As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

17 setembro 2008

Opinião: Devastação da Amazonia

Fiz esta postagem depois de ter lido um post no blog "Flor de Liz" e depois de assistir uma reportagem no "SBT Repórter" desta semana. Elas falaram de um problema crônico que se arrasta por anos em nosso país, o desmatamento da Amazônia. O "Flor de Liz" mostra o problema e propõe uma solução, a longo prazo, já o "SBT Repórter" apenas jogou a matéria e nos deixou estarrecidos com o que está acontecendo por lá. Até meu filho mais novo, Pedro, fez um protesto simbólico em seu ORKUT, via APPS, colocando lá o mapa da devastação.

Não é uma crítica o que faço aqui, mas sim uma constatação de fatos. Esta pedra já estava cantada a muito tempo e urge que medidas sejam tomadas rapidamente.
Nos conturbados anos 70 o Sr. Golbery do Couto e Silva, que escreveu o livro "Geopolítica do Brasil - 1955" dizia a seguinte frase: “Estejamos certos de que defender a Liberdade é também (graças aos céus) alicerçar em sólidas bases a Segurança Nacional.” Um tratado o qual mais tarde serviria de base da organização geopolítica do Governo Emílio Garrastazu Médici, à partir de 1970, para a colonização da Amazônia. Dizia também o general Danilo Venturini que na década de 70 pertencia ao Conselho de Segurança Nacional, e foi um dos idealizadores das colonizações das terras do norte brasileiro: "garantir a presença física brasileira numa região despovoada, e com isso consolidar a integridade do território nacional". Era como se pensava na época. Outro motivo do deslocamento da população para a Amazônia, era o medo dos militares de perder o território por falta de colonização. Lembro-me que havia um boato de que a China estaria de olho na Amazônia, único local desabitado do planeta, que poderia caber as bilhões de novas gerações de chineses. Havia também o interesse de Peruanos e Venezuelanos ,tanto dos movimentos de esquerda como daqueles interessados nas jazidas de ferro, agora conhecidas. O governo Geisel começou apostando na economia, financiou grandes empreendimentos privados, nacionais e estrangeiros e o ministro da Fazenda Delfim Neto defendia que o solo da Amazônia era constituído de terra-roxa, o que não era verdade. Ele era contra-indicado por ser composto de laterita (foto-estração de laterita).

Diante deste quadro vemos a devastação que a cada dia se consolida. O desmatamento e as queimadas são frutos de uma política mal elaborada, imediatista e sem nenhum estudo do que poderia dai advir.

11 comentários :

  1. realmente, é uma pena..
    agradeço pela visita em meu blog, e digo que também achei uma ótima idéia o prêmio dardos, mas não sei quem são os idealizadores.
    no mais, parabéns pelo blog.
    abs

    ResponderExcluir
  2. Poi é, Victor...

    A questão da devastação da Amazônia é muito mais velha do que eu. Cresci ouvindo falar de desmatamento e, ao que tudo indica, o problema só fez aumentar ao longo dos anos e parece estar muito longe da solução. Ainda mais quando o senador Flexa Ribeiro aprova no Senado um Projeto de Lei, visando aumentar a área de desmatamento e legalizando aqueles ocorridos nos últimos 40 anos. Se depender da Câmara, onde tramita tão absurdo Projeto, lá se vai mais uma porção inestimável de uma das fontes mais ricas de biodiversidade do planeta.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo.
    muito bem colocada a situação da Amazônia.
    Espero que saibam o que vão fazer.
    beijos e uma semana iluminada para vc.
    Obrigado por sua visita ao meu cantinho.
    espro que vc. tenha gostado.
    Regina Coeli.

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, tenho pena dos meu futuros netos e netas, pois uma pedra que é cantada há tanto tempo e a coisa só piora, como você disse é um fato.

    Obrigado pela visita, adorei seu blog, parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Olá Victor!
    Muito bacana seu blog,eu também trabalho com projetos sociais...
    Adorei sua visita!!!
    Bjos e sorte no seu caminho que é lindo!!!

    ResponderExcluir
  6. Dá uma sensação de impotência muito grande...aqueles que poderiam fazer alguma coisa, efetivamente, nada fazem...até quando?

    Beijos, que você tenha um excelente final de semana!

    ResponderExcluir
  7. As vezes me sinto impotente,vendo a destruição da nossa casa.Temos que fazer algo,não podemos deixar que destruam todo o nosso planeta.

    Mil beijos e bom final de semana

    ResponderExcluir
  8. Victor:
    É aniversário da Bruninha, minha sobrinha e afilhada, ela faz 11 anos, mas não terá festa, pois o seu pai, meu irmão, teve um infarto e está hospitalizado. Venha para a sua festa. Há de comer e de beber também para adultos.
    Bjs,
    Renata
    wwwrenatacordeiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Lendo um post seu lá pra baixo, só posso dizer que nunca haverá uma mulher como Gilda... rs

    Obrigada por sua visita! Beijos

    ResponderExcluir
  11. É Victor,já estamos tão acostumados a ver vídeos e reportagens a respeito desse assunto, que parece que a gente nem liga mais. Parabéns pela sua intensa conscientização a respeito de assuntos relevantes e de interesse comum.

    ResponderExcluir

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Passo a passo de como criar uma ONG