Pesquise Modelo de Projeto Social

30 abril 2011

Vaga para Assistente de Desenvolvimeto Familiar


Aldeias Infantis SOS Brasil Contrata.

São Paulo - Poá

Se você é um profissional que tem habilidade na resolução de problemas, no desenvolvimento de pessoas, trabalhe bem em equipe, domine técnicas de mediação de conflitos, tenha visão estratégica e visão sistêmica.

É importante que tenha disponibilidade para início imediato; de preferência formação em psicologia ou pedagogia.

É imprescindível ter os seguintes conhecimentos:

  • Conhecer a Doutrina de Proteção Integral
  • Conhecer o Sistema de Garantia de Direito e convenções
  • Saber a respeito dos direitos humanos e questão de gênero
  • Plano Nacional de Convivência Familiar e Comunitária
  • Informática - conhecimentos sólidos em Windows; prática em articulações de redes sociais e seu funcionamento
  • elaboração de relatórios

O salário é de de R$1.800,00 via CLT, com plano de saúde, vale transporte, vale refeição. São 44 horas semanais, de segunda a sexta-feira.

Os interessados enviar currículo com o título da vaga (assistente de desenvolvimento familiar) para o email:
carlos.silva@aldeiasinfantis.org.br até 07 de maio.

29 abril 2011

Ata de Constituição de Cooperativa

Espero que esse post seja de grande ajuda, para os interessados em montar uma cooperativa.

Aqui você encontra um modelo estatudo de cooperativa.

Ata da Assembléia Geral de Constituição da COOPERATIVA ............................, realizada no dia .... de ......... de 20.....

Aos ...... dias do mês de ..................... do ano de dois mil e .................., nesta cidade de ...................., Município de ......................... e Comarca de ............................., Estado de ............................... reuniram-se em assembléia geral para o fim de constituírem uma sociedade cooperativa, nos termos da Lei nº 5.764, de 16 de dezembro de 1971, os seguintes senhores: (indicar os nomes por extenso, nacionalidades, idades, profissões, estados civis e residência). Assumiu a presidência, por aclamação, o Sr. .........................., que convidou a mim, ............................. para secretariar a sessão e redigir a respectiva ata, ficando assim constituída a Mesa. Em seguida, o Sr. Presidente, declarando iniciada a sessão, disse que a finalidade da presente reunião era a de fundação de uma cooperativa e deliberar sobre os estatutos que deveriam reger a vida da sociedade e as relações dos associados entre si, estatutos esses elaborados sob a orientação do Departamento de Assistência ao Cooperativismo e que se achavam sobre a Mesa, mandando proceder à sua leitura. Depois da leitura, foram os referidos estatutos posto em discussão e, como não houvesse qualquer objeção sobre os seus dispositivos, foram submetidos à votação e aprovados por unanimidade, valendo esta deliberação por uma declaração expressa da vontade livre de todos os presentes de formar a sociedade. A seguir, após consultar a assembléia, o Sr. Presidente declarou definitivamente constituída, desta data para o futuro, a COOPERATIVA .........................., com sede em ....................., tendo como objetivo econômico o de ............................., sendo seus fundadores todos os associados cujos nomes, qualificações e residências se encontram discriminados no corpo da presente ata e na Lista Nominativa dos Associados, que fica fazendo parte integrante deste ato constitutivo. Em seguida, o Sr. Presidente disse que, estando constituída a COOPERATIVA ....................................., dava-a por oficialmente instalada e convidava os presentes para procederem à eleição dos membros do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e seus suplentes. Realizada a eleição e feita a apuração dos votos, verificou-se o seguinte resultado: para presidente, o Sr. .............................; para secretário, o Sr. ...............................; para diretor-gerente, o Sr. ...............................; para membros do Conselho Fiscal, os Srs. .........................................; para membros do Conselho Fiscal, os Srs. .........................................................; e para suplentes, os Srs. ........................................................ Logo após, o Sr. Presidente proclamou os eleitos, considerando-os todos empossados. Foi verificada, a seguir, a subscrição de ............................ (tantas) quotas-partes, no valor total de R$ .................. ( ..................................), pelos associados que constam da Lista Nominativa de Associados e que acompanha os documentos de constituição desta sociedade; deliberou a assembléia que fossem escolhidos sete (7) associados para assinar a presente ata e os estatutos aprovados, que acompanham a esta, recaindo a escolha nas pessoas dos Srs. ............................................

Nada mais havendo a tratar, o Sr. Presidente declarou encerrada a sessão do que, para constar, eu, ............ secretário lavrei esta ata, que lida, votada e aprovada, vai assinada pela Mesa e pelas pessoas acima indicadas.

Presidente da Mesa

Secretário da Mesa

Assinaturas dos sete associados

O presente ato constitutivo está lavrado no Livro de Atas, onde as assinaturas foram apostas de próprio punho.

Presidente eleito


Buscar por:

28 abril 2011

Projeto Arara Azul

Sempre que posso divulgo projetos criados por diversas ONGs, então seria imperdoável se eu não divulgasse o Projeto Arrara Azul. Um projeto que tenta resgatar uma espécie a beira da extinção, merece o nosso repeito.

O Projeto Arara Azul é um excelente trabalho, voltado para a proteção dessas aves, tão cobiçadas e que estão a beira da extinção.

"O Projeto Arara Azul é um projeto que estuda a biologia e relações ecológicas da arara-azul-grande, realiza o manejo e promove a conservação da arara azul em seu ambiente natural.

O Projeto estuda a biologia reprodutiva das araras vermelhas, tucanos, gaviões, corujas, pato-do-mato e outras espécies que co-habitam com a arara azul no Pantanal."


27 abril 2011

Dúvidas Sobre Projeto e Doações

Oi Victor,
não sei se você recebeu o meu link da comunidade Ponte Solidária. É um projeto que estou realizando numa creche comunitária em Nova Iguaçu, aqui no Rio. A idéia é bem bacana e queria muito a sua ajuda na divulgação. 
 
Queria também pedir conselhos sobre como poderia arrecadar as doações, tanto de materiais quanto de dinheiro. Que dica você poderia me dar? Talvez se alguém fizesse essa gestão junto? Você gostaria de participar deste projeto? rs. A gente nem se conhece, né, mas eu acredito bastante no seu trabalho social, muito inspirador! Em relação a este projeto de agora - Sementes de Marapicu - eu fui a essa creche comunitária, conversei com a administradora, tirei várias fotos do local, percebi algumas necessidades bastante urgentes em termos de espaço, material pedagógico para as crianças entre outras coisas. Acho que podemos melhorar a vida dessas crianças, pelo menos durante o tempo que passam na escola... 
 
Quando você puder, por favor, envie seus comentários. Peço sua orientação sobre o que estaria faltando, como posso gerir melhor o projeto; devo abrir uma conta bancária? Ou seria melhor encaminhar diretamente os itens arrecadados para a creche? Obrigada! 
 
Abraços, Edmara Souza

 
Oi amiga.
Quanto à divulgação é fácil, é só você me mandar as informações sobre o seu projeto, como funciona, local, a que publico alvo ele atende, essas coisas, caso tenha fotos me mande também.

Faz-me muito bem atender esses pedidos, é gratificante poder ajudar e divulgar trabalhos tão nobres como esses.

Participar será inviável, pois estamos muito distantes, mas nada impede que passe o pouco do que sei para tentar ajudá-la.

No meu Blog publiquei um post falando sobre como conseguir doações. Existem formas simples e outras mais complexas, que exigem projetos bem elaborados e consistentes. Diversas são as formas, que vão depender de muito boa vontade e disponibilidade de quem estará no comando.

Quanto às arrecadações, é preciso saber qual o nível da sua participação na ONG em questão. No caso acho que as doações devem ser encaminhadas diretamente à instituição.

Mais dúvidas, entre em contato comigo.
Abraços

26 abril 2011

BIO EXTRATUS, Responsabilidade Social

A Fundação BIO EXTRATUS é uma instituição que trabalha com amor, levando cidadania e desenvolvimento social para a comunidade de Alvinópolis, Minas Gerais. 

Com responsabilidade social a Fundação BIO EXTRATUS, vêm implementando projeto sociais de qualidade, que muito contribuem para a elevação da auto-estima de crianças e adolescentes daquela região.

A empresa participa ativamente das atividades locais, investindo na valorização da cultura e do esporte. 

Em 2008 a Bio Extratus construiu uma passarela para pedestres que liga o distrito industrial à cidade de Alvinópolis, o que proporcionou mais segurança aos funcionários do distrito industrial, reduzindo o número de acidentes na rodovia, além de ser utilizada também pela população para fazer caminhadas matinais e ao entardecer melhorando assim a sua qualidade de vida. Leia mais aqui...



Buscar por:

25 abril 2011

Comentários Anônimos e Agradecimento

Novamente venho aqui solicitar que quando me mandarem comentários pelo Blog, não esqueçam de mandar um endereço para que eu possa responder.

Alguns emails são de agradecimento, mas outros são sobre dúvidas e muitos vem sem um endereço, o que ocorrendo impossibilita uma resposta.

Quero aqui também agradecer a todos que entram em contato comigo e me mandam emails de agradecimento. Digo que isso é o que me faz continuar nessa jornada, buscando cada vez melhorar mais, para que todos consigam alcançar o objetivo de transformar nossa sociedade, levando cidadania para todos.

Se você quer fundar uma ONG, entre em contato comigo, estou ao seu dispor para esclarecer qualquer dúvida sobre o assunto.



Alguns dos últimos emails que me mandaram:

Anônimo disse...
Oi,
Estava procurando um modelo de Projeto Social para me ajudar em um trabalho da Faculdade, sou estudante do 5º período de Serviço Social aqui no Maranhão e encontrei o seu Blog, que bacana que você tem a hombridade de socializar um pouco do seu conhecimento, da sua experiência da sua CIDADANIA. É um bonito trabalho o que você faz, digno de todos os elogios; quisera tivéssemos mais pessoas como você, com certeza teríamos um mundo melhor.
Parabéns e que Jesus em sua infinita bondade faça ressoar e contagiar outras pessoas com teu exemplo de cidadania e humanidade.

Anônimo disse...
Belo trabalho!!!
Muito bom mesmo!!!!
Quero saber se você pode me ajudar com um problema que eu estou tendo aqui.......
tenho um projeto e quero ser beneficiário da lei de incentivo fiscal.......
Mas não sei por onde começar ou quem procurar.....
se possível ma da uma ajuda ai!!!!!
ursolino_kb@hotmail.com

Anônimo disse...
Adorei o seu projeto! Estou no terceiro ano de serviço social e preciso fazer um projeto pra os alunos idosos da APAE, estou ficando louca. Estava pensando em aulas de dança, natação, hidroginástica, mas está difícil colocar no papel.

Anônimo disse...
Parabéns pelo excelente trabalho deste blog!
Aqui pude esclarecer muitas dúvidas...

Nice disse...
Estou na fase final do curso de Pedagogia e tenho que fazer um Projeto Político Pedagógico, optei por direcionar a proposta para uma ONG, pois acredito que iniciativas da comunidade podem ser benéficas a todos. Parabéns pelas idéias apresentadas, irei me espelhar em propostas que contribuam para um mundo melhor, começando por cada um de nós.

Anônimo disse...
Ola estou iniciando o processo para abrir nossa ONG, e desenvolver nosso trabalho de forma legal e com respaldo jurídico.
E seu site tem me ajudado muito obrigado.

Anônimo disse...
Sr. Clay
Todos tem algo em comum. Todos querem ajudar ao próximo, continuem assim, pois precisamos equilibra o bem sobre o mal, parabéns a todos, pois todos são realmente filhos e criações de "DEUS" e ele estará com vocês e ajudando quando precisarem não se esqueçam disso amém, mas caso ele não poder ir ele mandará sempre alguém em seu lugar eu sempre acredito nisso, e espero que vocês também. Inteligentes não são aqueles que têm o conhecimento para si, mas aquele que reparte ou ajuda o seu semelhante com o seu conhecimento. até a próxima. Belém-PA

23 abril 2011

Curso de Captação de Recursos e Sustentabilidade

 
Tema é dirigido a quem trabalha com projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos

O curso Captação de Recursos e Sustentabilidade, que acontece no dia 12 de maio em Campinas, vai apresentar ao participante a base conceitual e prática para o desenvolvimento das atividades de captação de recursos direcionadas a resultados.

O especialista Danilo Tiisel, que é membro do Comitê de Terceiro Setor do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, vai apresentar as fontes de recursos e a melhor forma de acesso para organizações sem fins lucrativos que trabalham com projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos.

Segundo Tiisel, que também é Coordenador de Planejamento da Comissão de Direito do Terceiro Setor da OAB de São Paulo, as etapas do planejamento de captação de recursos e sustentabilidade, são fundamentais para o equilíbrio da organização ao longo dos anos. “É importante discutir a criação de uma área de desenvolvimento institucional, adequada à coordenação de profissionais dedicados à captação de recursos”, completa Tiisel.

O curso tem carga horária de 8 horas e acontece no Espaço Guanabara, que fica na rua dr. Osvaldo Cruz, 300, no bairro Guanabara, em Campinas. As inscrições custam R$ 310,00 e podem ser pagas em até 12 vezes pelo site www.comunicacursos.com.br

Sobre a Comunica Cursos: A Comunica é um centro de formação profissional que oferece cursos rápidos e práticos para interessados em aprimorar habilidades e conhecimento em várias áreas da comunicação. Lançada em março de 2011, a Comunica apresenta mais de 20 temas de cursos a profissionais e estudantes das áreas de Jornalismo, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e Marketing. Os cursos da Comunica podem estar em todo o Brasil, na medida do interesse do público, nos formatos aberto e in company. 

Gabriela Miranda
COMUNICA CURSOS
11 4063-0083
www.comunicacursos.com.br

22 abril 2011

Pedro Veludo Lança Livro em Santa Teresa

O escritor Pedro Veludo lança seu mais novo livro em Santa Teresa, RJ, um bairro aprazível e com o clima certo para esse tipo de evento.

O livro é um apanhado de crônicas de viagens por diversos lugares, que vão desde o interior do nosso Brasil até a Ásia (Tailândia, Índia), passando pela América Central (México), África (Moçambique, África do Sul, Suazilândia, Tunísia) e Europa. Ainda Chile, Peru, Ilha Grande, e até... Santa Teresa.
O lançamento é no próximo dia 29 (sexta feira) em Santa Teresa, no Cine Santa (um point cultural do bairro), a partir das 18 horas.

O título, "A orquídea tatuada e outras viagens" sai com o selo da Arte Final, uma editora jovem. A crônica´que dá nome ao título é a mais extensa e envolve um mistério (que não é resolvido) passa-se em três países: Índia, Moçambique e Brasil.

21 abril 2011

Chiquinha Gonzaga

Nascida Francisca Edwiges Neves Gonzaga, em 17.10.1847 na cidade do Rio de Janeiro, Chiquinha Gonzaga, teve três filhos. Filha de Rosa Maria Lima, uma mestiça pobre e solteira e de José Basileu Neves Gonzaga, primeiro-tenente.

Musicista independente dá aula de música e toca piano em lojas de instrumentos musicais para sobreviver. Totalmente avessa ao casamento, ao separar-se do marido, o qual se casou com 16 anos, leva consigo o filho mais velho.

Primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil, e uma das pessoas que lutou pelo respeito aos direitos autorais. Única mulher entre os 21 fundadores, em 1917, da SBAT (Sociedade Brasileira de Autores Teatrais). Tocava em bailes e teatros com grupos de choro e foi quem introduziu o violão nos salões do Rio de Janeiro.


Em 1897, todo o país dança sua estilização do corta-jaca, sob a forma de tango "Gaúcho", mais conhecido como "Corta-Jaca". Autora do "Ó Abre Alas", a primeira marcha carnavalesca que se tem notícia. Compôs A Filha de Guedes (1885), O Bilontra e a Mulher-Homem (1886), O Maxixe na Cidade Nova (1886) e O Zé Caipora (1887), entre mais ou menos 2 mil composições.

Chiquinha participou ainda, ativamente, da campanha abolicionista e da campanha republicana e militou ativamente nos festivais artísticos destinados a arrecadar fundos para a Confederação Libertadora, que se encarrega da compra de alforrias.

20 abril 2011

ONG Vale Verde

 
Alguns dos pontos de atuação da ONG Vale Verde, na luta por um meio ambiente sadio.
  • Promover e desenvolver programas, projetos e ações que visem a preservação, melhoria e divulgação do patrimônio artístico, cultural e ambiental;
  • Coordenar e realizar estudos, cursos, encontros e treinamentos que contribuam e desenvolvam o espírito de solidariedade e de cidadania;
  • Promover a Educação Ambiental em todos os setores da sociedade;
  • Firmar Termos de Parceria, Contratos e Convênios com órgãos públicos ou privados, visando a consecução dos objetivos da Organização aqui previstos;
  • Defesa do Meio ambiente especialmente a preservação e recuperação dos Recursos Hidrícos e Florestais do ambiente urbano e a melhoria da qualidade de vida.

18 abril 2011

Dividir e Compartilhar, Texto de Carla De Castro Maia

Gostei muito do post da amiga Carla De Castro Maia no Blog "A Música do Universo".
"Poucas pessoas têm bem definido em si o que é fazer caridade. Talvez por sua conotação religiosa e também porque há muitas notícias na mídia sobre personalidades reconhecidamente célebres por sua atuação no mundo dos negócios, no cinema, na TV, engajadas em alguma causa filantrópica. 

Há também constantes apelos à sociedade para a necessidade de se unirem a campanhas, apoiarem determinado evento destinado a levantamento de fundos para vítimas de catástrofes de toda a natureza, que têm acontecido pelo mundo. E, porque há sempre uma contra partida, notícias sobre fraudes ligadas a ONGs, dinheiro desviado, voluntários com ações na justiça angariando direitos como se fossem funcionários... Há realmente e sempre razões para justificar a má vontade, mas, há as boas notícias. Fazendo o balanço, o saldo certamente será positivo. Vejamos!"


Eis meu comentário sobre a postagem acima:

Gostei muito da expressão "lucro social', todos só tem a ganhar com o voluntariado. Comunidade, estado a sociedade em geral devem levar mais a sério o trabalho voluntário. Trabalhos importantíssimos como de D. Zilda Arns, devem ser amplamente divulgados para todo o mundo.

E como você mesma diz: "Quando uma instituição fecha as portas, o que acontece com mais freqüência do que deveria, todos perdemos muito."

E é uma perda irreparável, significativa, um choque para todos, algo sem dimensão, que destroi sonhos, e joga na lata do lixo todo o amor, dedicação, esforço de todos aqueles que lutavam por cidadania e pela auto-estima das pessoas que frequentavam essa instituição.

Parabéns pela postagem.

16 abril 2011

Ajudando um Projeto

Olá boa noite

Sou acadêmica do Curso de Serviço Social cursando o 5º período da Universidade José do Rosário Vellano - UNIFENAS (Campus - Campo Belo/MG), e faço parte um grupo de extensão da mesma, que realiza estudo e pesquisa sobre o trabalho infantil em nosso Município: Campo Belo/MG. Nosso grupo de pesquisa é denominado NUPETI (Núcleo de Pesquisa, Estudo e Extensão do Trabalho Infantil), que existe desde 03/12/2009, realizando Pesquisas e Estudos sobre o trabalho infantil no Município.

Visitei seu Blog e achei muito interessante seu trabalho.

Nosso grupo de pesquisa, NUPETI, está elaborando um Projeto de Intervenção sobre o tema trabalho infantil em nosso Município, e ao visitar seu Blog pensei que talvez poderia nos fazer um imenso favor de enviar alguns exemplos para nos direcionar em nosso Projeto.

Desde já agradeço

Atenciosamente
Thais Caroline Ferreira


Olá amiga Thais

No primeiro link você encontrara várias dicas sobre como fundar uma ONG.

Acho que esse seria o melhor caminho para a concretização de um trabalho sério.

E no outro o Projeto da ONG que criei.

Espero ter ajudado.

Qualquer dúvida entre em contato.



Nunca deixo um email ou mensagem de formulário de contato se resposta, talvez elas não agradem a todos, mas isso é outra história.
 
Alguns comentários costumam chegar como anônimo e no corpo do mesmo as pessoas esquecem de colocar um email. 
 
Por isso fiquem atentos, comentário sem email não tem como responder.
 
Não esqueçam nunca de disponibilizar um email, para que eu possa responder.

15 abril 2011

Como Conseguir Doações

Em 2 de agosto de 2000 foi aprovado por unanimidade o projeto de lei de autoria do Deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), que determina que todos os bens perecíveis devem ser doados a instituições filantrópicas cadastradas junto à Receita Federal. Já em dezembro de 2008, a resolução de número 63, publicada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), definiu que qualquer bem apreendido pode ser doado, vendido ou ir a leilão.

Várias ONGS precisam de doações para dar continuidade a seus projetos sociais, mas não sabem que podem requerer essas doações junto a Receita Federal, para isso basta que elas sejam instituições idôneas e estejam em dia com sua documentação. Os bens solicitados devem ser aqueles que podem ser utilizados pela instituição, ou consumidos por ela e tudo deve estar previsto em estatuto e de acordo com o público alvo a quem se propõem a prestar assistência.

O site da Receita Federal diz quem pode receber doações de mercadorias apreendidas:

Entidades sem fins lucrativos declaradas* de utilidade pública federal, estadual ou municipal.

- Organizações Da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP qualificadas* conforme a Lei nº 9.790, de 23 de março de 1999.

* a Declaração de Utilidade Pública e a Qualificação como OSCIP devem estar vigentes (vide em DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FORMALIZAR PROCESSO DE DESTINAÇÃO).

14 abril 2011

ISIS Brasil Edital de Projeto Social


"Viver de forma sustentável não é se privar de consumir, mas sim saber fazê-lo. Muitas ONG's e Instituições convencionaram medir o impacto do consumo através da "pegada ecológica', que pode ser de um país inteiro, de uma cidade ou apenas de uma pessoa. Ela corresponde ao tamanho das áreas produtivas de terra e de mar, necessárias para gerar produtos, bens e serviços que sustentam seus estilos de vida.

Além da consciência de consumo, é preciso também agir socialmente; seja diretamente ou apoiando projetos que buscam promover a inclusão social, a educação, a saúde e a cultura nas comunidades onde vivemos.
É assim que o ISIS pensa, é assim que o ISIS age."



ISIS Brasil Edital de Projeto Social
Se você indicar um projeto, você poderá ser nomeado Embaixador ISIS e supervisioná-lo, podendo assim acompanhar o andamento do projeto e saber para onde estão indo os recursos.

Indique um projeto até o dia 20 de junlho de 2011.

Participe. Indique um projeto social com as seguintes informações:

Nome e resumo do projeto
Cidade onde acontece
Nº de pessoas atendidas
Benefícios propostos
Descritivo das ações desenvolvidas
Orçamento aproximado
Período de realização
Dados completos do supervisor do projeto

Envie um e-mail para: acaosocial@4agents.com.br

13 abril 2011

TEDx Amazônia

Aconteceu no final do ano passado o TEDx Amazônia, evento que apresentou cinquenta palestrantes de qualidade e que com certeza trouxe mais conhecimento para todos os participantes.


Estamos aguardando o próximo, espero que não demore.

O meio ambiente levado a sério.

"Mais de 400 pensadores de diversas áreas do conhecimento se reuniram em um dos ecossistemas mais complexos do mundo, que se distribui por nove países da América do Sul e é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. 

Um encontro de interesse global que discutiu por dois dias como as nossas ideias podem melhorar a Qualidade de Vida das mais de 5 milhões de espécies do planeta. Cerca de 50 palestras nas quais o ser humano é tão importante quanto o coral marinho."

TEDx Amazônia


Buscar por:
Meio Ambiente

12 abril 2011

Um Projeto de Sucesso

Um texto de Victor S. Gomez 


Ao ver Carlos conversando com aquelas crianças da comunidade, Aloísio percebeu que tinha encontrado quem ele esperava.

Carlos se relacionava bem com todos onde morava, gostava de ajudar e se sentia feliz com os pequenos gestos de amizade que recebia em troca do que fazia. Seu trabalho como artesão o mantinha e não precisava de muito para levar sua vida de forma saudável. Suas peças artesanais tinham um belo acabamento e se encaixavam muito bem em qualquer ambiente requintado.

Acho que foi por isso que Aloísio acreditou ter encontrado o líder que faltava para encaixar em seu projeto. Carlos tinha liderança e uma forma de agir e de tratar as pessoas que faziam dele um verdadeiro líder natural.

Naquela noite conversaram muito e Aloísio explicou todo o seu projeto. Mostrou o que poderiam fazer juntos pela comunidade e como poderiam tirar aquelas crianças da situação de risco social que se encontravam; presas fáceis do trafico e da bandidagem local.

Precisariam de muita vontade e disposição para empreender esse projeto. Aloísio era Professor e Carlos era Artesão, mas iriam necessitar de mais pessoas para que o projeto vingasse. O apoio da comunidade era imprescindível. Foi então que Carlos se lembrou da amiga Maria, voluntária e costureira de mão cheia e do amigo Tião, agricultor que sempre gostara de ajudar a todos e ensinava algumas crianças a fazer hortas em suas casas, para que vendessem os produtos na feira e ajudassem seus pais.

Bom, com esse time na mão, depois de longas conversas que vararam a noite, decidiram fundar uma ONG, para desenvolver um trabalho que ajudasse toda a comunidade e suas crianças e jovens.

A princípio somente usaram os poucos recursos que possuíam e o pequeno rancho que seu Tião tinha no fundo de seu quintal. Começaram fazendo alguns encontros de fim de semana e chamando a garotada da vizinhança para participar. Às vezes vinha um, dois, cinco, as vezes ninguém aparecia, mas não desistiram. Um tempo depois Carlos teve a idéia de pedir ao dono da padaria, seu Macedo, alguns pães e refrigerantes e com algum dinheiro que tinham compraram queijo. Pela primeira vez conseguiram juntar quinze crianças. Enquanto Maria contava histórias para os menorzinhos, Carlos ensinava aos mais velhos os primeiros passos do artesanato.


Não é difícil entender porque toda a comunidade começou a se mobilizar para ajudá-los. Alguns moradores traziam livros, outros doavam roupas, mesas, cadeiras, alimentos, sempre tinha alguém trazendo alguma coisa ou querendo participar do trabalho.

Depois de conseguirem fundar a ONG, outros comerciantes resolveram ajudar em troca de propaganda, a coisa parecia estar dando certo, todo o esforço inicial estava compensando.

Foi quando Aloísio e Carlos decidiram conversar com a paróquia e conseguiram convencer o Padre Alfredo a emprestar uma sala para as atividades da ONG. Agora estava tomando forma o projeto que Aloísio por tanto tempo sonhara.

Bom, daqui pra frente vocês terão que decidir que rumo tomou esse projeto.

Será que ele continuou ou parou?

Será que o trabalho todo foi só oportunismo ou realmente todos ali estavam se doando com amor?

Eu acredito que o amor colocado nesse projeto e toda a dedicação daquelas pessoas fizeram com que o projeto desse certo e tenho certeza que logo, logo, alguma empresa se interessaria por ele.

Tirem suas conclusões, pois eu já tirei a minha.

*

Buscar por:

11 abril 2011

Eduardo Galeano, O Direito de Sonhar.

O jornalista e escritor uruguaio Eduardo Hughes Galeano nasceu em Montevidéu no dia 3 de setembro de 1940. Por várias vezes foi comparado a Gabriel García Márquez. "As Veias Abertas da América Latina" é sua obra mais conhecida e de maior relevância.

A obra de Eduardo Galeano nos leva a olhar que passado temos vivido e que futuro estamos desejando para nossos descendentes.

"O corpo não é uma máquina como nos diz a ciência. Nem uma culpa como nos fez crer a religião. O corpo é uma festa."
A dignidade da arte
Eu escrevo para os que não podem me ler. Os de baixo, os que esperam há séculos na fila da história, não sabem ler ou não tem com o quê. Quando chega o desânimo, me faz bem recordar uma lição de dignidade da arte que recebi há anos, num teatro de Assis, na Itália. Helena e eu tínhamos ido ver um espetáculo de pantomima, e não havia ninguém. Ela e eu éramos os únicos espectadores. Quando a luz se apagou, juntaram-se a nós o lanterninha e a mulher da bilheteria. E, no entanto, os atores, mais numerosos que o público, trabalharam naquela noite como se estivessem vivendo a glória de uma estréia com lotação esgotada. Fizeram sua tarefa entregando-se inteiros, com tudo, com alma e vida; e foi uma maravilha. Nossos aplausos ressoaram na solidão da sala. Nós aplaudimos até esfolar as mãos.
Eduardo Galeano em O livro dos abraços



Livros

* Los días siguientes (1963)
* China (1964)
* Guatemala (1967)
* Reportagens (1967)
* Los fantasmas del día del léon y otros relatos (1967)
* Su majestad el fútbol (1968)
* As veias abertas da América Latina (1971)
* Siete imágenes de Bolivia (1971)
* Violencía y enajenación (1971)
* Crónicas latinoamericanas (1972)
* Vagamundo (1973)
* La cancion de nosotros (1975)
* Conversaciones con Raimón (1977)
* Días y noches de amor y de guerra (1978)
* La piedra arde (1980)
* Voces de nuestro tiempo (1981)
* Memória do fogo (1982-1986)
* Aventuras de los jóvenes dioses (1984)
* Ventana sobre Sandino (1985)
* Contraseña (1985)
* El descubrimiento de América que todavía no fue y otros escritos (1986)
* El tigre azul y otros artículos (1988)
* Entrevistas y artículos (1962-1987) (1988)
* O Livro dos Abraços (1989)
* Nós Dizemos Não (1989)
* América Latina para entenderte mejor (1990)
* Palabras: antología personal (1990)
* An Uncertain Grace com Fred Ritchin, fotos de Sebastião Salgado (1990)
* Ser como ellos y otros artículos (1992)
* Amares (1993)
* Las palabas andantes (1993)
* úselo y tírelo (1994)
* O futebol de sol a sombra (1995)
* Bocas del Tiempo (2004)
* O Teatro do Bem e do Mal (2002)
* Espelhos - uma quase história universal (2008)

fonte: kplus.cosmo.com.br

Buscar por:
Literatura

09 abril 2011

Cidades sem Fome

No site Cidades sem Fome você encontra informações sobre esse projeto exemplar, que procura ao máximo torna o ambiente mais saudável para as futuras gerações.


"DESDE 2004
A Organização Cidades sem Fome atua desde 2004 com o Projeto de Hortas Comunitárias, atenuando a situação das populações em risco social, que vivem em locais de grande concentração habitacional.

HANS DIETER TEMP
Em Abril de 2004, iniciou as atividades na Organização Cidades sem Fome e desde então é o responsável pela entidade. Especializou-se no desenvolvimento de programas voltados para a geração de emprego e renda e em projetos de agricultura urbana e hortas comunitárias."


08 abril 2011

Modelo de Projeto Social - Pastoral da Criança

Um Projeto que vem salvando vidas de muitas crianças pelo pelo Brasil afora. Um exemplo a ser seguido por todos, a Pastoral da Criança e seus voluntários desenvolvem ações de saúde, nutrição, educação, cidadania. As atividades visam promover o desenvolvimento integral das crianças e a melhoria da qualidade de vida das famílias.

"A Pastoral da Criança é um Organismo de Ação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB.

Tem como objetivo o desenvolvimento integral das crianças e promove, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político.

Veja o Estatuto e Regimento Interno da Pastoral da Criança.

Níveis de coordenação e decisão:

  • Coordenação Comunitária – exercida por um dos líderes da comunidade.
  • Coordenação de Ramo – responsável por diversas comunidades de uma mesma paróquia; seu coordenador é indicado, em lista tríplice, pelos coordenadores comunitários do respectivo ramo e ratificado pelo Pároco.
  • Coordenação de Setor – responsável por diversos ramos da Diocese à qual pertence. É indicado pelos coordenadores de ramo e ratificado pelo Bispo Diocesano.
  • Coordenação Estadual – responsável pelos diversos setores do Estado. É indicado pelos coordenadores de Setor e ratificado pelo Bispo Responsável pela Pastoral da Criança no Estado.
  • Coordenação Nacional – dá apoio ao trabalho da Pastoral da Criança em todo o Brasil.
  • Conselho Diretor – eleito pela Assembléia Geral da Pastoral da Criança e ratificado pela CNBB.
  • Assembléia Geral – órgão máximo da Pastoral da Criança, é composta majoritariamente pelos representantes estaduais (88% dos seus 41 membros)." Leia mais aqui...

Pastoral da Criança


Buscar por:

Modelo de Projeto Social parte final

Continuação do projeto. Clique aqui para ir para a quinta parte.

Esse é um interessante modelo de Projeto Social.

Esse foi um projeto criado pelo Leo Brant, um de nossos voluntários no CECI.

Ele esta em imagem para facilitar a publicação, é só clicar sobre a mesma que ela aparecerá em outra janela em tamanho ampliado. Ai é só copiar e colar.

Você poderá estudá-lo, modificá-lo e ver de qual maneira ele melhor se adapta a sua instituição. Depois é procurar parcerias e mãos a obra.


Click na imagem para ampliá-la.

Modelo de Projeto Social primeira parte

Buscar por:

07 abril 2011

10ª Edição do Bazar do Bem

Evento extraordinário em São Paulo.

10ª Edição do Bazar do Bem com participação de 112 ONGs.

Dias 14, 15 e 16 de Abril.

Local: Salão de festas Esporte Clube Pinheiros

Entrada Franca

Um belo modelo de projeto social que mostra cidadania e solidariedade por um mundo melhor.


Buscar por:

06 abril 2011

Entrevista para Thaís Rabello, Aluna de Turismo da UFRRJ

Boa noite Victor S. Gomez,
sou aluna da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e estou cursando o quinto período de Turismo. Estou realizando um trabalho com minha turma sobre Seropédica. Estou a procura de ONGs em Seropédica e li que você fundou a  ONG CECI – Centro Cultural Criança Cidadã, gostaria que se você pudesse me enviasse todas as informações sobre a mesma, quando começou, como você teve a idéia, como foi o começo, aonde é realizado o trabalho, com quem, quem atua na ONG, que ajudas a mesma recebe, etc. Você conhece outras
ONGs
que atuam em Seropédica? Poderia me informar quais são e se teria como eu conhecer mais sobre elas?  Gostaria muito que você me ajudasse com essas informações o mais rápido possível.

Grata,
Thaís Rabello


  

Quando você teve a idéia de fundar o CECI e o que o motivou a fundá-lo?

No ano de 2002, eu e alguns moradores da comunidade do bairro Campo Lindo em Seropédica, fundamos ONG Centro Cultural Criança Cidadã (CECI), com o intuito de levar cultura para as crianças daquela localidade.
O projeto tinha o objetivo de incentivar a leitura e e resgatar a auto-estima de crianças e adolescentes do município.
Sentimos a necessidade uma biblioteca em Seropédica, lugar onde eu morava na época, um município recém emancipado, onde faltava tudo.

Quando foi inaugurada a instituição e com o apoio de quem a mesma contava para continuar seu trabalho?

Percorremos um longo caminho até legalizarmos a instituição, começamos a entrar em contato com empresas e outras ONGs, buscando parcerias. O trabalho foi difícil, mas após alguns meses, conseguimos uma casa em comodato com a paróquia Maria mãe da Igreja e demos inicio aos trabalhos. Montei um curso de informática, com dez computadores, em parceria com o CDI – Comitê para Democratização da Informática, uma biblioteca comunitária com cerca de três mil volumes e formamos um grupo de teatro (Trupe da Leitura), que levava o incentivo a leitura nas escolas do município. Tivemos também o apoio de muitos moradores do Bairro Dom Bosco, onde a ONG foi instalada. Quando fazemos um trabalho sem interesse, apenas com intuito de ajudar, fica mais facil ele dar certo.



A instituição recebia alguma ajuda do governo ou de empresas?

Não, apenas tínhamos apoio da XEROX do Brasil, com uma pequena parceria na impressão do material de divulgação da ONG (panfletos, cartazes, folders e outros)

Quanto tempo a instituição durou e quando foi fechada?

O funcionamento da instituição se deu de 2002 a 2006.
Não sei ao certo porque ela fechou, mas pelo que me falaram o CECI não encontrou ninguém com disponibilidade para dar continuidade ao trabalho que realizei.



Por que você saiu da mesma?

Com minha mudança para Valença ficou inviável a minha permanência como Diretor Executivo do CECI, então resolvi me afastar da instituição, pois sempre acreditei que quando fundamos uma ONG, não o fazemos com intenção que ela seja uma propriedade nossa, mas sim da comunidade.
Hoje, em Valença, participo de dois projetos de meio ambiente como Diretor de Marketing e informática: SOS Serra dos Mascates e IDDEIA.
www.serradosmascates.com
www.iddeia.com

Qual era a principal finalidade do CECI?

Esse trabalho foi fruto do amor, carinho e dedicação de pessoas, que realmente acreditavam no que estavam fazendo. Um trabalho que buscava a melhoria da auto-estima de crianças e adolescentes daquela comunidade e que tinha como meta mostrar que todos têm possibilidade de ter um futuro melhor. Ter sido fundador do Centro Cultural Criança Cidadã e ter trabalhado com voluntários da melhor qualidade, foi a experiência mais enriquecedora da minha vida. Digo isso, por lembrar de um tempo em que fazíamos um trabalho de qualidade com dedicação e desprendimento. Citar nomes não é o que importa, todos sem exceção sabem o que sinto e o que penso de cada uma das pessoas que dividiram seu tempo e seu amor com um trabalho que tinha o propósito de dar dignidade e cidadania a todas as crianças que frequentavam o CECI.

Existe alguma ONG atuante hoje em Seropédica?

Não sei, pois estou afastado de Seropédica há algum tempo e só tenho tido contato com os adolescentes que participaram da ONG, que agora já são adultos.

Buscar por:

05 abril 2011

Arte em Valença: Café, Cachaça e Chorinho

 foto de Luiza Diniz

Programação do Café, Cachaça e Chorinho nos dias, 08, 09 e 10 de abril 

Um projeto que leva alegria e cultura para toda a comunidade.

Os eventos acontecerão na Praça Visconde do Rio Preto (Jardim de Cima), Valença, RJ.
                 
Dia 08     
20:00     Gratuito     Degustação e mostra de Cachaças do Vale e Produtos Regionais      
20:00     Gratuito     Show Chorinho
Dia 09     
09:00     Gratuito     Exposição de Artesanato
18:00     Gratuito     Show com Chorinho e Samba na Praça
Dia 10     
10:00     Gratuito     Exposição de Artesanato Local 
10:00     Gratuito     Apresentação de Jongo
10:00     Gratuito     Show de Chorinho e MPB



02 abril 2011

Cidadania Através do Trabalho Voluntário

Guest Post do Blog da Comentarista sobre Victor S. Gomez.

"Convidei o amigo Victor, do Blog Victor S Gomez para fazer uma postagem e ele topou. E o assunto, amigos, interessa a todos aqueles que sonham com um país sem tantas desigualdades. Venha participar e fazer suas perguntas. Esta postagem também é sua!
Dessa vez eu não vou aprofundar minha visão sobre este tema aqui neste espaço, que está reservado para meu amigo Victor. Quem quiser conhecer minha visão sobre esta questão, é só acessar o link.


Voluntários - Essas Pessoas Especiais.

Então vamos ao que interessa. Um pouco sobre o meu convidado e depois sua postagem. Visite o Blog do Victor e pegue o banner. Vamos dar as mãos para colaborar na divulgação deste tipo de iniciativa super do Bem e ajudar a multiplicá-la, para que nossos sonhos de um mundo melhor possam se realizar no menor tempo possível.

E aproveite para tirar suas dúvidas sobre Voluntariado. Quem melhor para nos esclarecer do que alguém que soube transformar Ideais de Solidariedade em atos efetivos de Amor ao Próximo?" Continue Lendo...





Buscar por:

01 abril 2011

Modelo de Projeto Social parte 5

Continuação do projeto. Clique aqui para ir para a quarta parte.

Esse é um interessante modelo de Projeto Social.

Esse foi um projeto criado pelo Leo Brant, um de nossos voluntários no CECI.

Ele esta em imagem para facilitar a publicação, é só clicar sobre a mesma que ela aparecerá em outra janela em tamanho ampliado. Ai é só copiar e colar.

Você poderá estudá-lo, modificá-lo e ver de qual maneira ele melhor se adapta a sua instituição. Depois é procurar parcerias e mãos a obra.

Click na imagem para ampliá-la.

Modelo de Projeto Social parte final

Buscar por:

Passo a passo de como criar uma ONG