Pesquisar este blog

23 outubro 2008

Opinião: Intolerância religiosa

Fanatismo
[Do fr. fanatisme.]
S. m.
1. Qualidade, caráter, espírito ou procedimento de fanático (1 a 4).

Fundamentalismo
[Do ingl. fundamentalism.]
S. m. Rel.
1. Observância rigorosa à ortodoxia de doutrinas religiosas antigas, esp. do islamismo.
2. Observância rigorosa às crenças religiosas tradicionais, esp. em grupos protestantes dos Estados Unidos, depois da I Guerra Mundial, que enfatiza a interpretação literal das escrituras, a segunda ressurreição de Cristo, a virgindade de Maria, etc.

Fundamentalismo islâmico.
1.Rel. Crença em que a revivescência do mundo islâmico virá apenas através da volta aos costumes tradicionais e à prática religiosa do antigo Islã, esp. a volta a uma sociedade nos moldes da comunidade do séc. VII, estabelecida por Maomé em Medina, governada pela sharia (q. v.) e com o suporte, se necessário, do jihad (q. v.), e, sobretudo, dando ênfase à interpretação literal do Alcorão para a conservação da identidade cultural e como reação à ocidentalização do povo islâmico.
fonte: Dicionário Aurélio

No dia 02/06 o Centro Espírita Cruz de Oxalá, no Catete, foi invadido e depredado por quatro jovens evangélicos, coloco aqui o meu repudio a esse ato insano.
O preconceito e a discriminação as religiões Afro ou quaisquer outras, não condizem com a tradição do povo brasileiro, de respeito a toda e qualquer crença religiosa. Atos de intransigência e agressão devem ser repudiados e condenados. Não devemos de forma alguma permitir, que se instalem em nosso país essas formas de fanatismo. Mergulhar nesse tipo de fundamentalismo é voltarmos à idade média. Os Talibãs levaram o Afeganistão ao caos, fazendo com que seu povo voltasse à era das trevas, baseados nesse tipo de conduta. Somos um país livre e como tal jamais admitiremos tamanha insanidade.

Passo a passo de como criar uma ONG