As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

17 junho 2015

Blog Bota Para Girar

Fernanda Cubiaco é Blogueira, Escritora na empresa Bota para Girar, Coordenadora de Treinamentos na empresa Movimento Lixo Zero e Wedding Planner na empresa Bem me quero bem te quero.

Fernanda Cubiaco nos mostra que, é perseverando que encontramos o caminho certo para conduzirmos nossos projetos.

"Responsabilidade social é um conceito segundo o qual a sociedade decide, através de atos voluntários, contribuir para uma sociedade mais justa e para um meio ambiente mais saudável."


Fernanda Cubiaco: "Adeque-se a novos hábitos 
em prol de um mundo sustentável!"

Fernanda Cubiaco como você se define?

Gostei dessa pergunta. Todo dia penso nisso. Todo dia penso se me coloquei em ação na missão certa. Essa vontade de consertar as coisas, de orientar as pessoas para cuidarem mais do planeta e dos animais, como muitos outros ativistas, nem sempre é compreendida pela grande maioria. Por vezes me sinto um peixe fora d`água. Muitos acham uma maluquice eu insistir em trabalhar pela sustentabilidade do planeta. São muitos trabalhos voluntário em consonância menor aos trabalhos com sustentabilidade financeira. Apesar, nesse sentido, do desconforto que a missão me traz, persevero. E agora, depois de 5 anos desde que defini a trabalhar com comunicação e educação para o meio ambiente, entro em um projeto maravilhoso. Estou junto com a equipe do Instituto Lixo Zero botando para girar boas práticas rumo a um mundo mais sustentável, começando pela cultura do não desperdício e pela melhoria da gestão de resíduos.

Como surgiu em você o desejo de trabalhar nessa área?

Amo o mar, a floresta, os animais e gente. De todos sempre estive muito próxima, mas o extinto de cuidar veio primeiro pelos animais. Meu primeiro bichinho de estimação foi trazido da rua pra mim por minha mãe. Desde então compreendi que a proteção dos animais, seres indefesos, cabe a nós. Basta escolher a forma de como ajudar, seja dando um lar, seja apoiando nossos incansáveis amigos protetores. Em seguida, tive o interesse de proteger o mar quando o volume de lixo começou a tomar conta desse ambiente.  Na minha cabeça é inconcebível um banhista aproveitar todo o seu dia de lazer na praia e nela deixar todo seu lixo. Daí passei a sozinha ir a praia para falar com as pessoas. Antes do verão de 2013 sugeri uma pauta para o jornal que iniciasse com antecedência uma campanha para conscientizar as pessoas a cuidarem da praia. E depois da matéria publicada, meu envolvimento aumentou ainda mais. Hoje sou associada a Associação Brasileira do Lixo Marinho, a Associação Favela Mais e agora estou no Instituto Lixo Zero, prospectando novos associados e capacitando-os com treinamento para sustentabilidade. Agora estamos com 20 restaurantes na zona sul do Rio de Janeiro que passaram a fazer coleta seletiva para que a matéria-prima descarta tenha como destino não os aterros sanitários, mas as cooperativas e, posteriormente, as usinas de reciclagem.


Reciclagem 100% para você, é possível?

Meu sonho de consumo e de muitos outros amigos ativistas, mas por conta dessa nossa sociedade de consumo, essa realidade está distante. Para se ter 100% de reciclagem, precisamos antes de educação para todos. Precisamos de uma sociedade em todas as sua camadas gozando de bem-estar e tendo dignidade para viver. Em seguida, precisamos de Educação Ambiental para todos, a fim de refazer nosso elo de ligação com o meio ambiente, percebendo-nos como peça integrante desse todo. E precisamos de novos políticos. Políticos que legislem para o povo. E de empresários que enxerguem além das cifras monetárias.  Precisamos de novos líderes, que entendam a necessidade de se implementar o conceito de sustentabilidade. Precisamos criar um modus operandi que permita às futuras geração maior permanência nesse planeta tão bacana.  A cultura do consumo desmedida, que gera um volume de resíduos sem precedentes juntamente com o desperdício, precisa mudar.

Para você a sustentabilidade é a solução dos problemas ambientais?

Infelizmente não. A resolução dos problemas ambientais envolve muitos fatores. É de uma complexidade que vai além da política e da ciência. Vivemos agora na era que os cientistas definem por antropoceno. Essa é a era onde a raça humana está no comando. Há várias datas em estudo para avaliar seu início, como a revolução industrial ou a era nuclear. É a era onde o homem experimenta se bate ou assopra, pois em meio ao progresso, quando destruímos para construir, acabamos destruindo muitas vezes o que não podemos restituir. E o mundo, nossa casa batalha promovendo eventos naturais, em busca de nosso equilíbrio e para nos manter nele vivos. Ele batalha a nosso favor, para nos manter sustentáveis, usufruindo das dádivas da natureza. Mas se ele cansar de tentar nos manter aqui, vai dar aquela boa sacudida, como nas eras anteriores, e novamente dizimará, no caso a nossa forma de vida para deixar terra fértil para próximas espécies, quem sabe mais evoluídas, que compreendam melhor como progredir e preservar e ajam de acordo.

2 comentários :

  1. Victor, excelente matéria. Fernanda, vou te adc vo face, pode ser a parceira ideia pra Girando voltar a Girar, ok?
    parabéns a ambos.

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG