As melhores peças para seu carro podem ser encontradas aqui

Http://www.Motordoctor.PT

25 abril 2017

Alerta: Água pode Acabar

Desperdiçar água é prejudicial a todos, vamos tentar minimizar essa situação e colaborar com o meio ambiente, contribuindo com a economia de água.

Ao contrário do que parece, a água é um recurso natural esgotável.


Quando a torneira secará? A água está se tornando um bem escasso em nosso planeta. Estima-se que em 20 anos, 48 países deverão enfrentar escassez ou falta extrema de água, o que afetará uma população de 2,8 bilhões de pessoas. E então, como faremos? Sem água não há vida, pois o planeta Terra e os seres vivos necessitam da água para sua sobrevivência.

Por que a água é tão importante?
Cerca de 70% a 75% do corpo humano é formado por água. À medida que envelhecemos, essa proporção diminui: entre os 40 e os 60 anos, por exemplo, a percentagem de água cai para 50% a 58%. Mesmo perdendo água com o aumento da idade, ainda assim mantemos mais da metade do nosso corpo constituído por água.

Como podemos cuidar da água? Primeiro, vamos acabar com o desperdício! Como? Isto não é difícil! Veja:
•fechar bem as torneiras;
•não deixar o chuveiro ligado à toa;
•regular as descargas;
•não ficar horas lavando a calçada ou o carro com água potável

Sites Consultados:

18 abril 2017

O Antes e o Depois do Projeto SOS Serra dos Mascates

Amo o que faço e o que sou cada dia mais.

Como ficou o nosso plantio na Serra dos Mascates

Entre 2009 e 2011 foram plantadas no alto da Serra dos Mascates cerca de 1000 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. Na época eu participava do Projeto SOS Serra dos Mascates juntamente com André Dias. Projeto esse que levava crianças e adolescentes de colégios públicos e particulares, além de instituições parceiras, como UNIMED, Rotary Club, Johrei Center Valença e outras, para plantio de mudas. O projeto foi um sucesso, tanto em relação a diminuição de queimadas, como também no reflorestamento, como mostram essas fotos, tiradas por mim, semana passada, quando de um visita que fiz à Serra dos Mascates. Victor S. Gomez

O poder de fazer nos é dado por Deus, mas nós é que escolhemos como exercer de melhor forma esse poder. Victor S. Gomez












17 abril 2017

Magnólia

O quintal da Casa Lea Pentagna a todos fascina. Lá estão árvores, algumas centenárias, misturadas a arbustos e flores. Seus caminhos, em terra batida e cercados de verde, são um PROZAC a custo zero.

Uma das árvores é a Magnólia. Do gênero Magnólia, produz flores simples e brancas, de vinte a vinte e dois centímetros de diâmetro, de perfume suave. É originária de regiões temperadas do Hemisfério Norte. 

Quadro encontrado na Casa Lea Pentagna

Normalmente eram plantadas em casas pertencentes a pessoas de recursos. Aqui em Valença elas existiam no estacionamento do Venturão e no Colégio Estadual Theodorico Fonseca (antigo Palácio do Visconde do Rio Preto). As da Casa Lea Pentagna são três: duas antiquíssimas e uma novinha, produto do esforçado cultivo do Conselheiro Luiz Francisco Moniz. 

São árvores pertencentes a mesma família da tulipa e do anis- estrelado, este usado em gastronomia. 

Página 21 do livro Plantando uma Amizade de Rubens Matuck

Rubens Matuck é um escritor, ilustrador, gravador, pintor, aquarelista, escultor, desenhista, designer gráfico, quadrinista e professor de arte brasileiro.

Informações:
Rua Vito Pentagna, 213
Valença (Rio de Janeiro)
Tel: 024 2453-4178
E-mail: lea.pentagna@uol.com.br

Curta a página da Fundação Lea Pentagna
Compartilhe!

Visite nosso site: 
http://www.casaleapentagna.org.br/ — em Valença (Rio de Janeiro)

Passo a passo de como criar uma ONG