Pesquisar este blog

21 abril 2011

Chiquinha Gonzaga

Nascida Francisca Edwiges Neves Gonzaga, em 17.10.1847 na cidade do Rio de Janeiro, Chiquinha Gonzaga, teve três filhos. Filha de Rosa Maria Lima, uma mestiça pobre e solteira e de José Basileu Neves Gonzaga, primeiro-tenente.

Musicista independente dá aula de música e toca piano em lojas de instrumentos musicais para sobreviver. Totalmente avessa ao casamento, ao separar-se do marido, o qual se casou com 16 anos, leva consigo o filho mais velho.

Primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil, e uma das pessoas que lutou pelo respeito aos direitos autorais. Única mulher entre os 21 fundadores, em 1917, da SBAT (Sociedade Brasileira de Autores Teatrais). Tocava em bailes e teatros com grupos de choro e foi quem introduziu o violão nos salões do Rio de Janeiro.


Em 1897, todo o país dança sua estilização do corta-jaca, sob a forma de tango "Gaúcho", mais conhecido como "Corta-Jaca". Autora do "Ó Abre Alas", a primeira marcha carnavalesca que se tem notícia. Compôs A Filha de Guedes (1885), O Bilontra e a Mulher-Homem (1886), O Maxixe na Cidade Nova (1886) e O Zé Caipora (1887), entre mais ou menos 2 mil composições.

Chiquinha participou ainda, ativamente, da campanha abolicionista e da campanha republicana e militou ativamente nos festivais artísticos destinados a arrecadar fundos para a Confederação Libertadora, que se encarrega da compra de alforrias.

Passo a passo de como criar uma ONG