23 novembro 2014

Confie mais em Você Mesmo e no seu Projeto, Capacite-se!

Para conseguir levar um bom projeto adiante é necessário que você se capacite o máximo possível.

Fazer vários cursos sobre elaboração de projetos, captação de recursos, fará a diferença mais adiante e você ficará mais confiante para gerir e administrar melhor o seu projeto.

Mesmo que você consiga voluntários qualificados nessas áreas, que venham dar mais suporte ao seu projeto, você não deve esquecer que nem tudo são flores o tempo todo. Mais adiante problemas de relacionamentos e pensamentos divergêntes podem desestabilizar todo um trabalho desenvolvido há anos.

Por isso, hoje eu acredito que se você estiver capacitado e bem preparado para em diversas áreas, você não terá problemas para dar continuidade ao seu projeto.

Quando fundei a ONG CECI - Centro Cultural Criança Cidadã, eu não estava ciente de que a capacitação era indispensável, por isso acredito que você deve se preparar para qualquer turbulência que possa vir a abalar o seu projeto.

Não me considero um mega líder, mas consegui fundar uma ONG cultural na baixada fluminense e gerí-la por 5 anos. Hoje, não estou mais nela, nem ela existe mais. Problemas internos estragaram todo um trabalho que tinha tudo para dar certo. 

Confie mais na sua capacidade do que na dos outros. Você sempre terá mais força, confiando em você mesmo.


Links de informações para captação de recursos: 
Baseado no material escrito por Ann Speak, Boyd McBride e Ken Shipley para as oficinas
de Desenvolvimento e Captação de Recursos do Projeto Gets - United Way do Canadá

8 maneiras de captar recursos financeiros para o seu evento

20 novembro 2014

Livro Universo Interior Vai para o Júri Técnico

(www.olhovivoca.com.br) Está no ar o material enviado por mais três classificados, Categoria Livro, para análise do júri técnico.

"Universo interior" de Victor S. Gomez - 24,67% dos votos - Segundo lugar na votação da internet. 

"Meus textos não são pré-definidos, não falo de uma árvore, porque quero falar sobre meio ambiente. Mas também não é nada do além. Simplesmente escrevo da memória, das coisas que me lembro, das coisas que vivi com meu irmão, meus filhos, da minha infância, dos lugares por onde passei. Minha intenção maior, eu acho, é passar algo bom, que estimule, que ajude, que incentive a leitura."

http://www.olhovivoca.com.br/votacao-tecnica/3042/eliane-de-lacerda-victor-gomez-e-jose-huguenin-estao-na-final-do-premio-ov-2014/


O livro Universo Interior é formado por contos, aonde são reveladas passagens de uma infância rica e cheia de fantasia, apresentadas por meninos que viveram em uma época em que tudo era possível, até mesmo acreditar que o improvável poderia ser realidade.

O livro nos remete a um passado não muito distante, de cidades interioranas, tranquilas, mas cheias de mistérios; e a um mundo interior que é o nosso interior, com problemas que não são revelados, mas que todos nós temos. 

Um universo interior que pertence a todos, mas que só nós mesmos é que podemos administrá-lo.

17 novembro 2014

II Mostra Zumbi dos Palmares de Vídeo

Postagem de Alessandro Moura de Amorim na semana da Conciência Negra.

Realizaremos no próximo dia 21 de novembro, na EMEF David Trindade, em João Pessoa, Paraíba, a II Mostra Zumbi dos Palmares de Vídeo, a partir das 14 horas. O Tema deste ano é “Mulher Negra, Violência, Trabalho e Identidade”. Esta Mostra é resultado de um Projeto, “Mangabeira em Histórias de Vida”, desenvolvido nas aulas da Disciplina História, ministrada no 8º ano C da Escola, pelo Professor Alessandro Amorim.

Este tema foi gerado a partir do trabalho realizado através de debates em sala de aula sobre a Independência do Brasil e o Abolicionismo Negro, na perspectiva das lutas por Cidadania implementadas pela População Negra no contemporâneo.

Alunas/os são estimuladas/os a dialogar com pessoas negras que aceitem falar sobre sua situação identitária, para em seguida compararem estes relatos com os contextos do século XIX.


A turma é dividida em grupos, e cada grupo elabora dialogicamente questões guia das entrevistas. A turma é estimulada a buscar, neste ano em particular, Mulheres que morem em Mangabeira, que se autodeclarem Negras, que aceitem falar sobre violência, trabalho e identidade, bem como estejam de acordo com a gravação de um depoimento audiovisual, com duração de 1 a 5 minutos.

Os vídeos serão exibidos para a comunidade escolar, onde os melhores serão premiados por um júri composto pelo Psicólogo Paulo Henrique e pelas Professoras Ana Claudia Renato (Artes) e Diana Nascimento (Ensino Religioso). Há também o voto das/os alunas/os que assistirão às produções exibidas na Mostra. Em seguida, teremos apresentações de música e dança com alunas/os da escola. Os melhores vídeos serão enviados para o Museu da Pessoa, para ser estruturado uma coleção audiovisual de Histórias de Vida de moradoras/es do Bairro de Mangabeira/João Pessoa/Paraíba. O acervo comporá a linha de ação do Museu Virtual dedicada a Educação.

Este acervo deverá, através das redes sociais, voltar à escola como conteúdo pedagógico a ser trabalhado pelas mais diversas disciplinas escolares, bem como fazer com que a Memória local seja preservada e promovida dentro da perspectiva do que o sociólogo português Boaventura de Souza Santos chama de Ecologia dos Saberes, ou seja, para que as experiências de vida gravadas possam ser capazes de lastrear e ampliar a construção de expectativas de vida positivas por e para nossas/os alunas/os da EMEF David Trindade.

Atenciosamente,
Alessandro Moura de Amorim
PROFESSOR DE HISTÓRIA – E.M.E.F DAVID TRINDADE/SEDEC/PMJP.
Contatos: ale.histor@gmail.com / 8181-0355 (VIVO) / 8833-3006 (OI)

Militante, Educador e Historiador
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6131756044091665

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Posts Populares