Livro Universo Interior

29 junho 2015

Mais Algumas 25 Frases

Mais frases, algumas novas, outras reformuladas, mas na maioria o desejo de ajudar, compartilhar, amar.

01- Conservatória deixa saudades, mas também desperta novos amores.

02- Vale a pena lutar pelo que se acredita, mesmo que seja difícil e que vários empecilhos obstruam o caminho.

03- O bom fotógrafo expressa sua alma e sua sensibilidade em suas fotos. 

04- Escrever é fácil, é só organizar os pensamentos e ir colocando tudo no papel, ou contratar alguém para escrever para você e depois você assinar a obra, muita gente faz assim. O difícil é publicar um livro. Por isso elevo aqui o nome de Eduardo Lacerda, Editor da Editora Patuá e um grande pessoa, que só não é meu maior amigo porque não nos conhecemos pessoalmente. Abraços camarada e siga sempre em frente. Sucesso sempre.

05- É horrível, você tentar reerguer uma casa que está caindo, e os próprios interessados que vivem nela, fazerem força para que ela continue caindo.

06- Quando alguém lhe fecha uma porta, Deus te abre milhares.

07- Você já se permitiu sonhar hoje? Eu faço isso todos os dias, mas sempre com determinação para que tudo se concretize mais facilmente.

08- O passado sempre retorna a sua mente, para que você não se esqueça que o seu caminho teve pedras e que de muitas delas você soube desviar, e mostra também que as que o fizeram cair tornaram-se parte do seu aprendizado.

09- Eu gostaria apenas que as pessoas fossem mais sinceras, que prezassem mais sua palavra.

10- Aproximam-se as eleições. Nós já fizemos uma avaliação dos candidatos que votamos nas últimas eleições? Como eles se comportaram? Acho que já está na hora de pesarmos suas atuações, se foram boas ou más. E também de avaliarmos os próximos candidatos que começam a surgir no horizonte. Se lamentar e jogar paus e pedras depois não é a solução. Chega de historinhas, precisamos levar mais a sério a politica nesse país.

11- Algumas pessoas reclamam sobre minhas postagens, aqui no Blog Conservatória Cidade da Seresta. Dizem que tem pouco texto. Muitas vezes a poesia está na foto, no sentimento de quem a capta. Não vejo que um texto maior possa ser mais significativo do que um texto pequeno. Tudo é questão de quem vê o todo, quem consegue ir além do que uma simples frase quer dizer. O mais importante é o amor que você emprega no que faz.
Já dizem há algum tempo: "Uma imagem vale mais que mil palavras."
O amor muitas vezes se expressa de pequenas maneiras.


12- Você se perpetua no que faz, você se projeta no que faz, você cresce no que faz.
Todos ganham quando você compartilha mais, quando você se doa mais, quando você ama mais.

13- Eu apenas procuro aprender todos os dias um pouco mais sobre a vida. 
Acredito que o que fazemos aqui transforma tudo, então porque não tentar transformar o mundo em um lugar melhor para se viver.

14- A poesia está no ato de ajudar, está no ato de se doar, está no ato de amar, está no empenho de cada um.

15- O sucesso depende de quanto você se doa de verdade.

16- Internet é link, é compartilhamento, é rede. Sem isso você não sai do lugar, ninguém te acha.

17- Eu faço o que faço porque eu li muito, eu pesquisei muito, eu tentei aprender o máximo possível sobre o meu trabalho. Nada é impossível se você se capacita.

18- Quando se trabalha com boa gestão e transparência as coisas só tendem a dar certo.

19- Diante do mundo, diante da vida, diante de tudo, não devemos parar nunca, acreditar sempre é a melhor maneira de não desistir. E vamos com tudo, porque quando acreditamos verdadeiramente, o mundo é nosso.

20- Eu posso, eu consigo, tudo o que eu quero verdadeiramente.

21- Temos sempre que trabalhar para mudarmos o que está ruim. Juntos, somos mais fortes. A divisão só interessa aqueles que nos querem fracos, para nos controlar melhor, ou para aqueles que querem apenas o poder pelo poder.

22- Precisamos apenas ter consciência de que o meio ambiente só melhorará, se nós melhorarmos e aprendermos a preservá-lo.

23- Um projeto cultural e ambiental de qualidade deve ser bem consistente e ter participação efetiva da comunidade, só assim ele terá sucesso e poderá trazer resultados concretos que efetivamente ajudarão nossos jovens na conquista da sua cidadania.

24- Seu limite é onde você acha que pode ir. 

25- São as pessoas de bem que constroem o mundo. 

24 junho 2015

Uma Grande Integração Cultural em Valença

Ideias são apenas ideias se não compartilhadas, quando as compartilhamos elas podem se tornam ações. 

A ACIVA (Associação Comercial e Industrial de Valença - RJ) e Fundação Lea Pentagna compartilham suas ideias e as transformam em ações, com o objetivo de valorizar nossa cultura e buscando assim o crescimento de nossa cidade.

Tem matéria minha sobre o evento XIV Feira de Cultura Integrativa – Ousando Novos Caminhos, da Fundação Lea Pentagna, na revista de ACIVA (Associação Comercial e Industrial de Valença - RJ)

Evento da Fundação Lea Pentagna teve auditório lotado todos os dias.

A revista da ACIVA começou a ser distribuída ontem. Ainda dá tempo de conseguir a sua. Você encontra a revista ACIVIVA no estacionamento da ACIVA.

Agradecimentos especias Para a Sra. Dilma Dantas Moreira Mazzeo, para a ACIVA e a todos os patrocinadores, que possibilitaram a realização desse grandioso evento.


Fundação Lea Pentagna, cultura todo dia.
Curta a página oficial da Fundação Lea Pentagna no Facebook.
Compartilhe nossos eventos.

Visite o site:
http://www.casaleapentagna.org.br/

Visite o Blog da Associação Lea Pentagna
http://casaleapentagna.blogspot.com.br/

17 junho 2015

Blog Bota Para Girar

Fernanda Cubiaco é Blogueira, Escritora na empresa Bota para Girar, Coordenadora de Treinamentos na empresa Movimento Lixo Zero e Wedding Planner na empresa Bem me quero bem te quero.

Fernanda Cubiaco nos mostra que, é perseverando que encontramos o caminho certo para conduzirmos nossos projetos.

"Responsabilidade social é um conceito segundo o qual a sociedade decide, através de atos voluntários, contribuir para uma sociedade mais justa e para um meio ambiente mais saudável."


Fernanda Cubiaco: "Adeque-se a novos hábitos 
em prol de um mundo sustentável!"

Fernanda Cubiaco como você se define?

Gostei dessa pergunta. Todo dia penso nisso. Todo dia penso se me coloquei em ação na missão certa. Essa vontade de consertar as coisas, de orientar as pessoas para cuidarem mais do planeta e dos animais, como muitos outros ativistas, nem sempre é compreendida pela grande maioria. Por vezes me sinto um peixe fora d`água. Muitos acham uma maluquice eu insistir em trabalhar pela sustentabilidade do planeta. São muitos trabalhos voluntário em consonância menor aos trabalhos com sustentabilidade financeira. Apesar, nesse sentido, do desconforto que a missão me traz, persevero. E agora, depois de 5 anos desde que defini a trabalhar com comunicação e educação para o meio ambiente, entro em um projeto maravilhoso. Estou junto com a equipe do Instituto Lixo Zero botando para girar boas práticas rumo a um mundo mais sustentável, começando pela cultura do não desperdício e pela melhoria da gestão de resíduos.

Como surgiu em você o desejo de trabalhar nessa área?

Amo o mar, a floresta, os animais e gente. De todos sempre estive muito próxima, mas o extinto de cuidar veio primeiro pelos animais. Meu primeiro bichinho de estimação foi trazido da rua pra mim por minha mãe. Desde então compreendi que a proteção dos animais, seres indefesos, cabe a nós. Basta escolher a forma de como ajudar, seja dando um lar, seja apoiando nossos incansáveis amigos protetores. Em seguida, tive o interesse de proteger o mar quando o volume de lixo começou a tomar conta desse ambiente.  Na minha cabeça é inconcebível um banhista aproveitar todo o seu dia de lazer na praia e nela deixar todo seu lixo. Daí passei a sozinha ir a praia para falar com as pessoas. Antes do verão de 2013 sugeri uma pauta para o jornal que iniciasse com antecedência uma campanha para conscientizar as pessoas a cuidarem da praia. E depois da matéria publicada, meu envolvimento aumentou ainda mais. Hoje sou associada a Associação Brasileira do Lixo Marinho, a Associação Favela Mais e agora estou no Instituto Lixo Zero, prospectando novos associados e capacitando-os com treinamento para sustentabilidade. Agora estamos com 20 restaurantes na zona sul do Rio de Janeiro que passaram a fazer coleta seletiva para que a matéria-prima descarta tenha como destino não os aterros sanitários, mas as cooperativas e, posteriormente, as usinas de reciclagem.


Reciclagem 100% para você, é possível?

Meu sonho de consumo e de muitos outros amigos ativistas, mas por conta dessa nossa sociedade de consumo, essa realidade está distante. Para se ter 100% de reciclagem, precisamos antes de educação para todos. Precisamos de uma sociedade em todas as sua camadas gozando de bem-estar e tendo dignidade para viver. Em seguida, precisamos de Educação Ambiental para todos, a fim de refazer nosso elo de ligação com o meio ambiente, percebendo-nos como peça integrante desse todo. E precisamos de novos políticos. Políticos que legislem para o povo. E de empresários que enxerguem além das cifras monetárias.  Precisamos de novos líderes, que entendam a necessidade de se implementar o conceito de sustentabilidade. Precisamos criar um modus operandi que permita às futuras geração maior permanência nesse planeta tão bacana.  A cultura do consumo desmedida, que gera um volume de resíduos sem precedentes juntamente com o desperdício, precisa mudar.

Para você a sustentabilidade é a solução dos problemas ambientais?

Infelizmente não. A resolução dos problemas ambientais envolve muitos fatores. É de uma complexidade que vai além da política e da ciência. Vivemos agora na era que os cientistas definem por antropoceno. Essa é a era onde a raça humana está no comando. Há várias datas em estudo para avaliar seu início, como a revolução industrial ou a era nuclear. É a era onde o homem experimenta se bate ou assopra, pois em meio ao progresso, quando destruímos para construir, acabamos destruindo muitas vezes o que não podemos restituir. E o mundo, nossa casa batalha promovendo eventos naturais, em busca de nosso equilíbrio e para nos manter nele vivos. Ele batalha a nosso favor, para nos manter sustentáveis, usufruindo das dádivas da natureza. Mas se ele cansar de tentar nos manter aqui, vai dar aquela boa sacudida, como nas eras anteriores, e novamente dizimará, no caso a nossa forma de vida para deixar terra fértil para próximas espécies, quem sabe mais evoluídas, que compreendam melhor como progredir e preservar e ajam de acordo.

Vídeo Como Criar uma ONG

O Passo a Passo de como Criar uma ONG Texto de Alysson Andrade, Produtor e Gestor Cultural com qualificação em Gestão e Políticas Públicas Culturais / MinC -- Ministério da Cultura,SESC-SP e SecultBA. http://enfoquecultural.blogspot.com.br/

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *