As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

05 setembro 2008

Opinião: Violência

Fico preocupado com a violência que hoje em dia está em todo lugar. Moro numa cidade tranqüila do interior do Estado do Rio. Espero que ela continue assim por bastante tempo. Hoje à tardinha vi três carros da Policia Militar correndo pelo centro com as sirenes ligadas. Assustei-me. Será que as coisas estão mudando por aqui? Acho que não. O que eu senti, ainda é resquício do tempo em que eu morava na capital. Aqui ainda posso pela manhã, tomar um café na pastelaria ZK. Bem em frente da Catedral de Nossa Senhora da Glória, uma obra de arte. E a noite tomar o último cafezinho do dia no Armazém do Sabor, que fica na Praça do Jardim de Cima. Sem me preocupar com assaltos e nem trancar minha moto. Sinto-me privilegiado. Espero que um dia todos se sintam assim. O zumbido das balas perdidas está longe e espero que desapareça para sempre de todo lugar. Penso que só depende de nós. Do nosso esforço pessoal. Da vontade de se doar em algum projeto sério. Em acreditar que tudo é possível e que esse velho mundo sem porteira ainda tem jeito.

A idéia desse texto surgiu quando li uma postagem do blog "Eu, Eu mesma e Tine"

http://tine.blogueisso.com/

2 comentários :

  1. Victor, como disse, eu já morei no interior e sei bem do que fala! Espero que um dia possamos encontrar a paz!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Víctor, eu desconhecia completamente o seu lado ativista social - se é que posso chamar assim. Prazer em conhecer, lado do Víctor! Tomara que vc pense em deixá-lo florescer aí em Valença, que é uma cidade tb com muitas pessoas em risco social. Talvez isso não transpareça tanto pois a violência da baixa auto-estima, da pseudo falta de oportunidade é mais velada que as balas perdidas metropolitanas. Mas também mata, destrói, assusta...Parabéns por você, por tudo que fez, faz e é. Fico sempre muito feliz!!!

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG