Postagem em destaque

O Projeto Valença Troca Livros Precisa de Ajuda

Ajude no Apoia.se: https://apoia.se/valencatrocalivros O Projeto Valença Troca Livros precisa de ajuda. Victor S. Gomez - Escritor, Ato...

24 julho 2010

Somos Realmente Solidários?

Esse bem poderia ser o relato de uma experiência voluntária, mas não é. É uma postagem do Blog Coisas da Carla, uma amiga muito querida.  Mas realmente é uma experiência solidária, de alguém que se doa por inteiro e que ama de verdade aquilo que faz. Não pedi permissão para postar seu poema relato, mas acho que ela não vai se opor, principalmente quando sentir que isso que faço, é apenas uma maneira de abrir mentes, de tentar mostrar a todos o que é sensibilidade e amor ao próximo.


"Hoje em em meu trabalho...
recebemos um menino...
um menino, de apenas 8 anos de idade!
Este menino , é brasileiro!
È cidadão!Tem um nome, um sobrenome...
porém, não conhece a estrutura que conhecemos,
chamada:"família"!
Chegou o menino...
duas Assistentes Sociais o seguravam,afinal...o menino queria as ruas!
Quando então a porta se abre, os urros começaram!
As lágrimas escorriam e pude sentir seu medo!
A cada grito, cuspidas e chutes...eu o via como um bichinho amedrontado...
Cheguei perto dele e, mesmo tendo recebido uma cuspida, sorri, com amor de mãe, e, disse a ele:
"tá tudo bem...voce vai ficar bem, e eu gosto muito de voce".
Uma criança...um abandonado, cuja mãe o fazia de "mula" (pessoas que vendem drogas para levarem o dinheiro pra casa)...
Mas, o mais triste de tudo isso!
Viciado em crack, com APENAS...
8 anos de vida!
Casos assim, fazem parte de Instituições, de Comunidades Terapeuticas que trabalham no resgate de vidas!Que trabalham, que choram que oram e que vibram por cada vida restaurada...
Este é o meu trabalho, e, deveria ser o trabalho de cada um de nós...afinal, somos seres dotados de alma...de coração e de bom senso!
Como Captadora de Recursos, gostaria muito que a cada ofício enviado, que a cada telefonema efetuado, eu pudesse ao menos ouvir um"lamento...nao posso ajudar" mas, o que escuto inumeras, inumeras e inumeras vezes é:"nao ajudo, nao faço doaçoes"..
Puxa!!!Que incrível!
Como alguém consegue ser indiferente a uma realidade como essa que estamos vivendo?Como pode alguém, não se sensibilizar e sair juntando seus pedaços ao ver e ouvir os gritos de crianças, jovens e adultos em crise pela abstinência da droga do CRACK?
Deus!!Quisera eu..levar a cada ser para que presenciasse apenas uma vez...o que vejo todos os dias...
seres como eu, como ´voce, como nós, gritando por SOCORRO!
Quem sabe..num futuro ainda próximo, eu consiga erguer a bandeira de uma profissão que muito me orgulha e dizer!
Olá!Faço a Captação de Recursos e gostaria apenas de sua doação...
"de amor".
Mas, precisamos de colchoes, de areia, de azulejos, de uma pia nova para nossa cozinha, de panos de prato, de materiais de higiene pessoal..etc , etc, etc...
Eternamente..ETC...
Desabafo em Julho 2010!"

Passo a passo de como criar uma ONG