As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

09 abril 2010

Tragédia no Rio de Janeiro – Como ajudar

O Portal do Voluntário, sempre fazendo a sua parte, me mandou uma mensagem sobre a tragédia que se abateu sobre o Rio de Janeiro e como podemos ajudar. A população do Rio de Janeiro precisa de ajuda, não podemos nos omitir agora. Mande sua colaboração para os locais indicados abaixo, a cidade maravilhosa vai voltar a ser maravilhosa com a sua ajuda. 
Grande parte do que aconteceu se deve a omissão das autoridades no cumprimento de suas funções e na falta de orientação à população, quanto aos locais onde são construídas suas casas. O esquecimento de que o meio ambiente faz parte de nós, faz com que respostas como essa, dada pela natureza, nos acorde para um maior cuidado com o nosso planeta.

 fonte da imagem: /monicafirmida.blogspot.com

Chuvas deixam mais de uma centena de mortos no Estado do Rio e milhares de desabrigados e desalojados.
Governo e população começam a se organizar para ajudar as vítimas.
Os itens a serem doados aos necessitados são: colchonetes, alimentos não-perecíveis, água, roupas, fraldas higiênicas e infantis e produtos de higiene pessoal.
A Prefeitura da cidade lançou campanha de arrecadação de doações.
Ao todo, dez unidades da Guarda Municipal recebem os donativos.
Endereços dos postos:
  • Centro: no Centro Administrativo São Sebastião (sede da Prefeitura – Rua Afonso Cavalcanti, 455, Cidade Nova)
  • São Cristóvão: na sede da Guarda (Avenida Pedro II, nº 111)
  • Botafogo: na base operacional da GM-Rio (Rua Bambina, nº 37)
  • Barra da Tijuca: na 4ª Inspetoria (Avenida Ayrton Senna, nº 2001)
  • Madureira: na 6a Inspetoria (Rua Armando Cruz, s/nº)
  • Praça Seca: na 7ª Inspetoria (Praça Barão da Taquara, nº 9)
  • Lagoa: 2ª Inspetoria (Rua Professor Abelardo Lobo s/nº – embaixo do viaduto Saint Hilaire, na saída do Túnel Rebouças)
  • Bangu: na 5ª Inspetoria (Rua Biarritz, s/n)
  • Tijuca: na 8ª Inspetoria (Rua Conde de Bonfim, nº 267)
Batalhões da PM e Postos do Sesi e Senai em todo o estado do Rio também recebem doações.
Cruz Vermelha
A Secretaria municipal de Assistência Social fechou uma parceria com a Cruz Vermelha para receber doações. O plantão está funcionando durante 24 horas e as doações devem ser entregues na Praça da Cruz Vermelha 10, no Centro do Rio.
Ceasa recolhe doações para vítimas das chuvas
A secretaria estadual de Agricultura instalou, na Ceasa, em Irajá, um posto para recebimento de alimentos, roupas, colchonetes, entre outros.
Os interessados em colaborar podem entrar em contato pelos dos telefones (21) 2333-8274 ou 2333-8225 e do email: ceasapresidencia@ceasa.rj.gov.br
As doações poderão ser entregues no prédio da administração, localizado na Avenida Brasil, 19.001, Irajá.
Paróquias recebem doações
A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro pede a solidariedade do povo carioca. A Cáritas Arquidiocesana recebe ajuda através da Conta no Banco Bradesco. Agência: 0814-2 Conta: 48500 – 4.
As paróquias da cidade também recebem donativos para ajudar as vítimas da enchente.
O arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, disse que todas as doações recebidas em paróquias serão enviadas para minimizar os sofrimentos das famílias atingidas pelas chuvas.
Viva Rio
O Programa de Voluntariado do Viva Rio está recebendo doações. A princípio, o único posto de coleta é a própria sede do Viva Rio, que fica na Rua do Russel, nº 76, Glória (em frente à saída da estação do metrô).
Informações no Programa de Voluntariado do Viva Rio
Tel.: 2555-3785 / 2555-3750, ramais 3256, 3362
E-mails: voluntariado@vivario.org.br; thaisleocadio@vivario.org.br
Solidariedade no samba
A Quadra da Mangueira está abrigando dezenas de famílias que perderam suas casas por causa dos desabamentos no morro. Por isso também recolhe doações para ajudar os desabrigados. O endereço Quadra da Mangueira é R. Visconde de Niteroi, 1072 – Morro da Mangueira – Tel: (21) 3872-6786 (21) 3872-6787
Plataforma dos Centros Urbanos, ligada ao Unicef
Cada local pede doações diferentes.
  • Grupo Articuladores Locais (GAL) Sempre Unidos II (Centro Comunitário Raiz e Vida – Av. 28 de setembro 40 sala 2, Vila Isabel).
  • GAL O Futuro é Agora (Ciep da Rua São Miguel, no Morro do Borel) – materiais descartáveis, como copos, pratos e fraldas.
  • GAL União (Associação de Moradores João Paulo II – Rua Sá Viana 269, Grajaú) – colchonetes, produtos de higiene pessoal, alimentação para produção de refeições no local de abrigo.
  • GAL Gama (Padaria do Geneci – Rua João Delerri 68, Cosme Velho) – alimentos (papinhas, leite etc), roupas e calçados para crianças e bebês e água.
  • GAL Fênix (Rua R 46, casa 1, próximo à Vila Olímpica de Vila Kennedy) – roupa de cama e banho, materiais de higiene pessoal e alimentação.
Niterói
O Clube Canto do Rio, em Niterói, está recebendo doações para as vítimas de desabamento na cidade. Rua Visconde do Rio Branco nº 701 – Centro – Niterói. Telefone 2620-8018.
Donativos também podem ser entregues em outros seis pontos do município:
  • EM Paulo Freire – Rua Soares Miranda, 77 – Fonseca.
    Telefone: (21) 2718-5121
  • Colégio Salesiano Santa Rosa – Rua Santa Rosa, 207
    Telefone: (21) 3578-9400
  • Centro Educacional de Niterói (Centrinho) – Rua Itaguaí, 173 – Pé Pequeno
    Telefone: (21) 2611-0000 ou ID Nextel 81*7698 (Sr. Mauro – Responsável)
  • Colégio Estadual Guilherme Briggs – Rua Doutor Mário Viana, 625 – Santa Rosa
    Telefone: (21) 2711-1966
  • Quadra da Acadêmicos do Cubango – Rua Noronha Torrezão, 560 – Cubango
    Escola Estadual Alberto Brandão – Rua Castro Alves, 22 – Fonseca
São Gonçalo
Doações podem ser encaminhadas para Secretaria de Desenvolvimento Social, na Rua Uricina Vargas 36, Alcântara, em frente ao 7º BPM
São João de Meriti
Secretaria Municipal de Promoção Social, na Avenida Presidente Lincoln, 899 – térreo, em Vilar dos Teles, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h. Informações pelo telefone 21 2651-1049
Duque de Caxias
Sede da Secretaria municipal de Integração Segurança Pública e Defesa Civil, na Rua Silva Ferrando s/nº, no parque Duque, próximo ao Centro de Caxias. Mais informações pelo telefone 08000-230199
Tanguá
As doações podem ser entregues na Secretaria de Bem Estar Social, na Rua Vereador Manoel Macedo 680, no Centro de Tanguá, perto do Banco do Brasil
Hemorio precisa de doação de sangue
A queda foi de 80% no comparecimento de doadores, deixando o Hemorio, órgao da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Cilvil, com estoque praticamente zerado. O Disque Sangue 0800 282-0708 esclarece dúvidas e agenda a doação com hora marcada.
O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 8, no centro do Rio.
Paulistas também podem ajudar os desabrigados no Rio
O São Paulo Futebol Clube montou, em frente ao Estádio do Morumbi, um posto de arrecadação de donativos para os desabrigados pelas chuvas do Rio de Janeiro. Até domingo, voluntários recebem as doações das 8h da manhã às 20h.

2 comentários :

  1. muito triste esse episódio né?

    ResponderExcluir
  2. Muitos programas do rádio e televisão estão fazendo a cobertura dessa catástrofe climática. Comentários pertinentes estão sendo feitos, análises sobre a ocupação do solo desordenada, crescimento das cidades, moradias em áreas de risco. Mas apenas um, que eu tenha percebido, ressaltou que pela quantidade de chuvas que caíram não existiria cidade que suportasse, sem que houvesse vítimas. Foi uma catástrofe climática. Contra as forças da natureza ainda somos pequenos e frágeis. Esse único que ressaltou a enorme quantidadede de chuva, sem precedentes, foi o Coronel Roberto Robadey, Coordenador da Defesa Civil de Nova Friburgo, registrando a informação de 300 mm de chuva em cerca de 36 horas.
    Nós assistimos, mês a mês, semelhantes tragédias mesmo em países desenvolvidos. Na Austrália , há dez dias atrás chuvas fortes inundaram vastas regiões daquele desenvolvido país, deixando muitos mortos. Nem os Estados Unidos escapam das forças da natureza , basta lembrar de New Orleans e o Furacão Katrina.
    O número de vítimas é de cerca de 500. Deve ser a maior tragédia climática já ocorrida no Brasil.
    Podemos trabalhar , e devemos, para diminuir o risco desses fenômenos, mas simplesmente evitá-los ainda não está ao nosso, humano, alcance.
    Newton Almeida http://limpezariomeriti.blogspot.com

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG