Postagem em destaque

O Projeto Valença Troca Livros Precisa de Ajuda

Ajude no Apoia.se: https://apoia.se/valencatrocalivros O Projeto Valença Troca Livros precisa de ajuda. Victor S. Gomez - Escritor, Ato...

21 abril 2011

Chiquinha Gonzaga

Nascida Francisca Edwiges Neves Gonzaga, em 17.10.1847 na cidade do Rio de Janeiro, Chiquinha Gonzaga, teve três filhos. Filha de Rosa Maria Lima, uma mestiça pobre e solteira e de José Basileu Neves Gonzaga, primeiro-tenente.

Musicista independente dá aula de música e toca piano em lojas de instrumentos musicais para sobreviver. Totalmente avessa ao casamento, ao separar-se do marido, o qual se casou com 16 anos, leva consigo o filho mais velho.

Primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil, e uma das pessoas que lutou pelo respeito aos direitos autorais. Única mulher entre os 21 fundadores, em 1917, da SBAT (Sociedade Brasileira de Autores Teatrais). Tocava em bailes e teatros com grupos de choro e foi quem introduziu o violão nos salões do Rio de Janeiro.


Em 1897, todo o país dança sua estilização do corta-jaca, sob a forma de tango "Gaúcho", mais conhecido como "Corta-Jaca". Autora do "Ó Abre Alas", a primeira marcha carnavalesca que se tem notícia. Compôs A Filha de Guedes (1885), O Bilontra e a Mulher-Homem (1886), O Maxixe na Cidade Nova (1886) e O Zé Caipora (1887), entre mais ou menos 2 mil composições.

Chiquinha participou ainda, ativamente, da campanha abolicionista e da campanha republicana e militou ativamente nos festivais artísticos destinados a arrecadar fundos para a Confederação Libertadora, que se encarrega da compra de alforrias.

Passo a passo de como criar uma ONG