Pesquisar este blog

10 setembro 2008

Opinião: Terra ociosa

Hoje minha caminhada foi boa. Mas alguns questionamentos vieram a minha cabeça. Faço caminhada por uma estrada que sai de Valença em direção a Rio das Flores, um município vizinho. A paisagem é bucólica, muito verde, alguns bois pastando. Uma imensidão de terra e mais nada. Uma casinha aqui outra acolá. E aquele mundão de terra ociosa. Penso em como seria bom que estas terras fossem produtivas. Ocupadas por quem nela trabalha. Sem essa de invasão e outras coisas. Mas de uma forma mais racional, equilibrada. Sem fins eleitoreiros, que nunca dão certo. Lembro do que falaram outro dia. Que varias pessoas reclamam que moram no interior e não tem nada pra fazer. Que essas pessoas que são de Conservatória, mas poderiam ser de qualquer outra cidade do interior do Brasil, querem morar nos grandes centros. Não consigo entender, pois nessa cidade tem musica quase que todos os dias. A cidade transpira arte e música. É inacreditável. Mas pensando bem, acho isso influência da modernidade de nossos dias ou será culpa da tal de globalização. Não sei, mas acredito que medidas devem ser tomadas o mais rápido possível. Talvez se houvessem mais possibilidades de emprego onde elas estão, dificilmente Isso aconteceria. Espero que os nossos governantes comecem a pensar nisso. As grandes plantações para a fabricação do biocombustível, já tomam boa parte de nosso território e suas máquinas de nossa mão de obra. Com o esvaziamento do campo, o Brasil que anos atrás era considerado o celeiro do mundo, talvez tenha que começar a importar comida.

Passo a passo de como criar uma ONG