As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

15 janeiro 2009

A infindável dor

fonte da imagem: emanuela.blogs.sapo.pt

Estou assim meio sem saber como escrever esse post, depois do último que escrevi. É meio complicado, pois parece que nele coloquei tudo que eu tinha para fora e agora estou meio que vazio. Logo depois publico Manoel de Barros e aí é que desapareço por completo. Tenho uma coluna chamada “Opinião”, acho que todos já notaram e nela falo sobre algumas coisas que acontecem em minha vida. Assuntos aqui de Valença, assuntos sobre política, coisas do dia a dia, coisas ruins e coisas boas, como as relações de amizade. Então ontem assisti a um filme, fui à locadora e peguei o filme, que não sinto necessidade de dizer o nome. Era um filme sobre guerra e suas razões de ser. De uma hora para outra tudo se embolou na minha cabeça. Qual dos lados tem razão? Que motivo estúpido e egoísta, coloca frente a frente, pessoas que nunca se viram, para se matarem mutuamente? Qual a finalidade disso tudo? Será uma seleção natural da espécie? Outros poucos acreditam que possa ser apenas um controle populacional provocado pela natureza. Outras guerras são tão antigas, que nos dão a impressão, que já correm nas veias de quem as faz, ou pior, já está inserida em seu código genético. Agressões gratuitas que não levam a nada. Talvez um dia tenhamos explicações mais sensatas. Talvez um dia, as trevas se dissipem por completo e a luz volte a brilhar mais forte. Como depois de um temporal de verão, quando o sol reaparece bem quente. Agora, depois disso tudo eu exclamo: O que faz mais sentido nessa vida, senão o amor!

6 comentários :

  1. vai dizer isso para quem nao capacidade de amar e para a industria belica. fica dificil pois ainda estamos na idade da pedra.

    ResponderExcluir
  2. O pior, é constatar que um dos lados fez exatamente aquilo que um dia sofreu na própria pele e depois de ajuntar montanhas de cadáveres, dividir com o seu algoz do passado, o pódio dedicado às ideologias mais mortíferas da história humana.

    'Acreditar num deus cruel, faz um homem cruel' (Thomas Paine)

    ResponderExcluir
  3. victor, agora quem ficou pra lá de parafuseta fui eu!!!!! entrou em outro, qual???? me diz que eu quero ver essa coisa de outro rebloggando .... cruzes!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Eu sei do q vc está falando.

    Eu acredito no Amor. Acredito que este sempre vence, no plano do espírito, q é o que realmente importa.

    Viva o Amor dentro de nós!

    Viva as manifestações de Amor!

    Viva a Paz!

    Plantemos flores.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Querido.

    Estou contigo.

    Receba meus fluidos de Amor e Paz.

    Não publiquei o seu coment.

    Amanhã o sol raiará bonito, e mesmo com chuva o céu estará bonito, pois tudo passa, só Jesus fica!

    Beijos, meu lindo!

    ResponderExcluir
  6. Q bom Victor, q vc está melhor!

    Olha, tudo que fiz foi entregar-me à vibração de suas palavras... Nada mais. As pessoas estão acostumadas a passar pelo outro e não o ver em profundidade de alma.

    Saiba q tens aqui uma amiga, ainda q distante nos domínios da matéria, mas ligada às tuas palavras e aos teus sentimentos, espontaneamente. Não sei o porquê da minha afeição: simpatizo-me contigo, és um homem bom, de coração bom! Deve haver mais porquês, como afinidade espiritual, leveza, aspirações... Ainda deve haver mais, com certeza. Gosto muito de vc, amigo!

    Beijos.

    Ótima semana!

    Ana

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG