    RJ    23850-370

DDD\Telefones    Fax

E-mail

CNPJ

Responsável pela organização
Nome do responsável
Victor Sant'anna Gomez

Cargo do responsável
Diretor Executivo

Data de fundação da organização
13/09/2002

Origem da organização.
A ideia de criar uma biblioteca comunitária, surgiu quando percebi a necessidade de que mais crianças fossem beneficiadas pelo incentivo a leitura, pois eram poucas as opções de bibliotecas em Seropédica e nem todas as escolas tinham livros. 

Objetivos da organização.
O CENTRO CULTURAL CRIANÇA CIDADÃ, também é representado pela sigla CECI, é uma sociedade civil sem fins lucrativo, livre de quaisquer preconceitos ou discriminações, seja de etnia, sexuais, credo religioso ou ideologia, quer em suas atividades e objetivos sociais, quer entre os componentes de seu quadro de diretoria e parcerias. A entidade será rígida com a legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e da eficiência. O CECI tem pôr objetivo o estudo, pesquisa, assessoria, organização e proteção ao meio ambiente, assistência à cidadania, educação e saúde, podendo criar intercâmbios com grupos culturais e entidades nacionais e internacionais, apoio e luta contra qualquer forma de discriminação social, econômica, racial, religiosa e sexual em todo território nacional e atendimento a grupos vulneráveis, especialmente crianças e adolescentes. Além disso o CECI visa dar cursos profissionalizantes de qualificação e requalificação profissional para melhor atender a comunidade. Podendo também fazer convênio e parcerias com entidades afins.

Dados orçamentários da organização.
Quadro Orçamentário:
Doações ou contribuições individuais    50     Pessoas físicas

Vendas de produtos e serviços    55     Curso de informática

Valor estimado da receita anual
R$  .000,00

Sobre o projeto inscrito
Resumo do projeto
O município de Seropédica localizado na Baixada Fluminense, com uma área territorial de 267 Km2 e população total de 65.020 habitantes; segundo dados do IBGE mais de 45% de sua população ativa não completou o segundo grau. Por isso criamos o Projeto Trupe da Leitura. Acreditamos que ele se destina a desenvolver o gosto pela leitura e a disseminar a cultura entre os habitantes do município. A Trupe da Leitura é um grupo formado por adolescentes da comunidade e freqüentadores de nossa instituição e está em atividade aproximadamente dois anos e seis meses. O projeto Trupe da Leitura surgiu antes de fundarmos a instituição. Esse grupo leva às escolas da rede pública e particular o contato com os livros, fazendo encenações com textos de grandes escritores e declamações de poesias, para com isso despertar nas crianças e adolescentes o gosto pela leitura. Enquanto um narrador com um livro na mão vai lendo parte de um texto, o restantante apresenta um esquete dando continuidade ao texto narrado. Já foram realizadas várias apresentações nas escolas da comunidade com grande sucesso e repercussão. O Projeto Trupe da Leitura busca também a melhoria da qualidade de vida, nas comunidades de baixa renda, pretendendo tirar nossos jovens da faixa de exclusão social. Paralelamente temos o Módulo Ser Cidadão, no qual são tratadas questões como Cidadania, Sexualidade, Drogas, DSTs (AIDS), Família, Estatuto da Criança e Adolescente, etc. Além desses pontos é dada prioridade ao reforço escolar, através de aulas de português e matemática, dando ênfase principalmente ao acompanhamento da freqüência e manutenção da média escolar; visando com isso conter a crescente evasão escolar, que tira grande parte dos alunos da escola. Num município carente de recursos, e sem políticas públicas que favoreçam as crianças e adolescentes; faz se necessário à implantação de projetos socioculturais. O Projeto aposta na formação desses adolescentes; para que possam, por seus próprios esforços, lutar por uma melhor qualidade de vida e conquista de sua cidadania.

População atendida
Critérios de seleção para ingresso no projeto
O jovens devem estar matriculados na escola. É cobrado dos adolescentes a freqüência e a média escolar. Todos os adolescentes que participam do projeto são voluntários.

Número de crianças e adolescentes atendidos mensalmente no projeto, por sexo e faixa etária:
Faixa
Masculino    Feminino    Total
13 a 15 anos    4     7     11
16 a 18 anos    5     8     13
Total    9     15     24

Periodicidade do projeto
3 vez por semana

Equipe de trabalho e formação
O projeto prevê momentos de formação da equipe.
momentos/encontros realizados em 2002.
Anteriormente as reuniões eram feitas esporadicamente somente entre a equipe. Para esse ano achamos que para melhor desenvolvimento do projeto, serão realizadas exposições com os trabalhos dos adolescentes, relatórios e reuniões mensais de avaliação com toda equipe. Nestes encontros serão discutidas todas as situações decorrentes do convívio entre educadores e adolescentes observando assim a eficiência dos métodos aplicados. A ata desta assembléia servirá de base para a avaliação do projeto para possíveis desdobramentos. A cada 3 meses aplicaremos um questionário de avaliação do desenvolvimento dos adolescentes. Ao término des 6 meses faremos painéis indicadores sobre o rendimento da equipe, dos adolescentes e sua freqüência, avaliando se as metas do projeto foram atingidas. Teremos também questionários de avaliação ao término da execução do projeto. Faremos também questionários com pais para avaliação dos adolescentes (mudança de comportamento, melhora no aprendizado, maior participação na escola e em casa).

Composição da equipe de profissionais envolvida no projeto, todos voluntários.
Coordenadora
    2º grau
    Arte educadora
    1
Instrutor
    2º Grau
    Ator e Artista Plástico
    1
Instrutora
    normal
    Educadora
    1
Coordenadora Pedagógica
    3º grau
    Pedagoga
    1

Cursos/seminários/palestras que os profissionais do projeto participaram nos últimos 2 anos.
Participação na coordenação do Seminário "Direito e Voluntariado" realizado na FESUDEPERJ em 2002. Os profissionais do CECI organizaram o Seminário "Criança Cidadã" no final do ano passado em parceria com o Colégio Estadual Presidente Dutra. O seminário visava a criação do conselho tutelar de Seropédica.

Rotina de trabalho e proposta pedagógica.
Método de trabalho na Trupe da Leitura:
Através de círculos de leitura e de técnicas teatrais, são trabalhados os clássicos da literatura infanto-juvenil, poesias, lendas e folclore da nossa cultura. Montamos com os adolescentes esquetes teatrais e os mesmos encenam e recitam poesias nas escolas públicas e particulares do município, visando com esse trabalho, formar multiplicadores que vem despertando o interesse pela leitura em outros jovens.

Módulo Ser Cidadão
Ø Cidadania
Ø Sexualidade
Ø Drogas
Ø DSTs (AIDS)
Ø Família
Ø Estatuto da Criança e Adolescente
Ø Reforço escolar
Ø Relação humana
Ø Ética
Ø Família
Ø Atividades Esportivas
Desenvolvemos os temas em forma de dinâmicas de grupo, oficinas culturais, palestra com profissionais qualificados correspondente a cada tema e campanhas que despertam a consciência da comunidade e dos jovens. Assim formando pessoas mais esclarecidas quanto aos seus direitos e deveres.

Técnicas teatrais:
Ø Dicção
Ø Expressão corporal
Ø Alongamentos
Ø Tempo ritmo de fala
Ø Tempo ritmo no movimento
Ø Exercícios e jogos de dramatização
Ø Entonações e pausas
Ø Leitura, interpretação de texto, coordenação do pensamento
Ø Fé cênica
Ø Subtexto, circunstâncias propostas
Ø Marcação, memorizar texto

O que esperamos desse projeto.
Responder concretamente a questão da ociosidade e despertar o interesse pela leitura. O projeto Trupe da Leitura pretende fundamentalmente tirar os jovens de nosso município da situação de risco social, criando oportunidades para o desenvolvimento pessoal, valorização da identidade, cidadania e auto-estima, ajudando também na identificação de suas potencialidades. Pretendemos fazer um trabalho preventivo, e de compromisso com o fortalecimento desses adolescentes, através de práticas artísticas culturais e complementação da ação educativa e com isso aumentar em 40% a formação de novos leitores até dezembro de 2003. Nossa pretensão é atingir todos os adolescentes nas escolas da rede pública e particular de ensino.

História de uma criança do projeto que alcançou resultados positivos.
A idéia de criarmos uma biblioteca comunitária surgiu quando da visita de uma amiga de nossa filha. Tínhamos alguns livros infantis e a menina ficou vidrada. Nossa comunidade é muito carente e a preocupação principal dos pais não comprar livros para seus filhos. Demos a ela um dos livros de nossa filha de presente. A menina ficou encantada e não desgrudou mais do livro.
O nome dela é Cintia e na época tinha oito anos. Hoje com 15 anos ela participa de Trupe da Leitura.

O jovem Bruno José participante ativo da Trupe da Leitura é instrutor de informática de nossa EIC. Depois de ser formado por nossa escola de informática e cidadania Bruno comanda uma turma com sete alunos.

Relação do projeto com as famílias das crianças e adolescentes.
Fazemos reuniões com os pais dos jovens. E alguns até nos ajudam como voluntários na instituição. O Projeto atende aos jovens, buscando a participação da família nas diversas fases do projeto, tornando assim sujeitos ativos no processo de formação dos alunos. A integração instituição e comunidade fazem parte do trabalho social do CECI. É somente através dessa união que poderemos alcançar nossos objetivos. A busca pela melhoria da qualidade de vida e o resgate da cidadania, são metas que buscamos no nosso dia a dia e só com a continuidade desse trabalho é que poderemos concretizá-la

Dificuldades encontradas no desenvolvimento do projeto e como foram enfrentadas.
A locomoção do grupo é feita em ônibus circular. A compra de uma kombi facilitaria muito a saída dos jovens, para as apresentações. Além de podermos mais facilmente levá-los para assistir peças de teatro, visitar museus e fazer encontros com jovens de outras instituições para troca de experiências. Pretendemos também construir um teatro de bolso para que a Trupe apresente peças teatrais para a comunidade.

Ações realizadas em parceria com outros segmentos da comunidade e quem são esses parceiros.
Seminário Criança Cidadã realizado em parceria com o Colégio Estadual Presidente Dutra. Parceria com a Universidade Federal Rural do Rio Janeiro para estágio de alunos de nossa escola de informática e cidadania. Escola de informática e Cidadania em parceria com o Comitê pela Democratização da Informática (CDI). Parceria com a paróquia Maria Mãe da Igreja, que nos cedeu em comodato a casa que usamos como sede da instituição. O Instituto Xerox imprime todo nosso material de divulgação.

Pontos fortes do projeto.
O incentivo a leitura, o resgate da auto-estima e a formação de multiplicadores. Muitos dos jovens que entraram para a Trupe no início do projeto não gostavam de ler, hoje vários deles buscam nossa biblioteca a procura de livros. Despertar esse interesse é o nosso objetivo.

03 novembro 2012

Curso de Elaboração de Projetos Sociais e Culturais

Curso de Elaboração de Projetos Sociais e Culturais

Acho muito importante a capacitação de quem quer fundar uma ONG. Elaborar um projeto social não é coisa fácil, como pensam alguns, por isso a capacitação é de fundamental importância. Eu mesmo não me acho muito capacitado na elaboração de projetos sociais, penso que ainda tenho muito a aprender e assim que for possível estarei fazendo um curso de Elaboração de Projetos, quanto mais se aprende, melhor.

Aproveite essa oportunidade e se inscreva nesse curso, não é tão caro assim, e é um investimento que vale a pena.


OBJETIVO DO CURSO

A habilidade de colocar uma ideia no papel, aliada a competência de implementação e gestão são essenciais para o alcance de resultados, a sustentabilidade de projetos e a busca de parceiros.

O treinamento Elaboração de Projetos Sociais/Culturais foi concebido para contribuir com a compreensão dessa fase, pois um projeto que não está bem elaborado e não passou por um processo de planejamento adequado pode não localizar parceiros e recursos e, ainda, ter problemas na implementação que refletirão no distanciamento dos resultados esperados.

O Objetivo do treinamento é apresentar, ao participante, subsídios para a concepção e desenvolvimento de projetos, por meio de ferramentas que contribuem para o planejamento, a elaboração e a identificação de oportunidades que colaborem na transformação da realidade.

A QUEM SE DESTINA

Profissionais que atuem ou queiram atuar em projetos sociais/culturais nas diversas áreas do conhecimento humano, seja por meio de Organizações Particulares, Governamentais ou Terceiro Setor; Universitários e Público em Geral, que tenha interesse no tema.

PROGRAMAÇÃO

O processo de construção de Projetos

A construção do conhecimento.  Buscar fontes de informação, estruturar equipe, identificar pares e parceiros, estabelecer e reconhecer limites. Aqui olhos, ouvidos e, principalmente, a mente devem estar “abertos”.

Comunicação e Parcerias: Compartilhar e Colaborar para buscar os melhores resultados

Como, quando, o quê comunicar, a quem e outras questões vitais. As parcerias possíveis, seus riscos e oportunidades.

O poder do Planejamento e a importância do Aprendizado constante

Entender a realidade e suas relações nos possibilita enxergar oportunidades e riscos, para que possamos fazer opções corretas dentre as alternativas possíveis. O projeto é fonte inesgotável de aprendizado. Gestão, monitoramento e avaliação fornecem dados constantes e vitais, mas além de disposição e flexibilidade, é preciso saber localizar, registrar e utilizar as informações.

Ferramentas de Planejamento

Avaliação Ex-Ante, Análise SWOT e outras ferramentas que contribuem com o processo de planejamento.

Conceitos e passos para a Elaboração de Projetos

Organizar informações, pensar em ações, parceiros e financiadores, atribuir funções à equipe, estabelecer objetivos e identificar os recursos necessários.

Termos utilizados no Setor e seus reflexos na elaboração de projetos, tais como: Programas, Projetos e Ações, Accountability, Stakeholder, Responsabilidade Social, Sustentabilidade e outros.

Roteiro para a redação de Projetos

As diversas questões que devem ser respondidas com clareza e serem coerentes entre si. Redigidas com uma organização que facilite a compreensão do projeto.

LOCAL

MONELLO CENTRO DE ESTUDOS

Av. General Olimpio da Silveira, 655 – conj. 41 - Perdizes – São Paulo – SP

(entre o metrô Barra Funda e o metrô Marechal Deodoro)

DATA

23 / 11 / 2012 - 9:00 as 17:00 hs.

293,00 até o dia 13/11/2012

350,00 após 14/11/2012

PARA 3 PESSOAS OU MAIS –DESCONTO ESPECIAL

TURMAS REDUZIDAS

( inclui material didático, coffee-break e certificados individuais).   Almoço não incluso

Reservas: (11) 3675-2774 e 3675-4156 ou pelo email: contato@monelloeassociados.com.br

Não serão aceitas lnscrições no dia da realização.
A realização está condicionada à formação de turma.

FACILITADORES

Regina Calia

Bacharel em Comunicação Social possui Pós-Graduação em Administração com foco em Sistemas de Informação, e extensões em Gestão Cultural e Gestão para Organizações do 3° Setor. Atua no terceiro setor desde 1991, trabalhando junto a organizações sociais, públicas e privadas, nacionais e internacionais, como Agenda Pública – Agência de Análise e Cooperação em Políticas Públicas, Centro Cultural da Espanha em São Paulo / AECID, CENPEC – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária e Instituto Itaú Cultural nas quais adquiriu experiência em planejamento, elaboração, gestão, avaliação e análise de projetos e parcerias. Desde 2010, é também parecerista para projetos no Ministério da Cultura para as áreas de Educação e Cultura e Eventos de Reflexão, Crítica e Pensamento Cultural.

01 novembro 2012

Como Gerenciar uma ONG

Alguns pontos fundamentais para quem quer fundar uma ONG. O importante é se preparar, se capacitar, só assim você estará em condições de gerir uma instituição.

Muitas pessoas me mandam Email ou mensagens pelo formulário de contato aqui do Blog, para saber como proceder depois de fundar uma ONG.

Como faço para gerir minha ONG? Como posso levar meus projetos adiante? Como captar recursos?

Bom, essas são apenas algumas das perguntas que recebo. E por isso eu digo, muitas pessoas não estão preparadas para gerir  uma ONG, não é fácil.  Eu mesmo quando comecei não estava nada preparado, e hoje o pouco que sei tirei dos livros, pesquisas na internet e dicas que me passavam.


Um bom livro que me ajudou bastante e que já apresentei para algumas pessoas chama-se, "Funções Gerenciais de uma ONG - Principais Funções Gerenciais" de Fernando G. Tenório, publicado pela Fundação Getúlio Vargas.

Pesquisando na internet achei três links muito interessantes. Leiam com atenção, vocês só tem a ganhar.

Terceiro Setor

Alguns livros que podem também ajudar muito:
AZEVEDO, Tasso Resende de. Buscando Recursos para seus Projetos. São Paulo: texto novo, 1998.

CARVALHO, Nanci Valadares de. Autogestão: O Nascimento das ONGs. São Paulo: Editora Brasiliense, 1995.

DRUCKER, Peter. Administração de Organizações Sem Fins Lucrativos: Princípios e Práticas. São Paulo: Pioneira, 1994.

FERNANDES, Rubem César. Privado porém Público: O Terceiro Setor na América Latina. Rio de Janeiro: Relume-Dumara, 1994.

FREITAS, Maria Ester de Freitas. A História de um Sonho: Prêmio FENEAD. São Paulo: Fundação EDUCAR Dpaschoal,1997.

HESSELBEIN, Frances; Marshall Goldsmith; Richard Beckhard e Richard F Schubert. A Comunidade do Futuro. Editora Futura, 1999.

IOCHPE, Evelyn Berg (Org). 3º Setor: Desenvolvimento Social Sustentado. São Paulo: Paz e Terra S.A, 1997.

fonte: http://www.cnep.org.br/bibliografia.asp

Passo a passo de como criar uma ONG